Comentários
Jonathan G. Jonathan G. Author
Title: [REVIEW] DOMINION - S01E02: GODSPEED
Author: Jonathan G.
Rating 5 of 5 Des:
No episódio dessa semana de Dominion, tivemos um pouco menos de ação e também de tempo, já que esse episódio teve os normais 41 minutos,...

No episódio dessa semana de Dominion, tivemos um pouco menos de ação e também de tempo, já que esse episódio teve os normais 41 minutos, diferentemente dos 66 do piloto. Entretanto, menos ação não quis dizer que esse episódio foi inferior, eu considero que a série está mantendo o nível e eu espero que se mantenha assim em todos os seus 13 dessa temporada.

Nesse episódio, foi explorado bastante o passado dos protagonistas. Vimos como foi a infância de Alex e sua relação com Jeep, seu pai, e vimos como a presença dos humanos possuídos os afetou. Com isso, tivemos uma boa cena de ação com Jeep matando esses possuídos pelos anjos e o momento em que Alex é quase atacado me deixou um pouco aflito, mesmo sabendo que ele sobreviveria. Depois, tivemos o clássico “Prometo que nunca vou te deixar”, frase esta que é quase uma maldição, pois sempre que alguém diz isso, acontece justo o contrário.

Na cena seguinte, vemos como Jeep deixou seu filho pela segunda vez, dessa vez indefinidamente, já que ele morreu. Isso nos leva a um discurso a respeito do escolhido, será que Alex está preparado para tomar essa responsabilidade? (E eu fiquei pensando, será que o céu recebe os humanos ainda? E tem um inferno no universo da série? E, se tem, será que os demônios entraram na série? Eu acho que não)


Depois, tivemos mais cenas do meu núcleo preferido dessa série, o dos governantes. E, nessa cena, tivemos o cônsul sendo julgado pela sua irresponsabilidade em trazer os olhos ‘possuídos’ negros. Entretanto, o julgamento não deu em nada, o cônsul foi absolvido.

E, depois, tivemos cenas do único par romântico da série, Alex e Claire (Mesmo que tenham algumas pessoas que shippem Alex e Miguel). Tivemos uma cena de discussão de relação, com várias verdades sendo jogadas na cara dos dois.

A cena entre o General Riesin e David Whele foi muito boa e mostrou que eles estão mais preocupados com manter a ordem do que com revelar as verdades à cidade. E, assim, os técnicos que viram que Alex é o escolhido viram comida de leão.

Outra inclusão interessante para esse episódio foram as cenas dentro do ‘covil’ de Gabriel, mostrando que eles não estão agindo de forma muito casta e puritana. Depois, tivemos um ótimo diálogo entre Gabriel e Miguel, onde eles discutem os motivos dessa guerra e deram muitos questionamentos que eu espero que a série responda, como o porquê de Deus sumir para todos e de quem é a culpa.

Depois, tivemos cenas de Purple is the new Pink, com as diplomatas da cidade de Helena, agora, presidiárias, que tiveram até seu robes rosas tomados. Também tivemos um ótimo diálogo entre Arika e David, e vimos como ambos são ambiciosos e até onde vai a vontade de vencer de ambos e, devido a situação daquele momento, parecia que David tinha Arika na palma da mão dela, mas as coisas nem sempre são como parecem.

Depois, tivemos outro ótimo diálogo entre Claire e seu pai a respeito da liderança da cidade, casamento e suas próprias escolhas. Em outro momento, Claire e Alex voltam seu relacionamento e perdoam um ao outro; também vemos Bixby e que ela está bem vivendo na torre. Depois, tivemos mais cenas de ação, dessa vez protagonizadas por Alex e as consequências desse ataque mostram a Alex que todos perto dele não estão seguros e ele decide fugir, e foge, mas por quanto tempo?

Nos últimos minutos do episódio, tivemos duas grandes reviravoltas, a primeira foi com Arika tendo envenenado suas ‘irmãs’ e virando o jogo, botando David na palma da mão dela. E, na cena final, vimos que o general tem um relacionamento com uma olhos negros. Quais serão as consequências desse relacionamento? Alex voltará para Veja em quantos minutos? Com quem Alex deve ter cuidado? Comente!

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO
Reações:

Sobre o Autor

 
Top