Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] FAMILY GUY - S13E03: BAKING BAD
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Começando pelo nome Baking Bad já se nota o enredo principal do episódio: Lois acaba abrindo uma loja de cookies junto com Peter, apes...

Começando pelo nome Baking Bad já se nota o enredo principal do episódio: Lois acaba abrindo uma loja de cookies junto com Peter, apesar da mudança de planos para a loja, que se dá com o avanço do episódio. Como plot secundário vemos a luta de Stewie contra seu vício por xarope que se inicia depois de alegar que não consegue dormir. Vamos então para os detalhes. 

Tivemos várias referências à personalidades famosas: Wyclef Jean e a polêmica de lavagem de dinheiro que cercou sua caridade no Haiti, após o tsunami; Connie Britton e seu cabelo com aparência quase comestível; e até mesmo Paul Revere, mensageiro de batalha nos EUA considerado herói, cuja função seria somente um pretexto para fugir da batalha. Além disso vimos um Sandman contratado por Stewie quando este não conseguia dormir de maneira alguma. Sandman é uma lenda de um ser que visita crianças dando bons sonhos ou pesadelos dependendo de seus comportamentos. Mas é claro que Sandman de Family Guy tem que ser extremamente exagerado. A principal menção, entretanto, foi à Muhammad Ali e George Foreman, dois pugilistas que se enfrentaram em uma luta histórica em que o primeiro venceu do então nunca-vencido-por-nocaute George Foreman. Hoje, entretanto, Ali é acometido de mal de Parkinson enquanto Foreman vende grelhas elétricas por todo o mundo. Assim, pela fala de Lois, vemos uma piada um tanto pesada, no estilo de Family Guy, que envolve o destino que ambos tiveram. 


Fora as referências citadas acima, o plot de Lois e Peter realmente não foi grandes coisas. Claro que tivemos aquele mesmo percurso de sempre: tudo começa com boas intenções, Peter estraga tudo, Lois dá o fora e Peter volta arrependido. Entretanto valeu por ver Cookie Monster do Vila Sésamo como gerente do banco e assumindo a loja de biscoitos abandonada por Lois e Peter, e mostrando-se  inclusive um pouco tarado para um boneco de programa infantil, o que não é novidade em na série, que adora desconstruir a “moral e os bons costumes” de maneira sempre original. 


Já o plot de Stewie prendeu mais, já que vimos como Stewie, o gênio do sarcasmo, bêbado, além do fato de que é uma criança. Assim acompanhamos suas ações irresponsáveis que vão desde atropelar uma criança com seu triciclo até uma intervenção com seus bichinhos de pelúcia em que participa obrigado por Brian, visto que foi este quem introduziu Stewie ao seu “vício” em xarope, e como sempre, se mostra o mais sensato da família.

O episódio em si foi tranquilo, embora a trama principal não tenha chamado tanta atenção por seguir o mesmo esquema de sempre. Entretanto, as cenas de Stewie foram divertidas e cumpriram a proposta para o episódio, divertido, mas não entusiasmante. Assim, acredito que em comparação com o episódio anterior, este foi melhor, pois trouxe mais trocadilhos e melhores plots, começando pelo título, uma clara referência à série Breaking Bad da AMC, que segue o mesmo princípio de montar um negócio em cima de algo cozinhado em casa, só que, como bem sabemos, não se trata de cookies. 
Reações:

Sobre o Autor

 
Top