Comentários
Raphael Gomes Raphael Gomes Author
Title: [REVIEW] THE STRAIN - S01E11: THE THIRD RAIL
Author: Raphael Gomes
Rating 5 of 5 Des:
Fuja para as colinas, a infecção se espalhou por New York. O plano do Setrakian de visitar as famílias e matar os primeiros infecta...

Fuja para as colinas, a infecção se espalhou por New York.

O plano do Setrakian de visitar as famílias e matar os primeiros infectados já afundou há tempos, restando então só o plano de acabar com o mestre para conter a infecção. Cético em relação a esse plano, Eph, claro é sempre ele que atrapalha os planos, decide acompanhar o resto do grupo a caça do Mestre, mas sempre gritando suas dúvidas aos sete ventos.

Eph mudou drasticamente do piloto até aqui. Ele se arriscava, era arrogante, não se importava com nada, hoje ele é cheio de dúvidas, não aceita explicação de ninguém, não aceita estar errado e passa o episódio inteiro enchendo o saco. Sou só eu que torço para ele ser infectado em toda cena que ele está perto de um vampiro? Sério, até o filho dele consegue ser menos mimizento que ele.


Embora o Mestre ache que Eph seja o novo pupilo do Setrakian, Fet sim está mais próximo desse cargo. Fet rapidamente acreditou nos vampiros e se mostra bem receptivo a tudo que o Professore tem a dizer. Sem contar que as melhores cenas são as dele. Quando ele ficou entalado naquele túnel, que agonia, já comecei a xingar achando que ia matar ele. Fet é o novo Setrakian, sem mais.

Mesmo sem jeito para caçar vampiros e com o coração mole demais, Nora é um personagem que me intriga. Acho que ela é bem capaz de se tornar uma forte aliada nessa caçada ao mestre, embora ela ainda tenha medo de se deixar levar pelos acontecimentos. O desenvolvimento dela pelos episódios está muito bom, espero ver mais dela. A mãe louca dela por outro lado, só está atrasando tudo. Está na hora de se livrar da velha, que eu não achei que fosse tão louca da primeira vez que ela apareceu.

Elizalde, mais conhecido como o latino, que já havia perdido o melhor amigo no episódio passado, perdeu a mãe e o irmão nesse. Preciso dizer que foi bem mais triste que toda a história da transformação da Kelly. Mas ver que ele se tornou um caçador bad ass valeu o sacrifício. Só queria que ele tivesse ido para casa com o garoto e se juntasse logo ao grupo. Ou então ele podia encontrar a hacker e se juntar a ela, ainda não superei a saída dela do grupo, maldito Eph.


A caça ao Mestre nos túneis do metrô foi excelente, a tensão que a série está conseguindo criar nos momentos que eles ficam presos ou cercados pelos vampiros está excelente. Os efeitos e maquiagens dos vampiros estão ótimos, exceto claro, o Mestre. Gente, vamos falar à verdade que de capuz o Mestre nos mata de medo, o Mestre sem capuz nos mata de rir. Me lembra a maquiagem usada na época de Buffy. Às vezes me lembra daqueles monstros mal feitos de Power Ranger, enfim, a lista só aumenta, mas a realidade é que aquele Mestre não dá medo. E é impressão minha ou aconteceu alguma coisa com o Setrakian quando ele se aproximou do Mestre? Como se algo entrasse na sua cabeça ou algo parecido. Espero que expliquem isso mais a frente.

O motivo sobre eles estarem nos túneis do World Trade Center foi magnifico, treze anos se passaram e ainda a dor e sofrimento rondam aquele lugar, ótima sacada dos roteiristas. Agora é esperar a dor e sofrimento no próximo episódio, e torcer pra morte do Eph.

PS. Tragam a Hacker de volta.

PS 2. O filho do Eph parece ser bem inteligente e vai se transformar no próximo bad ass, assim esperamos.

PS 3: Fiquei com dó do vampiro morrendo eletrocutado.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top