Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [ESPECIAL] 10 MOTIVOS PARA ASSISTIR: CSI: NEW YORK
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
Dia 10 de Maio de 2013. A.J. Buckley é o primeiro a avisar que CSI: New York havia sido cancelada. Não só para mim, mas para muitos f...

Dia 10 de Maio de 2013. A.J. Buckley é o primeiro a avisar que CSI: New York havia sido cancelada. Não só para mim, mas para muitos fãs, o anúncio foi como se um pedaço do coração houvesse sido arrancado naquele exato momento. Hoje fazem exatos 365 dias desde que isso aconteceu. Apesar de assistir às temporadas antigas todos os dias, sinto falta de ficar enlouquecida esperando por uma semana para ter mais um episódio inédito. Sinto saudades da seriedade do Mac, do sorriso da Jo, do "Boom" do Danny, das demonstrações da Lindsay, das gracinhas do Adam, da sinceridade do Sid, da genialidade do Sheldon, do sarcasmo do Don e da dureza da Lovato. Para mostrar o quão boa a série é e como foi injusto o cancelamento, escolhi dez dos milhões de motivos que fazem CSI: New York ser minha série de investigação policial favorita. 


1. Equilíbrio entre perseguição e ciência
Uma vez li em uma revista que CSI era mais voltado para a ciência, o CSI: Miami voltado para a perseguição e o CSI: NY não se encaixava em nenhum. CSI: NY está exatamente em equilíbrio entre a ciência, comandada por Mac, e a perseguição, feita pela NYPD, liderada pelo corredor/chutador de portas Don Flack.


2. Personagens
Não há algo que me deixa mais feliz do que os personagens de CSI: NY. Cada qual com uma qualidade e um ponto forte, eles são capazes de despertar uma sensação de amor, de raiva e de saudades. As histórias de cada um são daquelas que podem acontecer com qualquer pessoa, deixando as lágrimas rolarem soltas.



3. Participações Especiais
Como toda série, CSI: NY trás convidados especiais para as mais variadas funções: vítima, assassino, criminoso, familiar ou apenas para cantar. É possível se deparar com Taylor Kinney, David James Elliot, Josh Groban, Maroon 5, Dianna Agron, Kim Kardashian,  Ne-Yo, Train, Robbie Amell, Pete Wentz, Ashley Simpson, Kat Dennings, entre outros.



4. Indelible
Usando o fato de que a série se passa em Nova York, em 2011, o primeiro episódio da 8ª temporada, Indelible, foi um especial pelos 10 anos da queda do World Trade Center, em 11/09/2001. Com a premissa de que todo mundo se lembra do que estava fazendo quando o atentato aconteceu, um dos melhores episódios da série mostrou como cada integrante da equipe estava na data. O discurso que Mac faz no fim do episódio é de emocionar.



5. Trocas de personagens
Um dos fatos "chocantes" é a troca de personagens que ocorre na série. Na segunda temporada, Aiden Burn é demitida, o que faz com que Lindsay Monroe seja contratada em seu lugar. No primeiro episódio da 7ª temporada, somos apresentados à Jo Danville, que viria para substituir Stella Bonasera, que havia recebido uma oportunidade de ser chefe em New Orleans. No fim da 5ª temporada, choramos com a morte de Jessica Angell. Ela foi substituída pela durona Jamie Lovato, apenas na 9ª temporada.



6. Ships
Em todas as séries, há aqueles casais que são reais e aqueles que queremos que sejam reais. Danny e Lindsay são dois lindos e tem a fofa da Lucy, o que deixa os Messer no topo da minha lista de ships. Flack e Angell também. Uma pena que os dois ficaram pouco tempo juntos. Sempre quis que houvesse algo entre Mac e Jo, mas não há outra pessoa que seja perfeita para Mac do que Claire. 


7. Brotps
Inevitável não falar das brotps de CSI: NY. Acho que, apesar de amar Flack e Messer, a amizade entre Jo e Sid me conquistou. O nível de confiança entre os dois é tão alto, que deixa com vontade de ter uma amizade assim. Flack e Lindsay são incrivelmente engraçados quando juntos. Danny e Sheldon sempre ajudam um ao outro, inclusive na hora de cobrir atrasos. Amo a capacidade de Mac ser tão leal, que é capaz de fazer de tudo para ajudar um amigo. (Stella é que sabe, já que Mac foi até a Grécia atrás dela).



8. Mac Taylor
Como chefe do laboratório criminal, Mac Taylor é capaz de se manter imparcial e ajudado a quem ama. Apesar de ser um homem sério, ele tem seus momentos de risadas. Mac foi fuzileiro na Guerra do Golfo. Se casou com Claire, mas a perdeu na queda do segundo prédio do World Trade Center. Perdeu o pai para o câncer, mas se tornou um homem ainda mais forte. Esperto, dedicado e de bom coração, Mac Taylor é uma das melhores pessoas para se ter como companheiro de trabalho.



9. Abertura
"Out here in the fields / I fight for my meals / I get my back into my living"
Para qualquer fã de CSI: NY, só de ouvir a introdução de Baba O'Riley, os olhos se enchem de lágrimas. Apesar de não trocar de abertura muitas vezes, a série teve cerca de cinco aberturas diferentes. A maior mudança foi entre a 3ª e 4ª temporadas, em que a música, antes tocada na forma original, foi levemente alterada, assim como as imagens de cada um. (Robert Joy e A.J. Buckley, apesar de estarem na série desde a 2ª temporada, só entraram na abertura a partir da 5ª temporada).


10. Momentos em Família
Melhor do que as amizades citadas anteriormente, são os momentos em que todos estão juntos. São momentos assim que provam o quanto vale a pena amar e ser fã de CSI: NY. 
Reações:

Sobre o Autor

 
Top