Comentários
Raphael Gomes Raphael Gomes Author
Title: [REVIEW] THE CRAZY ONES - S01E21/22: THE MONSTER/ THE LIGHTHOUSE
Author: Raphael Gomes
Rating 5 of 5 Des:
Nessa quinta-feira The Crazy Ones exibiu os seus dois últimos episódios da primeira e talvez última temporada. Embora o episódio da sema...

Nessa quinta-feira The Crazy Ones exibiu os seus dois últimos episódios da primeira e talvez última temporada. Embora o episódio da semana passada tenha despertado a esperança de um final muito bem feito, o especial de uma hora veio para destruir tudo. Bem, nem tudo, Zach conseguiu salvar o primeiro episódio.

Simon tentava salvar uma biblioteca, e com uma campanha extrema, transformou o Gordon no vilão número um da cidade. O desejo do Gordon de ser o bonzinho pelo menos uma vez me surpreendeu. Achei que ele gostava de ser sempre o vilão, combina bem mais com ele. A obsessão que o Simon tem por atenção e por ser amado foi bem exposta, isso já dava para perceber desde o primeiro episódio, então poderiam ter utilizado mais o Gordon para fazer oposição às ideias malucas do Simon, já que nunca nos cansamos do personagem. Mas foi legal vê-lo ser adorado como herói, embora o plot inteiro tenha sido bem forçado e fraco.

Mas vamos falar do que salvou o episódio, o triângulo ou não Zach/Sydney/Dylan. Na boa, não acredito ainda que ele é gay, não aceito isso. Espero que desencalhem a Syd há tempos e estava esperançoso em relação a ele desde que apareceu e de repente não deu certo. Os roteiristas realmente não gostam da Sydney, para sempre solteirona. A cena do Zach finalmente descobrindo que Dylan é gay é a melhor do episódio, depois de tantos elogios não tinha como não desconfiar. Mas às vezes faço a mesma cara quando descubro que alguém é gay e eu não percebi antes. Foi bom aproveitarem ele, mas ainda acho que ele deveria ser par romântico da Sydney.

Em "The Lighthouse" fomos apresentados à mãe da Sydney. Gordon quer vender a empresa e como Simon não aceita a oferta, ele convoca uma reunião com os acionistas. A mãe de Sydney ficou com o voto decisivo sobre a venda ou não da empresa, e começa aí um jogo tentando agradá-la. Essa mulher é um saco, sério. Chata, convencida e oportunista. Nunca pensei que essa seria a mãe da Sydney, esperava alguém mais parecida com ela, viciada em trabalho, cheia de frescuras. Não consigo ver também o Simon aturando ela por muito tempo. Enfim, foi totalmente dispensável a aparição dela e se a série tiver futuro, espero que ela não apareça.

Zach bancou o cavalheiro nesse episódio, como promessa a Andrew claro. Uma amiga da Ali vai a um encontro com ele, e enquanto ele banca o gentil, ela é uma completa vadia. Ok entendo que ficar perto do Zach deve fazer todos os sentidos irem a loucura, mas convidá-lo para o próprio casamento, UAU, é demais. Fiquei com dó da cara que ele fez, mas convenhamos que ele não serve pra ser o gentil, ele é um womanizer, e por isso gostamos tanto dele.

Sydney aceitou o conselho da mãe e decidiu ir se jogar nos braços de Andrew, fechando assim o episódio, e a temporada. Mas como assim ele não gostou? Foi tudo tão bonitinho e romântico. Não creio que ele prefira ficar com a Ali. Mas como não explicaram ainda o que aconteceu naquela sala, só podemos ficar no suspense até a próxima temporada.


Mas e ai gostaram do final? A série merece ser renovada ou não? #Andryney ou #Aandrew? Por mim a série deveria parar por aqui, infelizmente. Agora só nos resta aguardar o canal se manifestar sobre o futuro da série.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top