Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [REVIEW] CASTLE S07E02: MONTREAL
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
E quem busca respostas, dirija-se a série mais próxima porque aqui, essa semana, só mais perguntas. Para quem esperava, pelo menos, ...

E quem busca respostas, dirija-se a série mais próxima porque aqui, essa semana, só mais perguntas.

Para quem esperava, pelo menos, algumas respostas à cerca do sumiço do Castle, ficou a ver navios. Apenas mais perguntas surgiram e eu posso dizer que estou mais do que intrigada para saber o que realmente está acontecendo.

Esse episódio teve um plot duplo, o caso em si e o caso em que o Castle tentava descobrir o que havia realmente acontecido com ele. E eu preciso dizer que eu amei a inserção da visão da imprensa na série. Isso é algo que há algum tempo não era explorado,  a questão de Castle ser alguém famoso e que a mídia cairia matando em cima do seu sumiço. Porque não, nem que isso fosse um livro do Castle faria sentido. Quando ele oferece uma recompensa  de 250 fucking milhões de dólares em busca de informações sobre o que possa ter acontecido com ele, todos sabiam que seria um prato cheio para fãs malucos, mulheres solteiras e, até mesmo, abdução alienígena. Cuidado com os óvnis, Castle!

Começando a temporada de matanças da série, afinal, na premiere ninguém morreu, temos Wallace Willinger dono de uma empresa de brinquedos que estava brincando de “Undercover boss” encontrado morto num rio por uma equipe de remo. E o caso segue seu rumo normal, com ausência de pistas ou pistas que não levam a lugar algum, com direito a cães, fofos cães, que ajudam na resolução do caso e, claro, um contrabandozinho básico de drogas. Amei ver que  o caso do Castle semana passada trouxe Esplanie de volta ao jogo. Não é novidade que eu amo esse casal e que eu queria muito vê-los juntos. Espero que isso aconteça mais vezes, já que Caskett é o casal principal, mas não é o único casal da série. 


Achei bacana a resolução do caso e como Wallace estava na verdade disfarçado para descobrir a verdade sobre o caso das drogas em sua empresa, uma pena ele ter chegado perto demais da verdade nesse caso, não que o assassino pudesse ter adivinhado que o zelador do galpão era seu chefe. Tudo bem montadinho.
Porém, a bola da vez estava mesmo no caso de Castle e uma pista forte que um casal traz, despretensiosamente, nas suas fotos pessoais. Castle estava em Montreal. Mas o que diabos ele estava fazendo em Montreal?! Nem ele mesmo sabe. Mas Castle e sua filha Alexis vão atrás de pistas quando é a filha que lembra da chave que havia sido encontrada com ele no episódio anterior. Fazia até sentido ele esconder algo em algum banco já que ele estava “sumindo” do mapa. Mas, realmente, eu não esperava pelo que estava naquele cofre.

Automaticamente minha mente foi redirecionada para outra carta. A carta que Kate manda para o Castle em “In The Belly Of The Beast” e em como esses dois conseguem ter dentro de si tanto sentimento um pelo outro. Ele sempre te amou Kate. Always. Assim como ela precisa falar para ele, lá atrás, que ele era a melhor coisa que havia acontecido com ela Always, ele precisa afirmar o mesmo agora. Não apenas para ela, mas para toda a família. Essa sempre foi a essência do Castle, sua família, sua noiva. 


Ver a reação da Kate ao ouvir o “I Love You” foi tocante. É perceptível como a expressão dela muda quando ela ouve essas palavras, não importa quantas vezes ele já as tenha dito. Mas essa vez foi diferente porque Castle estava diferente. Ele era uma visível confusão mental, ele estava perdido, atordoado e com medo, ainda assim, ele para falar que a ama. Indepedente de qualquer coisa que ele esteja passando, sentindo ou tenha feito, ele a ama. E quando ela toca o rosto dele daquela forma, como para realmente confirmar que ele estava ao lado dela, chega a machucar porque eu me pego pensando no que essa mulher passou durante esses dois meses. Onde, novamente, ela se viu sem respostas e perdida em um beco onde apenas mais perguntas surgiam.

Eu elogio, semana após semana, a atuação da Stana, então, nada mais justo que hoje e falar dele. Nathan deu um show de interpretação neste episódio, sendo que cada feição, fala ou sentimento foi passado para quem estava aqui fora de forma única e que tocou de verdade. Nathan, você mandou muito.

Foi estranho ver Castle, o brincalhão Castle que sempre ajudou Kate a superar seus medos optar por esquecer o que quer que tenha acontecido. Pouco sabemos do passado do dele ou o que o levou a ser um escritor realmente, mas é tudo mais obscuro do que eu imaginava. Para ele ter escolhido esquecer eu me pergunto, com medo de receber uma decepção do momento da resposta, o que pode ter sido tão ruim e tão amedrontador para ele tomar essa decisão?  Esperarei e confiarei nos produtores.


Um é o terra firme do outro. The solid ground. E isso desde o começo. Kate falou umas três vezes no episódio sobre eles trilharem esse caminho juntos. E eu não vejo outra forma disso acontecer. Claro que eles não poderiam casar agora depois de tudo que houve, mas depois um tempo acho válido. Eles tem sido um do outro desde o começo, casamento seria apenas firmar algo perante a lei – ou a Deus- que els são um do outro. E o apoio dela pra ele é essencial neste momento, ele passou por muita coisa é muito para absorver e isso pode ser difícil. 

Mas ela acredita em Richard Castle. Ela fez isso na terceira temporada. Ela reafirmou isso na quinta e, hoje, vemos ela optar por acreditar novamente. Mesmo contra todas as provas, ela opta por acreditar nele – por favor, mais conversas com a Lanie nesta vida. Eles precisam absorver tudo que houve e, então, descobrir juntos onde os novos caminhos e as verdades que se revelarem acabarão levando.  Porque eu ainda acredito em Johanna.  Vincit Omnia Veritas.

Seja lá quais forem as revelações e o que esa nova mitologia da série vem para mostrar eles seguem juntos e eu sigo com eles. E vocês? Vocês vêm com a gente também?!

PS1: Hey, sexy!

PS2: Martha arrasando e pedindo por Castle, literalmente, se fazer de morto. AMEI! HAHA

PS3: Cachorros são legais. beijos são legais. Agora separe os dois, POR FAVOR.

PS4: Castle agarrando a Gates. É...então...

PS5: Assunto sério agora. Bem, como eu participei ativamente das ações do fandom para trazer o elenco de OUAT para o Brasil (e conseguimos) me sinto na OBRIGAÇÃO de fazer o mesmo com a minha série favorita. Pois bem, a DayDream Eventos realiza convenções de séries aqui no Brasil trazendo os atores para cá (as próxima são de OUAT e TVD) e para trazermos Castle precisamos nos mobilizar. Assinem o seguinte abaixo assinado (precisamos de mil assinaturas) e comentem que vocês querem a série aqui na página do facebook Minha Série no Brasil se mobilizem e façam acontecer. Qualquer dúvida podem vir me perguntar sem medo de ser feliz ou entrem em contato com a DayDream (@DaydreamBR). Obrigada! 

PROMO DO EPISÓDIO



Reações:

Sobre o Autor

 
Top