Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [REVIEW] ONCE UPON A TIME - S03E17: THE JOLLY ROGER
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Com um foco diferente este episódio nos trouxe Hook no centro das atenções, a volta da Ariel e outro pirata bem famoso que, confesso, j...

Com um foco diferente este episódio nos trouxe Hook no centro das atenções, a volta da Ariel e outro pirata bem famoso que, confesso, jamais imaginei que iria aparecer e que eu, infinitamente, amei.

Da série “Once Upon a Time te convida a pensar” vem ai, o que você escolheria: a vida de alguém ou algo material importante para você? Pois é. É essa a problemática que mantém Hook arrependido e arredio quando Ariel dá as caras em Storybrook procurando pelo príncipe Eric. 

Quando a Sereia aparece pedindo por ajuda, fica claro que algo havia acontecido. O que houve é o peso da culpa. No decorrer de nossas vidas, todos nós somos convidados a tomar decisões todos os dias. E, algumas vezes, tomamos as decisões erradas e não cabe a ninguém apontar o dedo. Ariel já havia procurado Hook uma vez em busca do seu príncipe, bem, ameaçado...um pirata....(bem inteligente da parte dela, né?!) e ficamos sabendo que Eric havia sido sequestrado, porém, não por Hook como Ariel pensava. Mas sim por ele, o mais cruel dos piratas e detentor do navio que antes pertencia a Hook. Barba Negra. (Me bateu uma saudade de Piratas do Caribe, gente?! Cadê meu Capitão Jack Sparrow?).

Quando Hook enfrenta Barba Negra para recuperar o Jolly Roger, este pode escolher entre: Matar Barba Negra e, dessa forma, ficar com o navio que era seu por direito. Ou deixar Barba Negra vivo e descobrir onde o príncipe Eric estava. Ele escolhe o navio. Frustrando Ariel e, possivelmente, matando por consequência Eric ao matar Barba Negra.

Hook mudou. Não importa os motivos. Seja por Emma, por ele mesmo, porque mudança é o curso natural das coisas...não importa. Ele mudou e se arrepende da escolha que fez. Quando Ariel aparece na cidade em busca de Eric – lembrem-se que todos da cidade perderam a memória do último ano – isso bate na cara dele com força. Hoje que ele ama a Emma e iria até o inferno por ela se precisasse, ele entende o desespero de Ariel e entende a dor que ela antes sentiu ao perder aquele a quem amava. Hoje, Hook entende e por isso, depois de muito lutar contra, ele se abre com ela e conta o que houve. Jura por Emma Swan, aquela a quem ele realmente ama, que se ele pudesse fazer diferente ele o faria.


Era tudo que ela precisava ouvir. Era o nome que ela precisava ouvir. Então que descobrimos que Ariel nunca voltou, que estava feliz com Eric e que o havia encontrado tempos atrás. Ariel era na verdade Zelena que acabou por amaldiçoar Hook. Quando ele beijar Emma, seu verdadeiro amor, ele vai roubar todo o poder que ela tiver. A atitude de Zelena nos mostra algumas coisinhas interessantes.

Uma delas é que o poder de Emma é mais forte do que eu mesma poderia imaginar. Regina sempre acreditou no seu potencial e soube que ela tinha esse imenso poder, porém, se Zelena precisou de artimanhas como essa é que nem mesmo ela pode vencer a Salvadora. Nem mesmo ela é páreo para Emma. Outra coisinha que ela mostra é que ela é uma grande FDP e ferrou meu ship. Não...Sim....Digo, isso também, mas não era isso agora. O que mostra é que ela teme até que ponto os poderes de Emma podem chegar e ela quer acabar com isso logo. Once Upon a Time sempre nos mostrou que amor é nossa maior fraqueza ao mesmo passo que é nossa maior força. Se Hook contar para Emma, Zelena começará a machucar as pessoas próximas a ela, incluindo Henry, e Hook sabe que ela não suportaria isso. O jeito é se afastar aos poucos daquela pessoa que você passou tanto tempo tentando se aproximar e conquistar e agora, que tudo parecia estar dando certo..... É Hook, as coisas vão ficar ruins antes de melhorar. 

Paralelo a isso, o ship de muitos, isso Swan Queen, estavam juntas novamente. Emma resolveu que deveria aprender a dominar sua magia (demorou, gata. Mas nunca é tarde) e, claro, Regina é quem vai ensiná-la.  Evil Queen aprendeu o que sabe com o melhor e faz jus a isso. Rumple a ensinou magia e como a controlar e cabe a ela ensinar a Swan as coisas que sabe.


A magia das duas é sempre mais forte juntas. Elas funcionam bem juntas e as táticas de Regina são...táticas de Regina, misturadas com Rumple e formam aquele samba de crioulo doido que, no fim, dá certo. Na marra. Bem Bitch dando aula. Isso. Quando você precisa aprender você aprende, você precisa nadar para não morrer afogado. Isso que ela faz e funciona. Emma consegue controlar seus poderes e acredito que agora, ela aperfeiçoe as coisas, com a ajuda de Regina ela pode ir mais longe. Reparem que na conversa sobre os suspiros e olhares apaixonados de Emma e Hook, a Salvadora nega suspirar. É Emma, negue isso porque negar os olhares não cola mais. 

Charming e Snow poderiam ir pra p*&% que pariu  qualquer outro lugar que não faria diferença. Querendo ser os avós legais para o menino Henry não colou. Henry, fica com o Hook mesmo que é mais jogo e mais legal. Por outro lado é bacana mostrar esse lado, o lado humano da história. Num mundo só de magias, temos um casal, querendo ter sua filha e reconquistar o neto e apenas isso importa agora. É a normalidade dentro da insanidade que se instalou ali. 

Emma, finalmente, decide deixar o passado para trás. TANTO TEMPO, SWAN. E TU DECIDE AGORA? Mas Hook está enfeitiçado e se afasta. Ele não aceita o convite da família, que agora inclui Regina sem restrições,  e vê tudo de fora. De longe, olhando aquela que ele sabe que agora, mais do que nunca, não pode ser sua.   


Feliz  com um ship (que nem apareceu nessa semana) e triste com esse, OUAT segue na linha de episódios simples que funcionam. Ainda penso no plano final de Zelena e nas implicações da maldição lançada em Hook. E, não me levem a mal....Eu fiquei triste pelo meu ship, mas ver todos comendo juntos como uma grande família, foi felicidade demais para meu coração. Que essa felicidade se espalhe pelos próximos episódios.. Ver Regina no apartamento deles, super a vontade, participando das decisões..tomando decisões. Ajudando e sendo ajudada, é tudo que eu sempre quis ver. Família. Não a palavra. Mas o seu verdadeiro significado que transcende qualquer barreira. Uma família linda. 

Percebo que estamos perto do fim e que esta temporada está tão delícia que eu não quero que acabe. Só quero mais magia e histórias que me façam viajar e soltar a imaginação como OUAT tem feito. A quem chame a série de boba e não posso discordar. Mas se é essa série boba que me faz bem e me mantém imaginando um mundo infinito de impossibilidades e histórias para misturar.... eu vou me manter assistindo.

Até semana que vem, Oncers! 

PS1: A carinha do Hook olhando a Emma..Gente...Gente...abraça aqui. 

PS2: Viu?! Falei que ia fazer seguidinho da review atrasada? Não abandonarei mais vocês, viu? Até que venha a próxima semana de provas, claro....

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:


Reações:

Sobre o Autor

 
Top