Comentários
Maluci Vieira Maluci Vieira Author
Title: [REVIEW] MIND GAMES - S01E02: ASYMMETRIC DOMINANCE
Author: Maluci Vieira
Rating 5 of 5 Des:
Foi um ótimo episódio para mostrar como a quebra de preconceitos é importante e possível. Não fosse por todo o trabalho que a equipe te...

Foi um ótimo episódio para mostrar como a quebra de preconceitos é importante e possível. Não fosse por todo o trabalho que a equipe teve em colocar mais um candidato na disputa que tivesse todos os requisitos necessários, as características de Cathy antes desvalorizadas, não se tornariam o ponto determinante na hora de ganhar a vaga como CEO. Ainda no final foi apresentado o outro lado, aquele no qual as pessoas que não tem um diploma e muitas vezes são subestimadas e até perdem empregos por causa disso, podem dar a volta por cima e até mesmo abrir suas próprias empresas e obter sucesso nas escolhas.

Foi um caso tranquilo, mas mostrou um pouco da relação das grandes empresas com as diferentes gerações. Sempre me interessei mais em ver como as coisas são feitas e não exatamente os seus resultados. O que irá acontecer no final é na maioria das vezes previsível, e série aponta que pode ser até mesmo manipulado e alterado, como uma operação matemática, por exemplo. Mas é nesse ponto que a beleza se encontra, não estamos falando de exatas, mas de uma ciência. E esse jogo é inconstante, incerto e cheio de variantes. A forma como eles focam na explicação de cada procedimento é muito interessante, eles mostram todo o processo, que, tecnicamente, levará ao resultado esperado. Praticamente uma aula sobre o assunto. 


É bonito ver que o grupo trabalhar unido, usando muito o “nós” ao invés do “eu”, pelo menos por enquanto. Isso se mostrou muito no momento de planejamento e nas vitórias, mas na primeira falha, acabaram apontando o dedo para Clark. Não deveria ser assim, pois a mesma doença que trás ações incontroláveis como aquela que quase arruinou tudo, é também responsável de certa forma pelos momentos brilhantes. Ross admitiu isso, que todos precisam se ajudar. Contudo várias brechas, principalmente por efeito dos planos de Ross, deixam claro que a paz entre os irmãos não vai durar muito. Beth é um exemplo disso.

Em dois episódios Ross conseguiu passar por uma montanha russa na sua relação com Beth. Pensávamos que a moça ia demorar a aparecer, mas logo no piloto ela já estava novamente na vida de Clark, então imaginamos que o clima ficaria tenso entre ela e Ross, porém de uma maneira muita prática os dois conseguiram entrar em um acordo. Essa mudança na relação deles é um exemplo que a série tem realmente uma dinâmica diferente da usual, as circunstâncias mudam e eles se adaptam, sem tanta enrolação. O caso é que agora temos Claire, a toda correta, envolvida. Então vai ser bem complicado manter a mesma harmonia de antes.

 “Você verá...Tem a ver com ciência”
PS.: Samantha, que apareceu do passado de Ross, conseguiu se adaptar bem ao ritmo meio louco da empresa. Mas não sei se mais uma pessoa com tendência a ser imprudente seria uma boa aquisição nesse momento, talvez somente para efeito de tirar todo o peso de “ovelha negra” que Ross acaba carregando sozinho.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top