Comentários
Jonathan G. Jonathan G. Author
Title: [REVIEW] BATES MOTEL - S02E09: THE BOX
Author: Jonathan G.
Rating 5 of 5 Des:
E chegamos ao penúltimo episódio dessa temporada que enrola mais que Pretty Little Liars! E chegamos a um ponto em que começamos a ter a...

E chegamos ao penúltimo episódio dessa temporada que enrola mais que Pretty Little Liars! E chegamos a um ponto em que começamos a ter algumas respostas em um episódio melhor que a média desse ano, mas inferior a primeira temporada.

Antes das considerações desse episódio, falarei algumas verdades resumindo essa parca temporada. Primeiro, temos Caleb, irmão da Norma, com ele temos mega revelações, como o estupro de Norma, que ele é o pai de Dylan e outras revelações, aí, Caleb desaparece, some, vira fumaça, é desmaterializado, vai para uma viagem com o Doctor, e leva junto um dos melhores plots da temporada.

Também, temos Bradley e Cody, duas quase namoradas de Norman, que vem, trazendo esperança que tenham importância, cerca de quatro episódios depois se vão, sem fazer qualquer mudança na trama, só causar intrigas, claro, entre Norman e Norma. Além do namorado ‘who?’ da Emma, que veio e foi sem importância para a trama.

Também temos o plot da MaconhzzZzzZzz. O filler dos fillers que se estende por infinitos episódios. Que parece girar, girar e girar, e não vai pra lugar algum. Além de nada ter haver com Psicose. 

Falando em Norma, essa mulher sofreu mais em oito episódios que fãs de Sherlock durante o hiatos. Ela sofre por tudo, e sem sofrimento não tem série. Ela passa de mãe odiada pelo filho, a mãe de detento a mãe tentando encontrar seu filho sequestrado em apenas três, TRÊS, episódios. 

Enfim, como uma pessoa comentou no banco de séries, “Quem pensou que série de 10 episódios não tem filler, SURPRISE, existe Bates Motel”. Com esse texto, já fica explicado o porquê da demora das reviews. Agora vamos falar desse episódio, nono da temporada, mas número 1 de utilidade para a trama, até agora.


Em relação à Emma, temos ela sendo mais ignorada que WinRAR pedindo para você comprar a licença dele. Ela tenta ajudar a Norma a passar por tempos difíceis, pede explicações e é deixada de lado.

Já o Romero, aparece nesse episódio e mostra que está realmente em busca da verdade, e vem em busca de explicações decentes de Norman e Norma acaba pedindo ajuda para ele em relação aos seus filhos.

Falando em Norma, aqui vemos um pouco mais da ótima atuação de Vera Farmiga, mostrando toda a sua preocupação pelo filho e conseguimos sentir isso. Todo o desespero dela, desde o começo, achando que a fuga de Norman é por culpa dela, ao ponto em que ela descobre que ele foi sequestrado e que ela tem que agir, convencendo Dylan a matar uma pessoa pelo seu filho.

A respeito de Dylan, aqui ele mostra toda a sua importância na trama. Se firmando em algum lugar, mostrando o porque é uns dos principais da trama, ele começa a agir de verdade. Tomando uma posição, ele se une a sua mãe, tem uma boa conversa com Jodi (outra que foi deixada de lado na trama) e parte para um acerto de contas com Nick Ford. O que leva a morte de Nick, o que gerou uma certa libertação de Norma.


Já a respeito de Norman, temos vários momentos dele da caixa, caixa esta que nomeia este episódio. Temos, no final do episódio, uma ótima cena que finalmente revela se Blaire realmente foi morta por ele. E foi.

Vimos esse mega flashback, soubemos que Blaire seduziu Norman, fez sexo com ele, e Norman acaba matando ela em um surto graças a seus transtornos. Finalmente, vejo mais Psicose nessa trama e assim, uma melhora para a mesma.

Com esse episódio, podemos ver Bates voltando aos trilhos, dando respostas, desenvolvendo personagens, chegando perto da obra original. O próximo episódio se chama The Immutable Truth e foi exibido em 05/05, segue a promo dele. Espero que ele dê um ótimo fim para a temporada e um bom motivo para que eu continue a assistir Bates em 2015.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO




Reações:

Sobre o Autor

 
Top