Comentários
Nassara Bueno Nassara Bueno Author
Title: [REVIEW] CSI - S14E15E16: LOVE FOR SALE AND KILLER MOVES
Author: Nassara Bueno
Rating 5 of 5 Des:
Sabe aquele episódio que você pensa que vai ser chato e que logo de cara vai descobrir quem é o assassino? Então, se alguém descobriu a...


Sabe aquele episódio que você pensa que vai ser chato e que logo de cara vai descobrir quem é o assassino? Então, se alguém descobriu antes o assassino desse episódio, por favor, se prontifique! 

Até agora estou tentando digerir o que foi que aconteceu, não sei se foi a surpresa de descobrir quem foi o assassino ou se foi os vários plot twists que realmente me impressionaram, porque já estamos carecas de saber que CSI tem aquela velha fórmula: apresenta o caso, a equipe chega no local, vamos para a autopsia, encontram algo que incrimina uma pessoa (que nunca é o assassino) e depois eles descobrem que na verdade o suspeito foi aquele que apareceu bem no começo ou no meio do episódio, não é ? 
E então quando apareceu a família da vítima e ainda por cima o pai era Reverendo eu fiquei com um pé atrás, não sei se vocês lembram, mas no 8x4 “Go To Hell ’’ a religião é tratada de uma forma bastante depreciativa,  e automaticamente pensei que a história iria se repetir agora na 14 temporada. 
Mas como tudo que aconteceu essa semana foi completamente 'não linear' os produtores conseguiram mudar muito bem a dinâmica do caso. 



É incrível que depois de tanto tempo assistindo series, eu ainda consiga ficar perplexa com certos tipos de assunto, como o que aconteceu a nossa vítima que foi assassinada e ainda violentada sexualmente.
Só senti que o papel de sensível não caiu muito bem na Jules, geralmente quem é a mais 'sentimental' é a Sara, eu não sei explicar e muito menos consigo entender o por que dela não aparece mais na série, e a coisa só piora porque durante os episódios ninguém explica a razão da personagem estar sumida.

Tirando algumas inconsistências bobas eu simplesmente amei o caso, como assim tivemos uns seis suspeitos? Foi super interessante ver a 'dança das cadeiras', a cada cinco minutos tinha uma pessoa sob investigação mas sempre voltávamos a acreditar que era o pai da menina, e mesmo com várias provas contra ele eu simplesmente me recusei a acreditar que com uma história boa dessas os produtores iriam entregar a resposta tão fácil assim. Porém, depois de desconfiar da dona do bordel, o barman, a prostituta (que no caso era a irmã mais velha) e de um cliente, a surpresa ficou em ver que a mãe que pagava de santa era na verdade a pessoa que aliciava as filhas adotivas e ainda por cima matou a menina por não querer entrar no mundo da prostituição.

*E com episódios assim da até saudade das primeiras temporadas de CSI. 


PS:  Alguém pode me dizer da onde saiu esse detetive Crawford ? Sei que ele fez outros episódios, mas não machucaria ver o  O’Riley ou  Vartann de volta a serie.



S14E16: KILLER MOVES



Olha vou te contar, parece que voltei pra 5ª temporada !

Essas duas semanas foram ótimas para CSI, tanto o episódio passado quanto esse lembraram muito das primeiras temporadas da série quando os casos eram melhores, não digo nem pelo final porque já estava na cara que era a organizadora do evento, mas sim pelo desenvolvimento do caso. 

Primeiramente gostaria de dizer o quanto foi criativo basearem os assassinatos em uma partida de xadrez. Cada vítima representava uma peça do tabuleiro, e como a nossa assassina era praticamente uma Expert no assunto fez questão de matar cada um devido ao seu personagem, um bispo representou o Bispo, Elvis representou o Rei (adorei a analogia) e assim por diante.



Quem teve um maior destaque nesse episódio foi o Greg, foi interessante mostrarem mais da vida do personagem e como ele era quando adolescente, uma coisa que sempre me irritou na série é que a vida pessoal dos personagens é muito mal explicada para o telespectador. CSI é uma série procedural, sei que eles não estão ali pra bancarem os amiguinhos felizes que saem pra jantarem juntos, o formato em si não permite certos tipos de brincadeiras ou diálogos mas já ficou ridículo eu nunca ter visto por exemplo, o Greg em casa relaxando. Deixando o desabafo de lado, a parte em que ele identifica as ruas como movimentos de Xadrez foi de uma visão magnífica que me arrisco a dizer que somente o Grissom poderia fazer tal conexão. 
  



Seguindo aquele formato conhecido pelos fãs, a assassina já tinha aparecido antes pagando de organizadora do evento, particularmente gostei muito dos métodos da Jenny e como tudo que foi tratado no episódio foi sobre o jogo nada melhor do que essa explicação : ''Sabe, são 32 peças no tabuleiro. Bispos, cavalos, peões, reis. E ainda assim, qual peça é a mais poderosa?  A rainha.''. Ela representando a Rainha foi a cereja do bolo, seria perfeito se esse assunto fosse explorado por mais tempo, ou se ela fosse a serial Killer da temporada, agora imagine uma temporada inteira com peças lançadas em cada episódio, não seria épico? 

Como todos já sabem CSI foi renovada para  15ª temporada, se isso foi a coisa certa a se fazer só o tempo dirá.


PS1: Vários atores conhecidos pelo público como Ron Glass (Firefly) e Carlo Rota (24 Horas)  marcaram esse episodio.  
PS2: Cadê o Jim?
PS3: A voz do ator que interpretou o Greg adolescente é igual a do Eric Szmanda.
PS4: O que aconteceu com o cabelo da Sara?  Está  horrível.
PS5: Só conseguia lembrar do Gil nas cenas de Xadrez, como seria épico ver o Grissom desvendando esse caso.
PS6: Nick sem barba e sem cabelo ficou simplesmente apavorante.
PS7: Sabia que tinha sido a organizadora porque o nome dela era Jenny Carroll, The Following feelings.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top