Comentários
Unknown Unknown Author
Title: [REVIEW] ALMOST HUMAN - S01E09+10: UNBOUND + PERCEPTION
Author: Unknown
Rating 5 of 5 Des:
Olá, olá! Aqui estou eu, mega atrasada, para falar um pouquinho com vocês sobre os dois últimos episódios de Almost Human. Vou ser breve...

Olá, olá! Aqui estou eu, mega atrasada, para falar um pouquinho com vocês sobre os dois últimos episódios de Almost Human. Vou ser breve, já que o próximo ep já vai ao ar amanhã, e aí sim vou comentar melhor com vocês sobre como anda a série.

Minhas esperanças renovaram-se um pouco em Unbound. Claro, não foram os melhores 40 minutos do mundo, mas deu pra dar uma animadinha. Nesse episódio tivemos mais uma tentativa de retomar o tema do Insidicato. O que é muito patético, pois isso já aconteceu algumas vezes antes, como se a série desse um passo pra frente e dois pra trás. Mas tudo bem, talvez agora vá. A mancada (ou não) foi colocar o criador do Dorian, o Dr, Vaughn, no meio da história nesse momento. Me pareceu meio forçado para que dê a impressão de que ele faria parte do Insidicato. Pelo menos é isso que eu suponho. E o que tem do outro lado do muro? Independente do que seja, só espero que não se torne mais um ponto solto na série que demore muito pra ser fechado.

Mas em "Perception" o ritmo desacelerou um pouquinho, contudo o caso semanal foi sem dúvida o melhor, envolvendo os cromos e drogas que os faziam enxergar ainda mais além. Quando humanos não modificados usavam a mesma droga, isso causava a maior bad trip da história, já que aí eles percebiam que nunca seriam como os cromos, por mais que já fossem mais inteligentes que a média. Apesar do ritmo mais tranquilo, a série conseguiu desenvolver na trama central. Anna já está classificada como a BITCH da história. Estava observando o John desde sempre, e ele nem desconfiava... Kennex volta a tentar lembrar-se o máximo do dia em que caiu na emboscada montada pelo Insidicato, onde perdeu seu parceiro e uma de suas pernas. E a memória é uma vadia sem coração. Mas quanto mais ele se lembra, mas a gente pode odiar a Anna, então é válido.

E isso é tudo, pessoal. Fui breve, como prometi. Até a próxima! Fiquem com a promo do próximo episódio:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top