Comentários
Maluci Vieira Maluci Vieira Author
Title: [REVIEW] OUTLANDER - S01E03: THE WAY OUT
Author: Maluci Vieira
Rating 5 of 5 Des:
"It's always two hundred years in the Highland stories" Acredito que em situações assim há três modos de sair: fugindo...

"It's always two hundred years in the Highland stories"

Acredito que em situações assim há três modos de sair: fugindo, aceitando a sua prisão e usando isso ao seu favor ou morto. No começo ela havia escolhido bem, pelo menos no que diz respeito a sobrevivência, mas aceitando a situação e se jogando de cabeça ela acabou ainda mais envolvida. Já no fim ela resolveu fazer aquilo que já era esperado, porém a primeira opção pode ainda acabar resultando na última.  

“Eu sou do futuro” é muito para praticamente qualquer um que você acaba de conhecer, ela teve sorte de só levar um tapa, foi um bom aviso. Admiro demais a Claire, gosto da característica dela de mais ouvir do que falar e quando resolve falar costuma pensar muito bem antes. Outro ponto da personalidade dela que adoro é a ausência de hipocrisia A admissão do ciume que havia sentido e a explicação do motivo foi um momento muito bonito, fez a cena do beijo presenciado por ela não parecer um flagra, mas algo tão intimo que ela preferia não ter lembrado de como é. Ligou o momento a cena da estação de trem, onde vimos novamente Frank e a química de dar inveja que os dois tinham como casal.

O Clã dos Mackenzie sabe valorizar os mais habilidosos, infelizmente eles fazem isso de uma forma autoritária e arbitrária. Se aprendemos algo com a história é que adaptação é o melhor meio de sobrevivência. Claro que ela podia lutar o tempo todo para defender os seus valores e a sua liberdade, mas isso de nada adianta se ela estivesse morta. Há sempre o momento certo e o melhor modo de fazer as coisas. Infelizmente não parece ser o momento certo do padre sumir, esse mal apareceu e já conseguiu me tirar do sério!


Claire provou que tudo é questão de timing quando encontrou uma solução para o ocorrido com o garoto. De nada ia adiantar ir contra tudo e todos naquele momento se o sofrimento só passasse do garoto para ela ou para o Jamie. Com Geillis, Claire aprendeu que uma boa manipulação pode levar a resultados completamente diferentes. Um charme ou mesmo um drama podem mudar destinos. Claro, ela não pode evitar aquele momento horrível para o garoto, mas soube como e quando ajudar. Para falar bem a verdade, não esperava que aquilo fosse acontecer, tomei um susto quando a orelha foi pregada. Sabe quando você pensa que no último segundo alguém vai chegar para salvar a pátria e tudo vai se resolver? Essa série já mostrou que não é assim que as coisas funcionam.

Contudo, da mesma forma que Claire vai aumentando o seu círculo de aliados, vai também criando inimigos pelo caminho, para alguns ainda é muito cedo para definirmos o que são. Geillis por exemplo, é curiosa assim pois usa disso para sua proteção, é com os segredos e manhas que ela faz a sua sobrevivência. Já o padre é um homem terrível, como foi falado no episódio, ele preferia a morte do garoto que a cura proporcionada por Claire. Não quero criar polêmica, mas grande parte do meu rancor com a igreja católica vem de casos como esse, onde algum representante da igreja aparece como dono da razão se apropriando da ignorância alheia para manipulação e poder. E como Claire ainda disse, isso não tem tanta diferença até os dias de hoje.


Rhenish de Colum, que diferença que você faz! Adorei a sequência das cenas, primeiro deixando a menina e todos para trás como se os outros não importassem, em seguida ficaram sozinhos e começam a trocar comentários como se conhecessem muito bem um ao outro, até que então ela decide checar a atadura dele. Alguém pode me explicar como uma pessoa – ainda mais bêbada - resiste aquele olhar do Jamie? Sabe quando o homem sabe que é lindo? Me lembrou o olhar do ator Joseph Morgan. E tudo isso enquanto abria a roupa dele...na viagem no tempo Claire deve ter batido a cabeça em uma daquelas pedras, só pode!

P.S.: Claire é realmente uma das única pessoas no mundo das séries que fica no lugar quando alguém pede. Claro que tinha que ter uma razão infeliz para tal.

P.S.2: Uma coisa eu não entendi na música do final do episódio - Se a mulher voltou para casa, como conseguiu contar da sua volta ainda naquela época?  Posso ter perdido algo, ser um “erro” mesmo ou ter uma explicação mais para frente, mas independente de qualquer coisa quero dizer que adorei a música e aquele momento emocionante para Claire.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top