Comentários
Aleh Aleh Author
Title: [REVIEW] Dracula S01E05 e S01E06
Author: Aleh
Rating 5 of 5 Des:
Demorou, mas saiu! Antes de mais nada, peço desculpas pelo atraso, diversas coisas acontecendo ao mesmo tempo na faculdade, muitos traba...

Demorou, mas saiu! Antes de mais nada, peço desculpas pelo atraso, diversas coisas acontecendo ao mesmo tempo na faculdade, muitos trabalhos e etc. Mas vamos ao que interessa!

O episódio 5 foi quase queda livre de tédio durante o episódio inteiro, pois pouquíssimas coisas importantes aconteceram, o que traduz como “episódio feito à toa”. Existem alguns aspectos interessantes, como a cena do Dracula no trem. A gente não percebe a presença do Renfield porque ele é retratado como invisível, algo que Hollywood faz com frequência até hoje. Ele somente ganha destaque quando ele se revela, até então ele está nas sombras. É o famoso discurso da maioria e minoria. A câmera não vê a minoria por causa da maioria.
Não esperava que a relação de Renfield e Dracula fosse tão de longa data. Eu achei muito interessante as cenas de espancamento e tortura serem semelhantes em diversos aspectos, e achei interessante como Renfield foi no fim das contas mostrado como uma peça importante no plano de Dracula e Van Helsing. Mas fiquei triste com o despercidio do ótimo papel da Janina, a tortura. Tudo que restou da relação de mandante e torturadora foi um grito.

E Van Helsing está mesmo querendo levar a sério o plano de vingança. Ele ainda continua pesquisando formas de melhorar o sérum e inclusive temos uma cena de experimento com uma cobaia. O que parece realização para Dracula logo vira pesadelo quando a cobaia pega fogo.
E a cena em que Mina apresenta Van Helsing a Dracula, no baile do noivado, foi tão irônico que não pude deixar de rir. E nesse episódio fica mais que óbvio para a sociedade de Londres que Mina e Dracula ainda tem algumas tensões a resolver. E fica mais que claro que Dracula deseja rasgar o pescoço de Jonathan. Está certo que em um primeiro momento surpreende pois você é levado a acreditar que ele de fato rasgou o pescoço de Jonathan, mas era tudo apenas sonho.
Depois de 6 episódios, eu percebi qual é o forte e o fraco da história. Quando o episódio decide focar em apenas um pedaço da trama, tem boas chances de ser um episódio forte, mas quando focam em muitos pedaços da trama, vira uma confusão legal. Foi o que aconteceu com 6. Se tivesse focado em apenas um pedaço da trama, teria de tudo para ser um ótimo episódio. Mas infelizmente focou em muitos pedaços, como o desenvolvimento do sérum, a destruição da amizade de Mina e Lucy, a noite regada à álcool, com sexo como cereja do bolo, de Jonathan e Mina (o que é um berrante erro de contextualização da história. Uma mulher como a Mina jamais faria sexo antes do casamento ou ficaria bêbada), os experimentos de Mina e outros.
São tantos pedaços que o episódio fica entediante, porque não há profundidade no desenvolvimento dos detalhes. São poucos minutos que são interessantes, como o plano de Dracula de enganar Jonathan sobre a informação do General Shaw e ainda vazar essa informação para mídia; a reunião de Browning, envolvendo os membros da empresa de Dracula, na qual “convence” que Dracula é humano. O restante é apenas um monte de narrativa com poucos pontos de conexão.
A série, como alguns já sabem, está correndo risco de cancelamento. Os últimos dois episódios estão dando mais que força para esse cancelamento, afinal, está cheio de recursos narrativos desnecessários usados de forma excessiva, tem muita história sendo contada sem ficar claro qual é a conexão entre todos os pedaços. Sem mencionar a tendência dos roteiristas de errarem feio na contextualização de alguns personagens e a ausência de técnicas usadas para aumentar o ritmo ou tensão emocional, fazendo com muitos momentos sejam tratados como se tivessem o mesmo nível de tensão.

Até o momento, uma das únicas atuações que está surpreendendo é a de Lucy, principalmente no último episódio. Estou feliz que Katie McGrath está compensando todas as falhas dos roteiristas com sua atuação, mas por outro lado tenho medo de o roteiro a prejudique mais ainda.
Restam apenas 4 episódios para o término da temporada, e pelos últimos episódios a audiência tem caindo cada vez mais, e a notícia de que o principal ator está novamente com problemas de bebidas e drogas não ajuda nada a manter a audiência. Ainda teremos que esperar por Janeiro para ver se a série conseguirá se salvar ou se está cavando a própria cova.

E ai? Acham que a série ainda tem salvação ou deve ser cancelada?
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top