Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [CASTLE] 5 ANOS E UM ALWAYS BEM GRANDE PRA VOCÊ.
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Parece que foi ontem que nós vimos a criança de 9 anos numa corrida atrás de açúcar chamada Richard Castle, ser presa pela extraordinária d...
Parece que foi ontem que nós vimos a criança de 9 anos numa corrida atrás de açúcar chamada Richard Castle, ser presa pela extraordinária detetive Kate Beckett da NYPD. Parece que foi ontem que nós começamos a acompanhar essa série, a shippar Caskett, a aprender a amar  e admirar Kate Beckett e, é claro, aprender a amar Richard Castle. A querer ter um Rick em nossas e vidas e querer ser um pouquinho de Kate Beckett também.


Parece que foi ontem que o carinho e amor essa série começaram a ocupar um espaço tão grande dentro do peito que se ele começou a ficar até mais leve. O amor não pesa, acreditem. Mas ele faz coisas incríveis com quem o sente. Parece que foi ontem que começamos a perceber que Castle estava mudando, amadurecendo e que Kate Beckett estava se abrindo e sorrindo mais. Parece que foi ontem que começamos a ver uma caminhada baseada em impossibilidades, muros a serem destruídos e uma vontade que não cabia no peito de ter a mulher que você ama ao seu lado. Parece que foi ontem. Mas não foi.

Foram a maravilhosos 5 anos atrás.

Vocês sabem, e eu também sei, que somente quem ama essa série de toda alma e coração podem saber o que estes incríveis e maravilhosos cinco anos significam. Se existe uma série que nos faz aprender a levar e ver a vida de outra forma é Castle. Se você parar pensar, vai perceber que Castle te marcou com uma marca indelével e invulnerável ao tempo.

A cinco anos atrás nós começamos a perceber que as maiores implicâncias e respostas curtas, grossas e de duplo sentido eram apenas um plano de fundo para algo bem maior. Quando digo algo maior eu realmente quero dizer isso. Castle vai além de uma detetive e um consultor civil investigando crimes. Castle é sobre pessoas e seus relacionamentos. Pessoas e seus medos e inseguranças. A cinco ouvimos o "You've no idea" e ficamos, assim, como Castle nos perguntando o que poderia vir depois. Até finalmente ouvirmos da boca do escritor que ele realmente não tinha ideia, mas que ambos tinham gostado....


Uma história de como somos guiados por nossas lembranças e por aqueles que guardamos no mais profundo do nosso coração. Uma história de como o passado tem influência direta em nosso futuro. Uma história sobre o quão profundas as pessoas podem ser e como é fácil de afundar em si mesmo. Uma série que nos mostra que, muitas vezes, precisamos de alguém que não desista de nós para que, assim, possamos sair de um breu e de uma escuridão que antes parecia sem fim e partir para uma vida mais leve e de risos fáceis.

Castle é uma história de amor, no sentido mais amplo, singelo e lindo da palavra. Passamos quatro anos sofrendo com nosso escritor, esperando o dia que  sua [e também nossa] musa finalmente se renderia ao seu charme. E ela teve as mais diversas oportunidades para isso, porém, só o fez depois de quase morrer e perceber que tudo que ela podia  pensar era ele.

Ele teve oportunidades, mas Castle é marcada pelas possibilidades. If Only? If Only? E se ela tivesse saído com ele lá em “Flowers For Your Grave”? E se ela tivesse aberto a porta do hotel um pouco antes em “To Love and Die in LA”? E se ela tivesse ido para Hamptons com ele em “A Deadly Game”? E se ela tivesse admitido que se lembrava de tudo, mas que estava com medo lá em “Rise”? São tantas as possibilidades que nunca saberemos os rumo que a história poderia ter tomado. Mas sabem de uma coisa? O que torna essa história tão mágica e tão linda é que, mesmo com todos os erros de ambos os lados, de todos os empecilhos e apesar de eles não fazerem sentido algum no papel, eles não vivem suas vidas em um papel. Cabe a cada um escrever sua história e criar com o outro uma relação tão maravilhosa que imaginar sua vida sem o outro não é mais uma opção. Por isso, ele morreria com ela se uma bomba acabasse com a vida dela. É por isso que ela mergulha de cabeça nas ideias loucas dele, que eventualmente podem estar tremendamente certas, e quase morre congelada em um freezer, em seus braços.


Castle é sobre famílias. E não apenas as de sangue, mas aquela que o coração escolhe e adota como sua. Sobre parceiros que são irmãos [mais novos e mais velhos], amigas que se tornam irmãs, irmãs que sempre tem bons conselhos para dar. Sobre capitãs que gostam de parecerem duronas mas que, no fundo, tem um coração gigantesco e defende os seus. Protege os seus, tal como um outro capitão que teremos para sempre em nosso coração fazia. Uma história de mães que são pais. E de pais que são mães. De mães que são ausentes por opção. De mãe que mesmo em espírito se fazem presentes.

Cerejas. Maças. Balanços. Chuva. Cubos de Gelo. Café. Fontes. 47. Always. Sabem o que eu quero dizer? Exato. Tudo isso te lembra Castle e momentos Caskett. Porque esses detalhes que surgem na série, são mantidos com todo cuidado e zelo por parte dessa equipe maravilhosa de escritores e roteiristas. Estamos quase no fim da sexta temporada e você ainda consegue perceber detalhes que surgiram lá no começo da série. É cuidado, zelo, respeito pelos fãs. A série não seria nada se o roteiro pecasse e falhasse. Mas ele é impecável. E eu posso deixar de mencionar isso neste dia especial.
 
Quantas vezes eu chorei com esta série? Quantas vezes eu me peguei pensando na forma como estava levando a vida e reavaliei situações e atitudes que estava tomando? Quantas vezes eu aprendi e reaprendi que olhar para o lado e para dor  de quem está ao meu lado é mais importante do que eu posso imaginar? Do quão importante é você ter alguém ao seu lado te apoiando nas loucuras e dizendo as verdades que precisam ser ditas, por mais que elas doam? Quantas vezes eu não contive minha lágrimas ao ver minha pequena e amada Kate chorando? Quantas vezes eu quis abraçar Johanna? Quantas vezes nós já quisemos segurar Beckett nos braços e dizer: Vai ficar tudo bem? Quantas vezes fomos representados por Castle que nunca abandonou nossa pequena gigante?


Quantas frases de Castle viraram lema para a vida? Expressões que você nunca larga? SHUT THE FRONT DOOR! As vezes um Feed The Birds é essencial. Porque se “Even on the worst days there’s a possibility for joy” é preciso entender que basta você aceitar quem você é. Mesmo que você queira ser mais do que isso. É preciso entende o significa ser o “one and done” de alguém. Admitir que você é a “One Writer Girl” de alguém te acha a pessoa mais extraordinária,  notável, enlouquecedora, desafiadora e frustrante pessoa que outro ele já conheceu. É preciso entender, sentir e viver um Always com alguém.

Mas, manter o bom humor é essencial. Trabalhar na solução de crimes é perigoso! Zumbis, pé grande, múmias, maldições, vídeos assassinos, telecinesia, viajantes do tempo, videntes...Tudo pode aparecer. E você precisar estar preparado. Quem sabe o que mais bizarro pode surgir quando seu parceiro é Richard Castle? Se é mais do que bonito e poético acreditar na magia de cada dia, porque não acreditar no “algo mais”? Não. Tudo bem, Beckett eu estou com você nessa [e em todas as outras].

Uma série sobre viver a vida intensamente e experimentar todas as experiências de quase morte pelas quais alguém pode passar, seja em um tiroteio, alguém tentando explodir seu apartamento, uma bomba quase explodir sua cidade, morrer congelada em um freezer, atacada por um tigre, ficar preso como refém em um sequestro a bando [mas mesmo assim conseguir resolver o caso], morrer afogado quando seu carro cai num rio, ser quase assassinado pela sua ex musa. Levar um tiro no peito e sofrer de estresse por traumático, mas saber que existe alguém que está lá por você e te dá espaço para que você passe por isso. É você estar quase morrendo caindo de um prédio e só pensar em uma pessoa.


Abrir mão do orgulho e ir atrás do homem que você quer. Perceber a burrada que fez durante anos e pedir desculpas. É não responder nem que sim , nem que não quando ele te pede em casamento. É você entender que ele não sabe viver sem você e, então, seu sim sai alto e claro. É querer que o mundo fale sobre vocês e aceitar as condições de estar noiva de alguém que é um pouco famoso.

Sabem o que Castle significa? Uma playlist fantástica em seu celular. Porque as músicas tem um encaixe tão perfeito com as cenas, com o clima que toca e você não passa imune por elas. Elas te atingem e te pegam. Elas te fazem sentir.

 A cinco atrás nos deparamos com essa equipe fantástica. E a série não seria o que é hoje sem cada um dos atores que dela fazem parte. Mas sou eu, Michelle Louise, quem está escrevendo este texto. E eu sou Stanatic. Se todo fã precisa de uma inspiração, eu encontrei a minha. Stana, minha linda e amada Stana. Muito da série se deve a ela e, mesmo os mais cabeças duras não podem negar este fato. Obrigada, Castle por me apresentar a essa mulher e atriz maravilhosa.  A cinco anos atrás eu conhecia o seu trabalho e hoje eu continuo aqui, mesmo de longe, aplaudindo em silêncio o reconhecimento dele e vendo o quão longe ela já chegou e ainda vai chegar.



Mas cada um dá o seu toque especial para a série e as atuações são tão perfeitas que você, muitas vezes, esquece que tudo é apenas uma série. Muitos questionam o nome da série [Oi, eu estou bem aqui questionando quietinha], mas no fundo essa série deu tão certo pelo conjunto. Nathan, Stana, Seamus, Jon, Tamala, Penny, Molly, Susan..todos. Todos são fantásticos [uns menos que outros] e graças a amizade gigante deles dentro e fora da tela fez a série crescer e melhorar.

Eu poderia passar minha vida escrevendo este texto, eu poderia escrever um livro. Eu geralmente domino as palavras, mas elas me fogem no dia de hoje. Nem que eu passasse 47 anos tentando escrever um texto eu conseguiria explicar o que esta série significa para mim. Eu jamais conseguiria explicar o que eu sinto a cada episódio, a cada cena. Eu jamais poderia explicar a alegria que sinto a cada segunda feira que tem episódio novo, ou que eu sinto nos hiatus. Eu apenas sei que o que sinto não é racional ou lógico. Mas é tão real que chega a doer. É tão real que vê de fora não é capaz de entender. Mas Castle nunca foi questão de entender, e sim de sentir. Sentir as palavras, sentir a série, sentir os atores e sentir todo o carinho dos envolvidos pelos fãs.



É sentir a força de um fandom que tenta a cada premiação, votação a cada possibilidade que surge de mostrar o que esta série significa para a gente. Tudo que a gente faz, escreve ou tenta escrever é apenas para mostrar que nada do que façamos irá mostrar o tamanho desse nosso amor que ultrapassa a tela, ultrapassa barreiras geográficas, físicas e racionais. Nós tentamos da nossa maneira mostrar que admiramos o trabalho dos envolvidos.

Cada membro deste fandom importa. Porque esse é o nosso diferencial. Nós somos uma grande família e por isso aproveitarei esse momento para fazer um pedido.

Se aceitem. Meu coração dói toda vez que eu vejo brigas sem sentido dentro de algo que não tem espaço para isso. Castle e Beckett são diferentes em tudo, inclusive, em muitas opiniões. Por favor,não briguem. Não vejo Castle como espaço para virar um ringue, um campo de guerra. Se a série nos mostra o valor do amor, porque vocês fazem o inverso aqui fora?  Por favor, shippem quem quiserem, tenham suas preferências, brinquem com isso. Mas com moderação e sem ofensas.

Eu só tenho a agradecer por estes incríveis cinco anos de puro amor sendo jogado dentro do meu corpo. Por esses cinco anos de casos maravilhosos, de emoções a flor da pele. De finales que nos matam e duplos que nos deixam sem respirar por uma semana. Eu agradeço poder falar para todo mundo que essa série existe e eu amo poder fazer as pessoas viciarem nela.

Agradeço por essa série ter me mostrado o amor vence duas todas os obstáculos e que quando duas pessoas se amam na magnitude que Castle e Beckett se amam, o impossível só demora um pouco mais de tempo que o possível para se realizar. Obrigada por me mostrarem que mesmo quando duas pessoas estão perdidas em lugares e momentos diferentes eu desvio qualquer no caminho pode fazer elas se encontrarem e, sabem do que mais? Dali pode sair uma história de amor épica. Nada é impossível quando duas pessoas sentem e dividem o mesmo sentimento. Basta ambas acreditarem que é possível. Que quando você tem alguém que completa suas frases e fala a mesma coisa que você, ao mesmo tempo...É hora de aceitar que vocês nasceram um para o outro. Aí então, eles podem finalmente encontrar sua música e entender que um primeiro beijo sendo num disfarce, o primeiro "Eu te amo" depois de um tiro ou em cima de uma bomba, marcam qualquer casal. E ela entende que se ele te trazer um copo de café todas as manhas apenas para ver um sorriso em seu rosto, ele só pode ser o homem da sua vida.



Obrigada a toda a equipe, cast, crew e ao fandom. Obrigada por serem tão maravilhosos. Eu não posso contar quantos amigos já fiz por causa de Castle e saibam que, juntamente com a série, eu guardo cada um de vocês no fundo do meu coração e no mais profundo da minha alma.

Obrigada pelo dia 9 de março ter existido. Lá se foram cinco anos. Seis temporadas, 122 episódios, 5 livros e 3 romances gráficos. E eu só quero mais. Eu quero mais e mais temporadas, de mais e mais emoção. Eu quero Castle para sempre comigo.

Eu sei que a série um dia vai acabar, seria impossível uma série eterna. Mas o que eu sei é que ela tem feito uma marca tão bonita no coração de cada fã que ela será eterna de uma forma de outra. Da forma que existem pessoas que estarão conosco não importa o que aconteça, sendo nossa terra firme, nossa estrela polar e as vozes claras e suaves em nossos corações, Castle estará em nosso coração hoje, amanhã e 

Always. 

Reações:

Sobre o Autor

 
Top