Comentários
Rafa Rodrigo Rafa Rodrigo Author
Title: [REVIEW] GLEE – S5E20: THE UNTITLED RACHEL BERRY PROJECT
Author: Rafa Rodrigo
Rating 5 of 5 Des:
Rafa: E assim como diversas series, Glee chega ao seu season finale , em uma temporada em que não pode se comparar a nenhuma out...


Rafa:
E assim como diversas series, Glee chega ao seu season finale, em uma temporada em que não pode se comparar a nenhuma outra, seja se for consigo mesma ou com qualquer outra serie que acompanhamos. Este foi um ano difícil, cheio de altos e baixos, mais baixos que qualquer fan ou alguém que já foi fan poderia gostar. Perdemos um ator e personagem importantíssimo, isso abalou as estruturas e mexeu com tudo, fazendo com que até aqueles que já tinham desistido da serie voltassem pra ver ao menos a épica despedida de Finn e para alguns até o episodio 100  e 101 por saberem que seria o grande divisor de águas da série. Pena que destes, apenas uma pequena parcela permaneceu até o fim, o que fez a serie amargar seu pior desempenho, ficando abaixo até de series da CW (e falo isso sem um tom de critica quanto às series do canal). E assim, aos poucos que viram esta season finale, vamos a nossa avaliação.

Curti: Primeiramente eu cito que a história envolvendo Blaine me irritou menos do que eu imaginava, e mesmo o dueto dele com Kurt soar estranho e achar que a música não caiu bem na voz de nenhum dos dois, foi um momento legal, pois pode indicar um desenvolvimento dos personagens e mostrar que pode haver um futuro estelar para ambos. Brittany voltou, e para ser melhor só faltou um fondue for 2 que não tivemos, mas ao menos rolou uma cena bizarra dela com Blaine na cama fazendo altos planos, o único momento cômico da serie (arrisco dizer que este foi o único nos últimos vários episódios). E o que falar de Rachel, mesmo eu tendo uma relação de amor e ódio, Ryan M. tem razão, algo nela faz as pessoas torcerem por ela, e eu me incluo nessa. Ela cantando na rua com aquele monte de gente atrás e do nada ela parando me fez lembrar do maravilhoso finale dela cantando Roots Befores Branches indicando um divisor de águas não apenas para ela, mas para a série como um todo.

Não curti: Não sei o que os roteiristas esperavam desta escritora que pra mim só não foi mais bizarra do que tudo que envolveu Sam neste episódio. Eu ainda sou daqueles que busca uma coerência nas coisas, dai vejo o cara conseguir o trabalho que tanto quis, dai ele decide ir embora de vez com a desculpa de “já realizei meu sonho!”. 

Roccos:
Mordo minha língua por achar que Blaine estaria insuportável nesse final de temporada, mas por incrível que pareça, ele conseguiu não ser tão chato e entediante como sempre é. O episódio como um todo foi legal mas ficou devendo para um final de temporada assim como quase todos episódios dessa temporada ficaram devendo em algo. Só notamos que a temporada estava para acabar quando Sam nós lembrou disso e disse que cada um deles estaria indo para um lado diferente (que até o momento estava tudo jogado). E o episódio acabou com Rachel tendo a mesma oportunidade que Lea teve, ter uma série baseada da sua própria personalidade e tendo que deixar a Broadway para ir para o mundo de Hollywood. Me atrevo q dizer que se os episódios anteriores tivessem sido melhor trabalhados a olhadinha da Rachel para a câmera no final do episódio teria sido um final perfeito para a série, mas os outros personagens ficaram muito jogados e ainda nos resta a esperança de que tudo será melhor finalizado nos possíveis 13 episódios finais da série.

Curti: Acho que curti todo o episódio dentro do que já espero de um episódio de Glee. Menção honrosa para a escritora doida, que poderia virar BFF da Brittany, escrevendo uma série para a Rachel que mais parecia uma “comédia” da HBO.

Não curti: Óbvio que a falta de Santana e o modo como tudo mudou rápido nessa temporada.

Resumindo a temporada: Ela foi cheia de altos e baixos e teve muitos momentos bons e muitos momentos ruins, ou seja, ela foi desorganizada e demonstrou que Titia Ryan estava mais perdida que cego em tiroteio. Eu mesmo nem me lembrava que essa temporada havia começado com o pessoal cantando Beatles ai logo veio a morte do Finn, mais pra frente o natal (que aconteceu pela segunda vez no ano), depois o fim do Glee Club (e a eliminação dos novos personagens) e os incríveis especiais de ep 100. Bom, a temporada teve muitos episódios nota 10 e outros que não mereciam nem 5, mas Glee me cativou logo no episódio piloto e não tem como eu deixar de curtir essa doideira musical.

Valeu galeria que acompanhou nossa review até aqui. E que venha a temporada final da série. E com ela bons episódios. Amém!


Reações:

Sobre o Autor

 
Top