Comentários
Rafael Bürger Rafael Bürger Author
Title: [REVIEW] GAME OF THRONES - S04E10: THE CHILDREN
Author: Rafael Bürger
Rating 5 of 5 Des:
Infelizmente chegamos ao final da temporada, já estou com saudades e esperando ansiosamente o ano que vem. Essa season finale foi com...


Infelizmente chegamos ao final da temporada, já estou com saudades e esperando ansiosamente o ano que vem. Essa season finale foi com certeza a melhor até agora, isso por que os roteiristas guardaram o melhor para o final. Depois de um temporada com altos e baixos eles fecharam com chave de ouro, mas não o tipo de ouro que os Lannistes gostam.

- Fogo na Muralha: Acho que não existe maior surpresa em GoT que essa. Stannis é alguém que não se espera nada, não conseguiu nem conquistar Porto Real quando teve a chance. A cara do Jon quando ele viu o Stannis foi de muita surpresa, tipo ver um Mc Donalds no deserto. Foi uma péssima comparação, mas não me julguem, final de semestre é assim mesmo. Com os selvagens milagrosamente derrotados por Stannis, chegou a hora de queimar seus mortos. Melisandre apareceu durante poucos segundos na cerimonia de cremação, espero ver ela se destacando mais na próxima temporada. E coube a Jon sozinho ir para lá da muralha e queimar ele mesmo o corpo sem vida de Ygritte. Fui uma das cenas mais comoventes, ver a beijada pelo fogo, ser beijada por ele uma ultima vez.


- Deu a Louca na Leoa: Cersei estava "com a tocha" nesse episódio. Palmas para a Lena que entregou uma boa atuação, mas não tenho certeza se consegue ter força para uma indicação ao Emmy. Cersei está cada vez mais rancorosa em relação ao Grande Meistre Pycelle. Convenhamos que o velho está fazendo hora extra na série e Qyburn é um personagem muito mais interessante, com o passado misterioso e experiencias proibidas pela Cidadela. Mas ela não parou em só expulsar Pycelle de seu laboratório, enfrentou ainda o pai. Ela está cada vez deixando mais claro que faria qualquer coisa para proteger seus filhos, passando por cima de até mesmo outros membros da família. E falando em família a unica coisa que Tywin não queria acreditar sobre ela era os boatos do incesto dos seus filhos. Todos esses anos ele esteve cego, nem com a filha confessando ele conseguia acreditar.


- Mãe dos Dragões: Novamente Daenerys se viu diante de problemas relacionados a escravidão e dragões. Toda grande revolução tem suas consequências, cabe ao governante aprender com elas e minimizar seus efeitos negativos. Na minha opinião ela agiu bem em instituir um contrato entre os mestres e os ex-escravos,
porem foi meio precipitada em trancar os dragões nas masmorras. Tudo bem que ela fez isso para proteger a população mas da ultima vez que prenderam dragões o resultado não foi bom e levou a extinção da espécie. E do que adianta ter dragões se você não os usa?

- Corvo de Três Olhos: Bran continua na sua jornada se arrastando pela neve. E finalmente eles chegaram ao Represeiro das visões. Mas como nada é fácil apareceram aqueles esqueletos, a cena ficou bem feita, mas me lembrou demais o segundo filme de Pequenos Espiões. E ainda tivemos Jojen entrando pra longa lista de mortes da série.  A cena que se seguiu foi na minha opinião o primeiro acontecimento decente envolvendo o Bran desde a queda da torre na primeira temporada. Ficamos sabendo que o corvo de três olhos realmente existe, mas na verdade ele é uma "pessoa" e tem mil e um olhos, e também tivemos a revelação que os Filhos da Floresta não estão completamente extintos.


- Hora de dar Tchau: Nesta temporada demos tchau a muitos personagens, e para quem achava que a morte do Oberyn seria a mais inesperada da temporada esse episódio surpreendeu. Tudo indicava que Tyrion iria ser executado, mas não esperávamos que Jaime fosse solta-lo. Mais inesperado ainda foi a decisão dele de ir até os aposentos do pai. Shae mereceu a morte mesmo. Falam que o Martin é malvado mas o Benioff e o Weiss são mais, por que nos livros ele deixava quase claro que ela não amava o Tyrion de verdade, já na série ela realmente chegou a amar ele e isso é o que "dói" mais. A vingança só ficou completa com a morte do pai. Essa sequencia com certeza foi uma das melhores da série, e o ápice da temporada. Cumprindo a regra das seasons finales de GoT, acabara com uma cena interessante mas não um cliffhanger de matar. E a Hora de dar Tchau chegou ao som de uma trilha que parecia ter saído do clássico Xena.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top