Comentários
Gabriel martins Gabriel martins Author
Title: [REVIEW] THE WALKING DEAD - S04E16: A
Author: Gabriel martins
Rating 5 of 5 Des:
E acaba mais uma temporada de TWD, sem dúvida com um final melhor que a de sua antecessora, o que não é grande coisa. Em sua Season...

E acaba mais uma temporada de TWD, sem dúvida com um final melhor que a de sua antecessora, o que não é grande coisa.

Em sua Season Finale intitulada “A” o foco das ações é Rick e sua turma colidindo com Dalry e seus amigos.

E o episódio não perde tempo em colocar estes dois grupos em ação no que resulta em um dos melhores momentos dessa temporada, sem dúvida.

Reparem, por exemplo, o que o design de som faz quando Darly apanha do grupo, transformando os sons da briga em algo que remeta a uma rinha de cachorro. Logo após temos de novo um trabalho cuidadoso da música auxiliando o clímax da cena quando um som constante e crescente surge até chegar o momento do disparo.

E enfim o clímax que é primoroso em vários sentidos. Primeiro a cena em si, não é a primeira vez que Andrew Lincoln simplesmente detona. Tal qual Hugh Dancy (Will Gramm de Hannibal) e Claire Danes (Carrie Mathison de Homeland) ele consegue fazer um personagem instável mentalmente de forma brilhante. Não só a forma como ele fala, mas o olhar dele, a postura curvada e o andar sempre passando preocupação, são detalhes que mostram a composição deste que é, sem dúvida, o personagem mais bem construído da trama (se não o único).

E aqui ele, juntamente com o Diretor, tomam diversas decisões cruciais para a realização da sequencia, a começar pela, nada sútil, metáfora entre o disparo da arma com o disparo do Dark-Rick, assim como a zumbido, mas mais importante é o olhar dele diretamente para a câmera no instante em que ele já não está mais no controle dele mesmo.

Há de se destacar também a fotografia sempre carregada de preto em cima do protagonista, reforçando seu lado Dark

O momento-chave é a hora em que, o até então controlado Xerife, sucumbe a tudo o que ele mais desprezava, matando seu oponente da mesma forma como um zumbi pega sua presa. 

Uma pena, porém, ver o quanto esta cena é uma exceção deste episódio.

Após a vitória da turma da prisão vemos que eles encontram o tão prometido Terminal e, como eu previ na review anterior, o povo lá não é tão amigável assim, (azar do Rick não ler o DDS, não entraria nessa enrascada, tesc tesc).


Agora, o estagiário que escreveu este final deveria ir preso. Falo isso por que não consigo acreditar que a mesma pessoa envolvida anteriormente em episódios primorosos como The Grove, possa ser o mesmo que escreveu aquele final. Todos os colegas juntos em uma única cela (coincidentemente), me vira o Rick começa a falar parecendo que tem um plano que vai abalar as estruturas de todo o universo para, ao fim do seu impactante monólogo, olhar para a cara de todo mundo e dizer “Eles erraram ao mexer com as pessoas erradas” (?!) sério, oi?

Já deu uma olhada ao redor, buddy? Ou o Rick tá fora da caixinha de vez ou ele merece umas boas bifas. 

Enfim, chegamos ao final da quarta temporada e, se não tivemos um final tão ruim como o da terceira, ao menos os envolvidos tentaram chegar lá, foi por pouco.


Reações:

Sobre o Autor

 
Top