Comentários
Poliana Mendes Poliana Mendes Author
Title: [REVIEW] THE VOICE US - S06E07/08: BATTLES ROUND 1
Author: Poliana Mendes
Rating 5 of 5 Des:
E a melhor fase do The Voice está de volta! Não é novidade para ninguém o quanto eu gosto das batalhas, candidatos pimpadíssimos perdend...

E a melhor fase do The Voice está de volta! Não é novidade para ninguém o quanto eu gosto das batalhas, candidatos pimpadíssimos perdendo para underdogs, outros fazendo jus as quatro cadeiras viradas, técnicos fazendo burrada, steal bem gastos, outro nem tanto, candidatos que gostamos indo embora. Enfim, é emoção pura! E só espero que essa temporada seja boa! Para quem não sabe, os The Voice terá novidades! Está curioso? Clique aqui.

Biff Gore x T. J. Wilkins – Team Usher
Poli: Lembro da audition de Biff, a de T. J. só lembrei pelo seu nome. Antes da batalha começar, apostei todas as minhas fichas em Biff, mesmo a escolha de R&B favorecendo ambos. Quando a batalha começou T. J. me chamou a atenção mais que Biff, o que acabou me surpreendendo. Foi uma batalha ok, nada de MEU DEUS DO CÉU QUE BATALHA! Mas conseguiu ter uma energia bacana e ser envolvente.

Rafa: Nem precisava ser mãe Dinah para perceber nas auditions que esta dupla seria uma das batalhas que veríamos, mas não previa esta vitória de TJ até por que, TJ pode ser afinado e fazer as coisas direitinho, mas não tem a força de Biff que pra mim não é também grande coisa, mas no seu estilo sabe trabalhar bem com o que tem. Mas pra mim, nenhum dois dois vale um steal.

Vencedor: T. J. Wilkins.
Steal: Blake.

Jake Worthington x Lexi Luca – Team Blake
Poli: Um country como vários outros que já passaram no programa e uma who que teve a audição cortada. Não botei fé nenhuma nessa batalha, ambos parecem bem boooooring. Ela estava bem nervosa que ele, o que acabou afetando nos treinamentos. Mas até que a batalha foi boazinha? Pensei que ia ser bem mais ou menos, mas foi até legal de ver, grande parte pela escolha da música. É inegável que a menina ainda precisa de muito treinamento, falta firmeza na sua voz, o que sobrou na do Jake.

Rafa: O que esperar de uma batalha de um cara de 3 cadeiras viradas contra uma garotinha que apareceu 2 segundos em um dos boxes das auditions? Super previsível, mas de qualquer forma ao menos ambos são jovens e combinam bastante graças ao estilo musical. Mas que musiquinha chata, credo!

Vencedor: Jake Worthington

Dani Moz x Deshawn Wahsington – Team Shakira
Poli: Mais uma com blind cortada e um que teve uma audição só ok, (já to achando bem chatinho esse episódio, nenhum que pelo menos eu sinta empatia cantou ainda). Achei bem diferente os estilos de ambos, o que acabou dificultando em alguns pontos do ensaio achar a vez de um e do outro. Acho que pelo tipo de voz nos duetos praticamente não se ouviu Deshawn, o que eu acho um ponto negativo, já que dá tranquilo para ambos brilharem nos seus momentos. Melhor battle até agora. Boa Shak!

Rafa: Nos ensaios eu já gostei bastante da voz dos dois, mesmo não achando Dani muito interessante nas auditions, gostei do seu esforço, já que parecia que ela já tinha entrado perdendo nessa.  A versão final ficou muito boa, e assim como eu Shaki gostou de Dani, mas ainda acho que esta briga valeria um steal, Deshawn é tão mais interessante que a duplinha que iniciou as batalhas...

Vencedor: Dani

Kat Perkins x Patrick Thomson – Team Adam

Poli: Opa, as coisas já estão melhorando, dois participantes que lembro bem, o que já é algo bom. Duas vozes que eu nunca imaginei batalhando, mas que conseguiram achar o ponto certo de cada um se destacar na sua hora e as vozes até que combinaram nos duetos. Até agora a maioria das batalhas estão bem equilibradas, não tem como saber de primeira quem o coach vai escolher (exceto o Jake) e nessa battle não foi diferente.

Rafa: Eu tenho me esforçado para não me apegar mais a nenhuma Kat, desde as ultimas temporadas, mas essa daqui é tão interessante e tem a voz que me conquistou nessa música. Então assisti essa batalha já na torcida, e ambos foram fortes, e interessantes, mas Kat venceu e segue em frente.

Vencedor: Kat
Steal: Shakira

Paula Deanda x Sisaundra Lewis – Team Blake

Poli: Acho que uma das batalhas mais fáceis de prever: as duas vozes ‘divas’ que Blake tinha no seu time. É uma daquelas batalhas em que temos 99% de quem vai ganhar. Se tem uma coisa que Blake NUNCA erra é na escolha das músicas e para duas vozes poderosas foi uma ótima escolha, depois do dueto lindo entre Xtina e Gaga na 5ª temporada queria ver algo muito bom. E pelos treinos acreditei muito nisso. Pena que Paula não tinha a potência necessária e foi engolida por Sisaundra.

Rafa: Mesmo Sissaundra sendo uma das minhas favoritas, já iniciei sentindo uma certa peninha de Paula, na hora que a mulher faz aquele agudo mais ao final da batalha então pensei na hora, Game Over! A apresentação como um todo funcionou, fizeram um show no palco, desta forma Sissaundra coroou sua participação nesta fase. Por que esta apresentação não foi a última da noite eu não sei.

Vencedor: Sisaundra

Jake Barker x Stevie Jo – Team Usher

Poli: Sério que a última batalha será desses dois aí???????? Já comecei retada por causa disso, mas para ser a última da noite eles devem ter feito algo de bom. E aí eles começam a cantar e eu fico esperando, esperando, esperando e nada espetacular acontece!! É minha gente, todo o otimismo que eu tinha nessa temporada acabou depois desse episódio. Entre os dois, prefiro o bonitinho, só isso que eu tenho que comentar dessa batalha. Acho que vi a apresentação diferente dos coaches, por que né...

Rafa: Sempre que acontece alguma burrada muito grande nos ensaios do team Usher eu tenho dó dos participantes, mas até que ele não está não agressivo nesta temporada, Stevie tem suas várias falhas, mas nesta batalha, desde o inicio achei que dificilmente ele perderia. A escolha da música foi muito boa, acredito que pôde mostrar que Jake é melhor do que foi mostrado em sua audition por isso fiquei animado com a vitória dos dois nesta batalha.

Vencedor: Stevie Jo.
Steal: Adam

Clarissa Serna x Jeremy Briggs – Team Shakira

Poli: Uma 4-chair fortíssima contra um esquecível como tantos outros nessa temporada. Foi uma das primeiras vezes que vi Shakira realmente fazendo o seu papel de coach, preocupada com o rumo da batalha (pontos para ela). E quando começaram a cantar fiquei muito feliz, primeira batalha que realmente entendeu a ideia do que é uma batalha! E Jeremy foi uma grande surpresa, foi muito melhor do que eu imaginava, mas a minha escolha ainda seria Clarissa.

Rafa: Shakira soube escolher a musica e quem ia brigar nessa batalha. Gostei da forma que cada um cantou sua parte e principalmente quando cantaram juntos mostrando a potência e a qualidade do tom deles, sem desafinar feio como foi no ensaio. Escolher o vencedor, se eu fosse o coach seria bem complicado, não por que eles são fantásticos mas sim por que são cantores de nível parecido. Como não me apeguei a nenhum deles até então,  não senti a saída do Jeremy.

Vencedor: Clarissa

Caleb Elder x Delvin Choice – Team Adam

Poli: Donuts x Starbucks, quem levará a melhor? Delvin tem uma voz poderosa e Caleb uma voz que eu particularmente gosto mais de escutar, demoraram um tempinho até achar o jeito certo de cantar, mas enfim acharam. Mas parece que perderam quando começou a batalha, porque dois candidatos com ótimo potencial fazendo mais uma de tantas batalhas razoáveis já vistas nessa primeira semana.

Rafa: O interessante nas batalhas do team Adam é que com ele, muitas vezes o menos é mais, e o importante é o todo, não o alcance de notas loucas e tal. Além dele ser O cara por falar: “o ensaio não está bom!” sem ser irritante como o Usher. Diferente da batalha anterior, não tem jeito, pela simpatia e voz, torci a todo minuto pelo Caleb. Mas não tem como não falar que Delvin lutou e foi atrás da sua vitória.

Vencedor: Delvin

Megan Ruger x Ria Eaton – Team Blake / Ddendyl x Lindsay – Team Shakira / Brothers Walker x Morgan Wallen – Team Usher
Poli: E o primeiro combo das batalhas já começou! Agora se preparem para eu reclamar muito! 2 queridinhos meus ficaram nesse combo! Além de outros candidatos que demonstravam um grande potencial nas blinds, não sei o que aconteceu realmente se todas foram ruim desse jeito. Mas até agora tivemos tantas ruins que não é possível que eles tivessem sido piores não. A NBC fica com tanta propaganda durante o programa e tanto previously do que ocorreu a 5 minutos atrás que se parasse com essas coisas, dava pra diminuir o número de combos.

Rafa: Combo nunca é legal, acho que teve gente nesse meio muito mais interessante do que foi apresentado nestes dois dias de batalha, além de ser injusto para os participantes e para os espectadores que deixa de conhecer melhor os participantes. Mas enfim, apenas vi ali os participantes que serão apenas os sacrificados no 2º round das batalhas.

Vencedores: Megan, Ddendyl e Morgan

Brittnee Camelle x Melissa Jiménez – Team Usher
Poli: Uma das batalhas mais fáceis de prever do team Usher. Uma das melhores battles dessa fraquíssima primeira semana de batalhas. Ambas fizeram seu trabalho muito bem, mas na minha humilde opinião Brittnee se sobressaiu bem mais que Melissa. E acredito que Usher fez a grande burrada da primeira semana. E Adam acaba com seus steals, já escolhendo seus dois cordeirinhos para os knockouts.

Rafa: Não gostei muito da dupla, por que não vi graça nelas nas blinds, e na batalha achei tudo muito gritado, numa música que foi dada a Brittnee maiores chances de ganhar devido ao seu tipo e timbre de voz. O que tirar de bom, a nota final dada por Melissa, que foi direta e no alvo. Mas a batalha foi épica? Não mesmo!

Vencedor: Melissa
Steal: Adam

Comentários finais: 

Poli: Acho que vocês viram que eu não gostei muito dessa semana, muito pela falta de entusiasmo dos candidatos e algumas vezes pelas escolhas musicais. No geral achei as escolhas da duplas boas, mas algo faltou para que nos entregassem ótimas batalhas. A outra crítica vai para a edição, como já falei dos combos, outra coisa é que antes das battles eles anunciam se teve steal ou não, perdendo grande parte da emoção de darmos adeus a um candidato que gostamos muito. Agora é torcer para a segunda semana ser bem melhor, já que muitos cantores bons ainda não se apresentaram, espero que eles estejam guardando o melhor para o final. E sobre as mudanças, adorei que não teremos mais knockouts, para mim era a pior fase do programa, mais uma fase de batalhas terá bem mais emoção e prevejo confusão na hora da escolha das músicas pelas duplas.

Rafa: É chato falar isso, mas esperava mais das batalhas iniciais. Acredito que tem muita coisa boa ainda por vir, mas um pontapé inicial pode fazer a diferença tanto para os participantes quanto pro programa em geral com relação a audiência e tudo mais. Espero relembrar nas próximas semanas o talento que vi nas auditions e me surpreender com outros Who que eu não dava nada. Aproveito para deixar aqui o meu pesar por não termos mais os knockout rounds, que era uma ótima forma dos acts mostrarem que além de talentosos, sabem escolher a música pra vencer e mostrar a que veio.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top