Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [C. NERD] A HISTORIA QUE MUDOU UMA GERAÇÃO
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Muitas crianças esperam um vídeo game aos 11 anos. Um celular. Um computador. Muitas coisas óbvias. Mas eu, e você querido leitor, espe...

Muitas crianças esperam um vídeo game aos 11 anos. Um celular. Um computador. Muitas coisas óbvias. Mas eu, e você querido leitor, esperávamos a mesma coisa. Uma coisa pequena, que poderia ser transportada facilmente por uma coruja. Algo como uma carta. Uma carta que mudasse sua vida. Para sempre. 
Fique convidado a dar play: 



Não, ela nunca chegou. E nem precisou disso. A cada vez que eu virava uma página da história do menino que sobreviveu era como se eu estivesse vivendo aquilo. Eu estava com Harry enquanto ele crescia no armário embaixo da escada. Eu estava com Harry quando ele recebeu sua carta, quando ele entrou pela primeira vez na plataforma 9 ¾. Eu segurei com Harry a pedra filosofal, eu estava com Harry na câmara secreta, eu salvei Sirius e Bicuço com ele. Eu estava correndo com ele pelo labirinto e vi o Lord das trevas renascer. Eu vi o ministério da magia caindo, descobri quem era o príncipe mestiço e encontrei cada Horcrux com ele. Eu, você e milhares de fãs ao redor do mundo. Todos juntos. Todos em Howgarts. Corações unidos pelas páginas de um livro. Corações unidos pelo amor a uma mesma história. 

Hogwats era o lugar mais seguro de todos. Mesmo tendo uma floresta proibida, um cão de três cabeças, um basilisco, um torneio mortal... Hogwarts era segura por um motivo. Ela era, e ainda é, nosso lar. E em casa nos sentimos seguros. Eu me sentia segura em Hogwarts e as vezes que essa escola de magia e bruxaria foi minha casa...foram incontáveis. Passei anos andando por aqueles corredores ao lado do trio que amei mais do que qualquer outro em minha vida. Eu passei anos observando as escadas se moverem, os quadros falarem. Eu esquecia, junto com Neville, as cenas algumas vezes. E, ah. Eu falei “Sonserina não. Sonserina não”. Quantas histórias eu tenho junto as páginas de livros que permanecem em minha estante e que me levam para outro mundo?

Para quem ama essa saga de todo o coração, fica fácil entender que Harry Potter foi além da história do menino que sobreviveu. Ela foi uma história de amor, no seu sentido mais bonito e mais amplo, uma história de amizade, de medo, de pessoas boas e más. Sobre ter luz e trevas dentro de si. Uma história que não podemos julgar as pessoas pelo que vemos, afinal, apenas cada um sabe sua história e sabe o que sente. Uma história sobre sentir, sobre não estar sozinho, não abandonar os seus e nem sua luta quando você realmente acredita nela.

O que diferencia a vida da ausência de vida, é a presença de um propósito. Impedir o Lord das trevas de renascer ou, então, destruí-lo eram o de Harry, Ron e Mione. E de todos os que lutaram e aceitaram morrer em nome daquilo que acreditavam. Era muito além de Harry. Ele era um símbolo. Um símbolo de que amor é tão poderoso que pode vencer tudo. Um símbolo de esperança. A cicatriz e os seus feitos foram realmente contados pelo mundo. E muita gente lutou ao seu lado. Corações batendo num único ritmo ditado pelas palavras de uma autora que é a mestra em magia e que mudou a vida de muita gente, mudou minha vida. 

Eu amei cada personagem dos livros. Eu amei a coragem de Harry, a bravura de Ron, a inteligência e a sagacidade da Hermione, o amor de Lilian, o amor eterno e puro de Severo, a serenidade e amor por Pudim de Luna. A sabedoria de Dumbledore. O coração ainda mais gigante que o nosso meio gigante Hagrid. Mas amei, também, a loucura de Belatrix. Entendi as más escolhas de Draco. A superação de Neville. Eu senti cada característica de cada personagem.


As páginas desses livros, diria nosso amado Dobby, são um ótimo lugar para se estar com os amigos. Os amigos que construímos ao longo desses 7 livros. Os amigos que sempre estarão conosco, apenas esperando a próxima vez que abriremos aquelas páginas para reencontar Hogwarts com eles. Apenas esperando quando os novos leitores mergulharão nesse universo.

Universo não abalado pelo tempo. Porque embora muitos digam que acabou,..a gente sabe que não. Se eu escrevo aqui, hoje e você me lê..é porque essa história não acabou. E a gente sabe que ela não acabou. 

As vezes, quando me sinto perdida eu gosto de ir na estante e pegar aquelas páginas que são meu ticket para a plataforma 9 ¾. Eu gosto de voltar para casa. De jogar xadrez de bruxo. De aprender novos feitiços, poções, de andar com Harry pela biblioteca escondida sob sua capa de invisibilidade. Eu gosto de sentar e assistir um jogo de quadribol. Eu gosto de ver novas criaturas fantásticas. Eu gosto de ter aulas com a melhor professora de Transformação do universo. Eu gosto do cheiro da floresta proibida, eu gosto de estar em casa. Onde você se sente segura e entre amigos.

Mas sabem, quando vou lendo, uma nostalgia bate. Porque eu sinto falta de tanta gente. Sinto falta dos gêmeos Wesley aprontando em Hogwarts, sinto falta da Tonks e sua inconstante cor de cabelo. Sinto falta de um lobisomem. Sinto falta de um olho tonto, de um elfo... Sinto falta.

E sinto falta de novos capítulos. Novas aventuras. Mas estou tranquila, afinal, a cicatriz depois de tanto tempo deixou de incomodar Harry. E eu sei que Hogwarts sempre estará lá, para os que dela precisarem. Eu ainda poderei encontrar Alvo na sala dos diretores, eu ainda lembrarei de Severo e de toda a sua coragem e capacidade de amor inacabáveis. Eu ainda me lembrarei de cada um que deu tudo de si em nome de um propósito. E saibam que vocês foram recompensados.

Saibam que hoje Hogwarts está reconstruída, aquelas paredes grossas que por tanto foram nossa morada ainda existe. Que os filhos de Harry, Ron, Mione, Draco, Neville poderão estudar na melhor escola de magia já vista. Que o chapéu seletor, mais uma vez, poderá ser colocado na cabeça dos estudantes e determinar sua casa. Mas, dessa vez, não haverá Sonserina não. Porque aprendemos de que a Sonserina é também o lar de pessoas corajosas. Assim como a Lufa Lufa. Assim como a Corvinal. Assim como Grifinória. 

Hey, você. Você que faz parte da Armada de Dumbledore. Você que travou a luta contra os comensais da morte em Hogwatrs. Você que o ajudou a encontrar e destruir os pedaços da alma de Voldemort (diga o nome, afinal, o medo de um nome só faz aumentar o medo da própria coisa). Você que achou que Harry tinha morrido. Não chore, não fique triste. Tudo ainda está lá. A gente venceu. Hermione aceitou viver a vida sem seus pais para construir sua nova família. Harry finamente casou com a menina que Tom Riddle manipulou com um diário e que quase morreu na câmara secreta.  Não chore. Não é o fim.

Eu sei que ter visto a Toca ser atacada e queimar não foi fácil. Eu ser que saber hoje a família Wesley conta com um membro a menos ainda dói. Eu sei que você sente falta de Dobby. Mas vai ficar tudo bem. Sirius, Alvo, Tonks, Lupim, Fred, até mesmo Edwiges, todos eles devem estar orgulhosos e felizes. Eles conseguiram. E o mal não venceu. 

Eu sei que você também não pensou que teria fim. E eu sei o que você sentiu quando terminava a última página. Quando saiu pela última vez da sala de cinema com lágrimas nos olhos e com dor no peito. Com aquele sentimento preso na garganta. Mas, hoje não chore. Tudo ficou bem. Não há mais decretos. Não há mais Umbrige. Mas não devemos contar mentiras, a dor ainda resiste.

A dor da saudade. A dor de quem cresceu ao lado de Harry. A dor de quem recebeu uma dedicatória no sétimo livro porque acompanhou Harry até o fim. É normal sentir falta, é normal as lágrimas saírem. É normal.

Mas sabem? Eu irei levar meus filhos para Hogwarts um dia. Meus filhos irão desbravar esse universo, assim como eu fiz. E os filhos deles também. Hogwarts será eterna porque ela sempre terá novos alunos. Sempre terá novas pessoas para amar e surpreender. Deixe seus filhos descobrirem seus patronos, assim como você fez anos atrás. 

A gente sempre pode encontrar a luz em meio as trevas. A magia nos transformou. A Magia de Hogwarts nos levou a ver a vida de outro jeito e mudou toda uma geração. E quem cresceu com esse amor, só pode amar de volta.  Se você sentir saudade, vá e pegue o expresso de Hogwarts. Volte para casa. Volte para seus amigos. Você ainda pode sonhar. O sonho nunca morre. Feche os olhos e se imagine em Hogwarts. Não acabou. Enquanto existirem corações amantes dessa história batendo, ela continuará existindo. 

199 capítulos, 3.363 páginas, 1.090.739 palavras, 7 livros, 8 filmes, 17 horas e 14 minutos, 1 história. 17 anos atrás (26/06/1997) a história era lançada. E ela será eterna. E se te perguntarem, se você ainda ama Harry Potter depois de todo esse tempo, responda com toda a sinceridade do seu coração:

Always.

Reações:

Sobre o Autor

 
Top