Comentários
Rafael Prandi Rafael Prandi Author
Title: TOP 10 DDS - MORTES MAIS MARCANTES EM SPARTACUS!
Author: Rafael Prandi
Rating 5 of 5 Des:
( aviso : muitos spoilers! Se você não assistiu, vá fazer uma maratona e depois venha chorar com agente.) Spartacus teve um começo fra...
(aviso: muitos spoilers! Se você não assistiu, vá fazer uma maratona e depois venha chorar com agente.)
Spartacus teve um começo fraco, abusando de sexo e de efeitos de sangue de baixo orçamento até a exaustão para conseguir alguma promoção e audiência pela emissora Starz. Mas quem continuou assistindo encontrou uma série com profundidade com personagens complexos e uma historia muito envolvente. A história se desenvolve com muitos plot twists e é difícil não querer assistir um episódio atrás do outro. Destaque para as técnicas de filmagens utilizadas e o excelente roteiro amarrado (conseguiram amarrar a mini-série feita as pressas devido a doença do protagonista com as 2 temporadas).
E, é claro, é uma matança pra deixar até George R. R. Martin com inveja. Vamos relembrar as mais marcantes:

Varro

O que começou como uma exibição amigável para entreter o aniversário de Numerius, filho do romano e influente Titus, terminou com o menino pedindo a morte do perdedor da luta. Seu pai o apoia e diz a Batiatus que irá repor os custos da morte.
Varro death
“Live … and see my family provided for … And know I would have done the same.”
Sem escolha, Spartacus mata o amigo na frente do elenco todo, e fica muito abalado emocionalmente. 
Essa ferida foi importante para a história. Ele vai querer ver Roma cair junto com as pessoas que não se importam com a morte de um amigo para puro entretenimento. 
Além de tudo, descobrimos que foi Ilithyia que arquitetou a morte de Varro ao convencer Numerius a escolher Varro como oponente em vez de Crixus e desejar a morte do perdedor, e revela que a mulher não é tão ingênua quanto pensamos. 
A esposa do gladiador, Aurelia, culpa Spartacus pela sua morte e diz que Varro o considerava como um irmão.

Muita gente em Capua

Em um plano que a princípio pareceu ridículo e irreal, Spartacus e alguns escravos entram na Arena pelo esgoto para salvar Crixus e o antigo Doctore, que devem encontrar a morte nas mãos de Gannicus.
Teve morte de uns 80% da população que estava na Arena e ainda Gaius matando o senador/sogro em um momento oportuno (com direito a muitos efeitos toscos).
Mas foi muito importante porque foi a primeira vitória real e relevante de Spartacus desde o começo da revolução, e apesar de tudo (baixo orçamento), foi digno de levantar e bater palmas lentas para a televisão.

Sura

Sura dies
Kill them all, Spartacus

Foi uma cena forte, pois o motivou a se rebelar contra Batiatus e consequentemente Roma. A cara de horror de Lucretia quando Batiatus conta que foi ele que orquestrou a morte, foi sensacional – agora ela entende que Batiatus está disposto a tudo para chegar ao senado.

Ashur

Asher neraly headless
“You fucking cunt(s)!”
Ashur foi um excelente personagem ao longo da série. Sobrevivente acima de tudo, com sede de poder e muito manipulador.  A morte pelas mãos de Naevia por de um golpe sujo não foi digna. Mas foi legal.

Gaius Glabber

Glaber2
Rome shall send Legions in my wake, and one day you shall fall to deserving end.
Depois de uma temporada procurando Spartacus, Gaius Glabber encontra sua espada no esôfago, aos pés do vulcão Vesúvio. A cena é o final de um plano de Spartacus para sobreviver ao ataque liderado pelo Glabber e poder continuar com a rebelião. Spartacus mostra-se não apenas um líder e bom gladiador, mas também confirma o que sabíamos desde a queda da Arena: ele é um excelente estrategista. 
Apesar de poder ter sido melhor trabalhada, a morte de Gaius significou muito para Spartacus. Foi por causa dele que tudo começou - Spartacus e sua esposa viraram escravos. Com a morte dele, Spartacus pode terclosure no capítulo de sua mulher e se focar no objetivo maior: Roma.

A casa de Batiatus

Batiatus lucrecia dead
“You were nothing before me. I gave you everything! I gave you the means to accept your fate!”
Um final de temporada surpreendente, e que dá adeus a um personagem muito marcante: Batiatus, além de dezenas de pessoas presentes no ludus.
Depois de descobrir que Batiatus foi o culpado pela morte de sua esposa, não sobrou outra opção para o gladiador: Vingança.
Depois de decidir se rebelar e contar com o apoio de alguns outros gladiadores, Spartacus viu na luta com Crixus de exibição a oportunidade perfeita de executar seu plano. Relutante no começo, Crixus ajuda Spartacus e o massacre começa.
Teve muitas cenas boas: Aurelia, esposa de Varro, matando o garoto Numinus. Doctore enfrentando Ashur pela morte de Barca. Ilithyia fugindo e prendendo todos presentes para morrerem nas mãos dos escravos. Crixus se vingando de Lucrecia e enfiando uma espada em sua barriga que carrega o filho do casal. e é claro, Spartacus cortando a garganta de Batiatus.

Lucretia e Ilithyia

Lucretia falls
“Your child? You are but a vessel carrying a gift from the gods to the House of Batiatus. Now then, let us see it unwrapped.”
Depois de ser salva por Ashur no final da temporada anterior, Lucretia passa a segunda temporada em choque e com “a mente em pedaços” como disse Gaius Glabber. A ex-domina do ludus acredita ter sido abençoada pelos deuses e é usada por Gaius como símbolo da resistência de Spartacus.
Após matar a escrava que paria Ilithyia, ela faz o parto com uma faca e caminha até o penhasco de seu antigo ludus. Ilithyia sangra e rasteja até Lucretia para evitar que ela jogue seu bebê, mas é tarde. Lucretia, doente e insana, deseja se juntar a Batiatus no after life junto com a criança que ele tanto queria. 
Sem cuidados médicos, Ilithyia morre enquanto chora pela sua criança.

Gannicus


"There is only one way to become champion; never fucking lose"

Gannicus foi um excelente personagem, introduzido as pressas, mas que cumpriu bem seu papel de Deus da Arena. Na batalha final contra o exército romano, Gannicus é crucificado e encontra Oenomaus enquanto se vê no centro da arena de Capua. Final digno, e muito emocionante.

Crixus


"I will not die a faceless slave forgotten by history"

Não estavamos preparados. Todas as cenas do exército de Crixus foram muito corridas, em alguns minutos eles se separaram de Spartacus, e já chegam em Roma. E então eles encontram um exército, e o gaulês invencível é morto covardemente pelas costas - e decapitado na frente de Naevia. A cena foi muito poética, com a cabeça do gaulês voando enquanto olhavamos o reflexo nos olhos de Naevia. Naquele momento, nós seriadores percebemos o que estava por vir - o final, com muita morte, sangue e muita depressão.

Spartacus

“There is no greater victory than to fall from this world a free man"
Spartacus é ferido gravemente na luta contra o Crassus, mas Aggron consegue salvá-lo antes da morte, e levá-lo para um local seguro.
E nosso coração aperta - Spartacus está morrendo. Mas estamos feliz, por finalmente ver Spartacus feliz - morrer um homem livre e encontrar sua mulher novamente. E um discurso muito emocionante, tanto para as pessoas presentes lá quanto para nós pobres seriadores. De fato, quando Spartacus trouxe a chuva, também trouxe lágrimas em nossos olhos.
Uma conclusão de história orquestrada com perfeição. 
Gratitude, Spartacus.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Spartacus, Crixus,Gannicus,Oenomaus, os homens livres que fizeram Roma tremer ao ponto de se tornar o que o gaulês invicto tanto falava nos dias de gloria, que Roma se tornaria um monte de meeeeeda.

    ResponderExcluir
  3. Na minha opinião, quem mais merecia morrer era Ilithyia, por todas as maldades que cometeu.

    Pois ela:

    * Instigou Segovax a matar Spartacus no ludus com promessas de liberdade, e quando este tentou fazê-lo, fora impedido por Crixus. O resultado para Segovax foi sofrer uma morte lenta, dolorosa e, acima de tudo desonrosa, pois ele também foi castrado antes de ser crucificado;

    * Matou Licinia, esmagando seu crânio contra o piso da casa de Battiatus, depois desta zombar dela por ter transado com Spartacus (tudo bem que Licinia começou, mas, mesmo assim, aquela morte fora brutal);

    * Como fora citado no texto, Ilithyia influenciou Numerius a escolher Varro, ao invés de Crixus, em sua festa de aniversário para lutar contra Spartacus, e que a luta, que era para ser uma simples exibição, acabasse com a morte de Varro. Além disso, ela trancou todos os convidados dentro da casa de Battiatus quando a revolta começou, resultando no massacre de todos que tentaram alcançar a porta (tudo isso ainda com um sorriso de satisfação maldosa dela);

    * Na segunda temporada, "Vingança", durante uma festa na antiga casa de Battiatus, Acer, um dos gladiadores rebeldes, e que fora capturado nas minas junto com Crixus e Rhaskos na tentativa de resgate de Naevia, fora cruelmente torturado como diversão nessa festa, e Ilithyia, além de humilhar Seppia, deu o golpe final que acabou com o sofrimento de Acer;

    * Humilhou Glaber (mesmo ele sendo um babaca FDP) e tentou abortar o próprio filho em favor de Varinius;

    * E, para terminar, matou a bela Seppia cortando sua garganta antes que esta matasse Glaber, após ela ter descoberto que seu irmão, Seppius, fora morto por ele.

    Apesar de bela, Ilithyia era do tipo "podre por dentro" e, portanto, merecia morrer pelas mãos de Lucretia, quando esta lhe rasgou o ventre e lhe tirar o filho. Mereceu o fim que teve!

    ResponderExcluir

 
Top