Comentários
Dyonathan Lavall Dyonathan Lavall Author
Title: [REVIEW] LOST: IMPRESSÕES DA 3ª TEMPORADA.
Author: Dyonathan Lavall
Rating 5 of 5 Des:
CONTERÁ SPOILERS! Fui convidado pela Camibal (Camila Menezes) para falar sobre a terceira temporada dessa que é a melhor série de t...

CONTERÁ SPOILERS!

Fui convidado pela Camibal (Camila Menezes) para falar sobre a terceira temporada dessa que é a melhor série de todos os tempos para muitos (incluindo eu): LOST. Então, vamos nós para mais uma parte do Especial de LOST aqui no DDS, falando sobre as minhas impressões da terceira temporada. Logicamente, o texto a seguir contem spoilers.

A Terceira temporada de LOST teve sua exibição entre 4 de outubro de 2006 e 23 de maio de 2007 nos Estados Unidos. 8 anos depois, e, às vezes, parece que foi ontem.

Essa temporada trás a participação mais nula de toda a série que foi a de Rodrigo Santoro interpretando Paulo, e sua amante, Nikki. A participação foi um fiasco. Rejeitados pelo público, muitos ficaram sem entender a participação deles na série. Os produtores trataram de dar um final bem rápido para eles, e foram enterrados vivos.

Assim como todas as temporadas, essa é repleta de acontecimentos marcantes, E, teve a introdução de novos personagens. Entre esses novos personagens, sem duvida Juliet foi a que se destacou mais, e caiu nas graças de metade do público, e no ódio da outra metade. Passou a ter um romance com Jack, e foi de extrema importância para acontecimentos futuros na série, desde sua aparição.

A terceira temporada já começa mostrando “A Vila dos Outros” no primeiro episodio, a visão deles do acidente, Ben mandando Ethan e Goodwin se infiltrarem logo após o acidente como sobreviventes para colher informações deles. É uma abertura genial de começo de temporada.

Com o passar dos episódios, descobrimos que Ben está com um tumor na coluna e ele precisa que Jack o opere. A cena da cirurgia é clássica, onde Jack toma o poder da situação o que proporciona uma chance para Kate e Sawyer escaparem das Jaulas que estavam presos. Lembrando que Jack não queria operar Ben, mas, depois daquela cena de sexo na jaula de Kate e Sawyer, ele resolve fazer isso.

Temos a escotilha Hydra descoberta, que é uma escotilha submersa, e alvo de uma das melhores cenas de toda a série: A Morte de Charlie, contando para Desmond (que previu sua morte) que “Não é o barco da Penny”. A trilha sonora da cena (como toda a de LOST) emociona, e faz até os corações mais durões, terem uma lágrima escorrida pelo canto do olho. Até hoje, para muitos fãs, é considerada a melhor cena da série. Charlie era um personagem querido pela maioria, e sua morte foi à altura do personagem: ÉPICO.


Essa temporada mostra um John Locke indo para o lado dos Outros, se ‘convertendo’ a eles, próximo de Ben. Além, de descobrirmos o que o deixou paralitico, e isso foi uma BOMBA. Ninguém imaginaria que ele ficou paralitico graças ao seu pai, a cena dele jogando o próprio filho do oitavo (4, 8, 15, 16, 23,42) andar é uma das melhores da temporada. E temos a apoteótica cena da Cabana onde ele e Ben, aparentemente, verem JACOB. Como podem ver os mistérios não só continuam como foram colocados mais na série. Lembro-me da comunidade de LOST no Orkut, e do famoso lostinlost da globo.com bombarem com as teorias e discussões sobre essa cena.

Por fim, temos o melhor season finale da série, e da história das séries. Em "Throught the looking glass”"TEMOS O PRIMEIRO FLASHFORWARD (que mostra acontecimentos do futuro, e não do passado como a série mostrava até então). O Público pensou durante o episodio inteiro que era um Flashback, só sendo revelado na ultima cena que não se tratava de um flashback, e, sim, um FLASHFORWARD! Por essas e outras que LOST é genial. Aqui, nesse final da terceira temporada, começou o mistério da pergunta que só foi respondida na season finale da quarta temporada: QUEM ESTÁ NO CAIXÃO? Tudo teve inicio, com Jack lendo aquele recorte de jornal, e indo a funerária.


Na Ilha, temos um ‘resgaste’ a caminho de Jack, Kate, naquela clássica cena da torre de rádio. E, logo após, a sequencia de Jack na funerária, temos a descoberta que se tratava de um Flashforward com Jack, barbudo fora da ilha falando para Kate: “WE HAVE TO GO BACK” (NOS TEMOS QUE VOLTAR) e a temporada termina assim, com esse Cliffhanger simplesmente de deixar os de Game Of Thrones hoje em dia, no chinelo.


Essa temporada de LOST se marcou pela série se popularizar de vez no Brasil. Em uma época que ter televisão a cabo não era tão acessível como hoje em dia, a Rede Globo comprou os direitos de LOST e começou a exibir sua primeira temporada em 5 de fevereiro de 2006. Foi aqui que descobri LOST. E boa parte do Brasil descobriu também. Como a terceira temporada estreou apenas no final do ano, a maioria dos que assistiram a primeira na Globo, baixaram a série, e a acompanham de cabo a rabo. Os Comentários em fóruns, Orkut, só aumentaram com o inicio da exibição da Globo.

PS: Foi nessa temporada também que teve o mistério da gravidez na ilha, a francesa encontrando sua filha, Alex. Como Ben chegou à ilha, como Ben matou os integrantes da iniciativa Dharma, incluindo seu pai. E, Richard Alpert, que hoje é o xerife Romero em “Bates Motel” em LOST ele tinha o dom, de nunca envelhecer.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top