Comentários
Rivka Ajzental Rivka Ajzental Author
Title: [REVIEW] SUPERNATURAL - S09E15: #THINMAN
Author: Rivka Ajzental
Rating 5 of 5 Des:
Desde a terceira temporada, as vésperas da morte de Dean, não víamos os Ghostfacers em ação, em busca dos casos paranormais em que os q...


Desde a terceira temporada, as vésperas da morte de Dean, não víamos os Ghostfacers em ação, em busca dos casos paranormais em que os quatro amigos bobos se envolviam, e com os passar dos anos, restaram somente dois, Harry e Ed, ainda inesperáveis.

O caso no maior estilo Scooby Doo da vida, serviu especificamente para traçamos um paralelo no relacionamento dos irmãos com os dois caça fantasmas. Quando um estranho assassinato acontece em Washington os irmãos são levados a crer em fantasma, mas todos só comentam de um mostro que chamam de Thinman, um ser explorado pelo Ghostfacers que os meninos nunca tinham ouvido falar.

A parte criativa do episódio foi "monstro da semana", baseado nos memes recentes da internet do Slenderman, um monstro que tem uma cabeça branca, não tem rosto, não tem cabelo e usa um terno preto. Está normalmente associado a floresta, acho bem divertido quando comentam situações normais do nosso dia a dia para criar um episódio.


E no final o Thinman não passava de uma simples invenção de Ed para animar Harry a continuar na equipe, fazendo-o até desistir de um relacionamento promissor e o monstro não passava de um menino sociopata louco que matou uma jovem porque não queria sair com ela e seu chefe de trabalho. Triste a realidade dos pobres humanos, até Dean já comentou nas primeiras temporadas que entendia os monstros, e os humanos que são loucos.

Após salvarem o dia, o negócio ficou entre a briga de Harry e Ed que decidiram se separar e Harry decidiu  seguir seu caminho, pois algumas coisas se podem perdoar, outras não. Realmente foi idêntica a dos irmãos Winchester.


E foi legal esse gostinho nostálgico, e como a separação dos Ghostfacers deu uma refletida, em partes, na situação do Sam e Dean, servindo como uma alfineta para eles pensarem em como estão agindo. Porém, continuo achando o Sam um babaca, nada justifica essa coisa de querer ser apenas um “colega de trabalho” e não família, acho melhor os roteiristas darem um pause nisso, porque ninguém aguenta mais.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top