Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] FAMILY GUY - S13E02: THE BOOK OF JOE
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Depois do primeiro episódio da temporada em que vimos o fantástico crossover de Family Guy e The Simpsons , tivemos nada mais nada me...

Depois do primeiro episódio da temporada em que vimos o fantástico crossover de Family Guy e The Simpsons, tivemos nada mais nada menos do que aquele mesmo e morno episódio de sempre. A história se passa com Joe e um livro que ele tenta escrever para crianças. Nada contra o personagem, pelo contrário, Joe já teve muitas outras cenas e episódios voltados à ele e que foram muito bem feitos. Porém, dessa vez, e creio que não somente pelo enredo (que também acabou sendo previsível), mas também pelas piadas, o episódio não atingiu as expectativas, que acredito, foram altas tendo em vista a abertura da temporada. 

Bom, visto os comentários, vamos para o que tivemos de mais interessante no episódio. Primeiramente, o enredo foi Joe escrevendo um livro infantil, mas como não tem tato com as crianças nos momentos de leitura promocional, Peter assume seu lugar, e acaba sendo visto como o escritor do livro. Como já previsto, muita coisa dá errado entre Joe e Peter a partir daí. 


Já Brian, que também foi destaque nesse episódio, decide tornar-se um maratonista, primeiro para conquistar uma garota, depois por puro vício. Daí começam algumas piadas contra as personalidades famosas como quando Stewie comenta com Brian, que está só osso, que ele parece o pescoço de Paul McCartney. Aproveitando essas críticas aos famosos, também vemos como se faz um verdadeiro romance de terror e suspense no estilo Stephen King, e como Roger Ebert, mesmo depois de sua morte, ainda é melhor crítico de filmes do que Gene Shalit. Essa referência achei um pouco difícil para entender, principalmente quem não acompanha os programas esses dois críticos.

Tivemos também, e creio que essa foi a melhor, um trocadilho com uma famosa frase de Star Trek, aquela de Scotty “I'm givin' her all she's got, captain!”, que na verdade não passaria de uma mentira e falha de Scotty, que acaba por perceber que a nave ainda tinha mais opções de velocidade na alavanca, e, por isso, os personagens teriam se metido em problemas que envolvessem a velocidade não suficiente da nave a troco de nada, ou seja, a série seria uma grande falha de um personagem. Essa referência foi curiosa, pois desconstrói uma grande série, isso tudo com humor e ao mesmo tempo reverência. 


Entretanto, fora o mencionado acima, creio que o episódio deixou a desejar, já que, depois de um episódio tão bom quanto o crossover, tínhamos uma esperança que este nos traria um pouco mais de Family Guy na sua essência, pois por vezes a série ainda traz cenas que nos fazem rir, pensar e até mesmo sentir que valeu a pena acompanhá-la até aqui. Sim, fiquei um pouco desanimada com esse episódio, assim como acredito que muitos ficaram, mas ainda temos uma temporada toda por vir, e esperemos que ainda consigamos ver um pouco dessa essência da série que ainda insistimos em assistir, mas que, infelizmente, não mostra a que veio já há algum tempo.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top