Comentários
Camila Menezes Camila Menezes Author
Title: [REVIEW] HANNIBAL- S02E11: KO NO MONO
Author: Camila Menezes
Rating 5 of 5 Des:
Permita-me o surto compreensível: RENOVOU GALERA! OBRIGADA NOSSA SENHORA DOS SERIADORES. TERCEIRA TEMPORADA GARANTIDA! Essa última s...

Permita-me o surto compreensível: RENOVOU GALERA! OBRIGADA NOSSA SENHORA DOS SERIADORES. TERCEIRA TEMPORADA GARANTIDA!

Essa última sexta-feira (09/05) chegou completa. Não apenas pela exibição de mais um episódio do querido canibal, mas também pela notícia de renovação para a próxima temporada. É uma grande notícia, principalmente vindo de uma série que não é campeã de audiência, mas tem que tem o apoio de fãs que fazem a diferença. A qualidade da série - que é inegável- e o feedback dos fãs são os responsáveis por mais essa vitória. Um brinde a isso (sem conter lágrimas, por favor). 

Também significa muito para Bryan Fuller. O produtor sofria de uma grave maldição de suas séries irem apenas até a segunda temporada. Com a maldição quebrada, eu acredito que sim, Hannibal chegará a ter as sete temporadas planejadas. Uma temporada por vez, vagarosamente a série vai garantindo seu espaço. Para comemorar essa grande notícia, o episódio não deixou a desejar e caminha para uma season finale enlouquecedora, como o slogan da temporada sugeriu: Embrace the madness. 

Ao terminar o episódio, eu compreendi a causa de Hannibal não ser o tipo de série que vira moda. Eu tive a sensação de estar em um jogo de xadrez, no qual os seriadores e os personagens são movidos de acordo com a vontade do Lecter. A sensação de estar acompanhado um enredo tão bem traçado, cheio de labirintos construídos para despistar, se perder em meio a tantas possibilidades. 

Hannibal é um jogo de gato e rato. Um jogo cheio de armadilhas tão, tão bem traçado que fez até mesmo muitos seriadores (que foram os primeiros a saberem como o jogo funciona) duvidarem do que viram. No episódio Su-zakana (S02E08), Jack e Will fazem claramente uma parceria para capturar Hannibal. Desde então, os dois não conversaram mais acerca das suspeitas do Will. Inclusive, Jack se apagou desde então. Gradativamente, Will foi se aproximando de Hannibal e a sua natureza assassina surgiu. Obviamente, todo esse progresso do Graham sempre fez parte do plano que ele e Jack se propuseram no episódio 8.

Ainda assim, encontrei muitos seriadores crentes e revoltados com a possibilidade do Will estar se tornando mais um Hannibal. Observem o que essa série faz até com os seriadores!!!! Ora, isso não é série para qualquer um! Quem tinha qualquer sombra de dúvida, deixou de ter em Ko no mono. Depois de revelarem que Freddie Lounds está mais viva do que nunca, o plano será revelado também para Alana Bloom. Aí é que entra o perigo. 

Will é um baita ator e não duvido que sua atuação esteja convencendo Hannibal, mas ao revelar o plano para a Alana, ele corre sério risco de ir por água abaixo. Isso porque a tapada da Bloom já levantou a suspeita do canibal quanto à credibilidade da terapia com Will Graham. A prova é tanta que aquele beijo de olhos abertos foi um claro aviso que ela corre risco de ir para a panela em breve (nunca senti medo do Lecter, mas na cena do beijo... CORRE ALANA CORRE)


Mais uma vez tivemos referências à irmã do Hannibal, Mischa. Particularmente, sempre me comovo quando ela é citada na série/livro. Eu nunca pensei na possibilidade de o famoso Hannibal Lecter sofrer por algo, mas acredite: ele sofre pela irmã. A ausência dela fica evidente no livro Hannibal. Essa frequência em trazer a falecida irmãzinha do canibal me parece um gancho para a próxima temporada, a qual contará com a presença de Lady Murasaki, a tia do Hannibal. Ela é uma das personagens do filme Hannibal Rising, onde o plot da Mischa é apresentado.

Em uma das cenas da terapia do Will e Hannibal, vocês observaram que em certos momentos, os dois são a mesma pessoa? É como se eles estivessem em frente a um espelho. Hannibal e Will são faces de uma mesma pessoa. Particularmente, eu amo esses detalhes (BRYAN, EU TE AMO).

Em Ko no Mono, no entanto, o plot que se mais se destacou foi o dos irmãos Verger. Que delícia de personagens! (Permitam-me babar meus personagens favoritos, por favor). Mason em apenas dois episódios conquistou o ódio geral da nação. Por tirar o plot do estupro, eu estava com medo do personagem não ser tão cruel quanto ele realmente é. Felizmente, Bryan não cometeu esse erro. Nem no filme o personagem é tão bem caracterizado (embora a interpretação do Gary Oldman seja fantástica).


Mason Verger é exatamente o que a série tem mostrado: um ser absurdamente sádico e cruel, que bebe martínis com lágrimas. Margot é que tem me surpreendido. Com maior espaço na série, a personagem sofre mais do que Maria do Bairro. Depois de saber dos planos da irmã, Mason logo tratou de cortar o mal pela raiz: arrancou todo o sistema reprodutivo da irmã. E aqui cabe meu louvor à interpretação da Katharine Isabelle: Que interpretação, hein? Eu vejo o medo, o terror no olhar da personagem. Eu escuto a respiração ofegante da personagem assim que o irmão se aproxima. Excelente escolha dos atores. Michael Pitty também tem lugar nos meus louvores, pois tem caracterizado Mason com uma riqueza de detalhes que o torna ainda mais (adoravelmente) insuportável. 

Com o acerto de contas entre Will e Mason, todas as cartas foram jogadas na mesa e o herdeiro da fortuna Verger exigirá explicações do Hannibal. Agora a relação dos dois saíra da zona de conforto e irá para o ringue. Essa inimizade tá apenas começando.

Referências usadas no episódio:
Cerca de 90% dos diálogos entre Hannibal e Will foram tirados do livro Hannibal.
A cena do cadáver em chamas ladeira abaixo foi tirado do filme Dragão Vermelho.
A cena do Mason fazendo a criança chorar para beber as lágrimas foi tirada do livro Hannibal.

                                   PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO
Reações:

Sobre o Autor

 
Top