Comentários
Dana Rodrigues Dana Rodrigues Author
Title: [REVIEW] VIKINGS - S02E03: TREACHERY
Author: Dana Rodrigues
Rating 5 of 5 Des:
Pelo próprio nome, sabemos do que se trata o episódio: Traição. "Treachery " foi cheio de questionamentos acerca da própria ...

Pelo próprio nome, sabemos do que se trata o episódio: Traição. "Treachery" foi cheio de questionamentos acerca da própria palavra.

Após a chegada dos "homens do norte" à Wessex, estes acabam invadindo e saqueando uma igreja em Winchester. E já nessa primeira parte do episódio é apresentada uma forma de traição. Primeiro temos Athelstan, que como falei nas outras reviews, ainda seria confrontado com suas crenças, e mesmo estando do lado de Ragnar não conseguiu abolir definitivamente as coisas de seu passado. E Floki começa a suspeitar dessa traição. Tudo bem que não foi uma coisa tão significativa assim, mas pelo fato de livrar o Bispo do sofrimento, falar tão apaixonadamente (pelo menos eu achei) sobre alguns costumes católicos, pudemos perceber que nosso querido "Priest" ainda possui estas raízes e aparenta sim estar dividido. Acho muito interessante essas cenas de choque cultural em que Athelstan ensina algo sobre catolicismo para Ragnar: "O que é um milagre?". Após o incidente com o Bispo, Floki ainda chega a confrontar Athelstan levando para ele uma bíblia e ainda dizendo que não acredita nele. Toda essa desconfiança de Floki tem todo sentido mas isso, pelo menos não ainda, parece incomodar Ragnar. Acho de verdade que Lothbrook acredita no "Priest".


Finalmente neste episódio pudemos ver como está a vida da Lagertha, que na minha opinião anda infeliz - não me pareceu ser a mesma de sempre - e ainda com os olhos brilhando quando Bjorn (já praticamente adulto) fala do seu pai. Ela casou-se com um Earl (Sigvard) que após bater nela tenta agradar de qualquer forma a Bjorn (menos fazendo o que ele realmente quer, que é viver sozinho, sem regalias). Acredito que no próximo episódio vamos ver mais o desenvolvimento deste plot.

Não posso deixar de mencionar que Aslaug estava certa em relação ao seu filho Sigurd, mais conhecido agora como cobra-no-olho. Esperemos por mais coisas sobre isso pela frente.


Jarl Borg, se sentindo traído (mais uma referência o nome do episódio), se casa e decide invadir Kattegat, para se vingar de Ragnar, por ter ido saquear novas terras sem ele e também de Rollo, que acabou não lutando contra seu irmão no primeiro episódio dessa temporada. Quando eu estava pensando "não acredito que não veremos Rollo nesse episódio" eis que ele aparece, quer dizer, Siggy vai em busca dele para avisar do ataque iminente. Na minha opinião, Rollo fez um ótimo trabalho com o que tinha, comandou bem, mas no final das contas, concordo que ele tenha fugido (fiquei achando que algum dos dois morreria nessa luta). Vamos ver o que acontecerá quando Ragnar souber desse ataque (prevejo sangue rolando).

Será que pelo que Ragnar falou das terras na Inglaterra, os Vikings realmente vão se estabelecer por lá?
O que será do rei Ecbert quando se encontrar com Ragnar?
E os outros filhos do Ragnar, Aslaug, Siggy e Rollo?
Ah, e o que esperar de Bjorn e Lagertha?

Isso serão algumas das questões para essa temporada, que, apesar de estar apenas no começo, está sendo fantástica! 

E aí, o que acharam do episódio? Sintam-se à vontade para comentar e complementar esta review!


PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:
Reações:

Sobre o Autor

 
Top