Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] FAMILY GUY - S12E17-20
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Depois de uma série de episódios pouco surpreendentes acabamos por presenciar uma melhora nas escolhas dos temas. É assim que The Most ...

Depois de uma série de episódios pouco surpreendentes acabamos por presenciar uma melhora nas escolhas dos temas. É assim que The Most Interesting Man In the World conta com Peter querendo ser menos idiota, isso depois de esquecer Stewie no parquinho e levar para casa outra criança em seu lugar. Assim, Peter descobre que ao viajar pelo mundo pode ficar mais inteligente, o que na verdade é mentira, sendo que a única coisa que Peter se torna é um chato completo. Dessa maneira a ironia vai em direção às pessoas que viajam, achando que assim adquirem conhecimento suficiente para serem cultas, sendo que só é possível conhecer a cultura de outros povos, mas não adquirir inteligência. Outra ironia foi com a cidade de Tucson para onde Lois envia Peter para voltar a ser o idiota de sempre. 


Outro tema bem utilizado foi a relação entre brancos e negros nos EUA e também em geral, no episódio Baby Got Black em que a filha de Jerome, Pam, começa a namorar com Chris, mas seu pai é contra o namoro, por achar que homens brancos só querem usá-la como um adereço, não lhe dando o devido respeito. Assim, Peter entende o porque do receio de Jerome, na medida em que o racismo vai ficando claro, já que Jerome é parado por um policial que insiste no fato de que ele deve ter feito algo errado, só pela sua cor de pele. No início do episódio temos aquela típica enganação própria de Family Guy, em que pensamos que o assunto do episódio será Peter, Joe e Quagmire competindo para ver quem fica mais tempo sem dormir, mas a história se torna outra. Algumas piadas direcionadas à comportamentos racistas por vezes não notáveis pelas pessoas são feitas como  no momento em que Lois, conversando com a namorada de Chris, começa a citar todas as celebridades negras que conhece, e inclusive diz que votou no Obama uma vez, como se isso fosse importante para Pam só por esta ser negra. Em geral foi um episódio interessante, mais voltado para a conscientização das pessoas em relação a um assunto importante, porém, como é típico de Family Guy, consegue fazer isso com comicidade. 

Em Meg Stinks! vemos a relação de Peter e Meg melhorar, quando aquele acompanha esta até uma entrevista para ingressar em uma universidade. Meg mostra que sabe muito sobre Peter, e este nota que não conhece sua filha. Depois de vários acontecimentos, Meg percebe que é muito difícil conviver com seu pai. Já Brian é colocado para fora de casa depois de ser atacado por um gambá e ficar com um cheiro insuportável. Foi um episódio mediano, voltado para Meg, e tenta nos mostrar que a personagem não é tão chata como todos acham, inclusive sua família. 


Por fim, em He's Bla-ack! temos o retorno de Cleveland para a série, já que seu próprio show falhou. Daí começam as intermináveis piadas por parte de Quagmire, Joe e Peter a respeito do fracasso de Cleveland. Na música de abertura da série há uma pausa e Cleveland tira Mort da fila para se colocar no seu antigo lugar. Foi uma cena engraçada e inesperada, o que trouxe algo diferente para esse episódio. Peter e Cleveland voltam a ser amigos, porém Lois e Donna, esposa de Cleveland, não se dão bem, principalmente pelo fato de Donna ter agredido Chris depois de este ter quebrado seu vaso. As esposas rompem relações entre as famílias, o que inclui o fato de que Peter e Cleveland não podem mais se encontrar. Assim, começam a arrumar esquemas para poderem conversar, como quando Peter se veste de policial e finge estar agredindo Cleveland, ou quando ambos conversam em código Morse. O episódio em geral foi melhor que o anterior, e traz a expectativa de que a série tome outros rumos agora que Cleveland está de volta. Também fica em um tema sério, como o do racismo, sobre palmadas com o objetivo de educar, se isso seria certo ou não. No final, é claro que Peter e Cleveland não deixaram de ficar juntos e mostraram para suas esposas que isso ia acontecer querendo elas ou não. Assim, as famílias trataram de fazerem as pazes, deixando todos contentes, como todo bom e típico final de Family Guy
Reações:

Sobre o Autor

 
Top