Comentários
Jean Marc Jean Marc Author
Title: [PRIMEIRAS IMPRESSÕES]: FARGO
Author: Jean Marc
Rating 5 of 5 Des:
Tem tiro, porrada e bomba - Murray, FABIANA. ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS! Fargo é uma versão televisiva do filme de mesmo nome produ...

Tem tiro, porrada e bomba - Murray, FABIANA.

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS!

Fargo é uma versão televisiva do filme de mesmo nome produzido em 1996. Com produção dos irmãos Joel e Ethan Coen, e roteiro de Noah Hawley, a minissérie terá dez episódios, estrelados por novos personagens, um novo crime, mas o mesmo humor negro visto no filme. A série não é uma refilmagem, mas uma variação temática passada na mesma região gelada de Minnesota.  

Primeiramente, queria não só agradecer a Deus, mas a Jesus, por nos presentear mais um piloto fantástico dessa mid-season. Eu estava muito ansioso por essa estreia, pelo fato de ter um elenco mais que badalado, e pelos seus trailers nos mostrarem que viria algo bom por aí. Eu não tinha visto o filme ainda, mas antes de começar a série, resolvi assistir a essa coisa louca que é Fargo, onde é literalmente uma comédia de erros(subtítulo do filme, Brasil sendo Brasil).

De início, a série começa mostrando o nosso assassino, que há muito tempo não via um tão carismático, psicótico e arrisco até falar filosófico, acho que desde Utopia, quando conheci o Arby. É tão bom, quando em apenas um episódio, os personagens te cativam, te deixando aflito a cada cena, já se preocupando com o que vai acontecer a cada um deles. O cara esbanjou atuação, em um momento em que ele começa a "influenciar", a todos com quem fala na cidade de Fargo, entrando literalmente na mente das pessoas, mas calma, isso não é uma série sobre mutantes ou algo do tipo, e sim um humor negro fantástico, suspense, e te deixando sem saber o que vai acontecer a seguir, o que hoje, está escasso nas nossas queridas séries.

A seguir, conheçam meu amigo Lester "Nygga-ard", mais conhecido como, o amigo do Sherlock Holmes. Em apenas uma fala com sua esposa, você descreve a sua personalidade, aquele cara que sempre foi motivo de chacota no colégio, sofre "bulem" de seus "amigos" até do irmão, aquele homem que nunca conseguiu, digamos, vencer na vida, ofuscado pelo sucesso do próprio irmão, abaixa a cabeça pra tudo o que dizem pra ele, não consegue levantar a voz nem pra se defender. De início, vimos um reencontro dele com o seu antigo "algoz", Sam Hess, que ainda consegue envergonhar e o machucar mesmo depois de tanto tempo(eu ri muito nessa cena). Aí, que começa a relação entre ele, e o assassino, que por acaso se encontram no hospital, e sabe aquela raiva de momento, quando alguém de bate, ou algo do tipo? Que te faz querer matar a pessoa de tanta raiva? Nunca queira ter esse sentimento, perto de um assassino "amigo", que resolveria o seu problema. Aí que Fargo nos mostra, que em um ato, aquele sem querer mesmo, inicia uma cadeia de eventos catastróficos, e com uma genialidade incrível. 


Ocorreu tanta coisa em apenas uma hora, que eu não consigo transmitir tudo isso em apenas uma review, por isso já está meio que uma bíblia isso aqui, mas se você ainda estiver lendo, o melhor vem agora. Conhecemos os policiais, que vale destacar, parece a descrição dos mesmos no filme, que é uma raridade uma adaptação retratar tão bem assim, estou citando isso pra você que não viu, correr logo pra assistir o filme. Aquele modo tranquilo de investigar, no estilo, "Ah, o cara foi assassinado com uma faca na cabeça", seguido de um, "Só sei que isso me tirou da minha cama quentinha a meia hora atrás", tudo isso contribui e enriquece a série, descontraindo o momento, acho isso incrível.

Lester ficou meio conturbado com tudo isso, aquela quebra da sua rotina, e tudo parece que piora nessas situações, ele tenta consertar a máquina, acaba a estragando, sua mulher o xinga (como de costume), e pronto, ele começa a pensar em tudo que o seu amiguinho assassino disse pra ele, parece que tudo vem à tona nesse momento, imagina sua vida inteira sendo xingado por todos, e no pior momento, ele explodiu, e que explosão, sempre bom lembrar, nunca tenha um martelo perto de você quando se está em uma briga, e ele simplesmente mata sua esposa, gerando praticamente, um efeito dominó, sem esquecer o humor negro.


Fargo é isso, uma série que promete de tudo um pouco, de monólogos do Rust (True Detective) a tiro, porrada e bomba. Eu achei digno de uma nota dez lá no Banco de Séries, contendo tudo que um piloto necessariamente teria que ter para te prender para o próximo episódio, recomendo demais. Poderia citar mais mil coisas sobre o episódio, e falar sobre o final surpreendente, mas vou deixar pra comentar no nosso próximo encontro caros leitores, pois estou louco pra saber no que vai dar isso, para terminar, um destaque para o nosso querido Northon Alencar do Séries da Depressão, além de bonito, fez a legenda com ajuda de algumas pessoas, que está disponível no addic7ed, quando todos estávamos ansiosos e a oficial não saia, ele mandou bem demais, até deixando ela mais descontraída e nos fazendo rir bastante. 


Reações:

Sobre o Autor

 
Top