Comentários
Naila Brizolla Naila Brizolla Author
Title: [REVIEW] RED BAND SOCIETY – S01E03/S01E04 : LIAR, LIAR PANTS ON FIRE / THERE’S NO PLACE LIKE HOMECOMMING
Author: Naila Brizolla
Rating 5 of 5 Des:
Depois de dois episódios estou aqui, tive uns probleminhas e a série demorou pra sair legenda que quando vi já tava saindo o próximo epi...
Depois de dois episódios estou aqui, tive uns probleminhas e a série demorou pra sair legenda que quando vi já tava saindo o próximo episódio.

Sabe aquela frase “mentira tem perna curta?” Então, nesse  terceiro episódio vimos que isso é uma verdade. Desde o piloto Jordi deixou bem claro que era “órfão” sua mãe tinha morrido e seu pai ele não sabia e de repente “bam” aparece sua mãe do nada e ficam todos perdidos (sos). Descobrimos que sua mãe está morta no sentido de ele não querer mais saber dela nem pintada de ouro.  Podemos ver os flashback de sua infância, mostrando o quanto sua mãe foi negligente com ele e por esse e outros motivos ele não queria mais saber dela.

Apesar da relação complicada dos dois, achei uma boa ela aparecer. Ele precisa de todo apoio possível para conseguir passar por esse momento tão difícil. Tem vezes que tenho vontade de abraçar o menino de tanta dó que sinto.  Então apesar das desavenças espero que ela fique e não faça burrada.

Kara e a enfermeira Jackson é um segundo de paz e dez minutos de guerra. Mas eu gosto da relação das duas, Kara é teimosa e a enfermeira é dura na queda e sempre está querendo o melhor pras crianças. Cá entre nós ela os trata como se fossem próprios filhos.


Esse possível triângulo amoroso entre Jordi, Emma e e Leo por favor não. Gostei do Leo e a Emma fazendo as pazes, se ela não tivesse dito “amigos” acho que rolaria um beijo ali.
A série está caminhando num rumo legal, os personagens estão evoluindo e é tão legal acompanhar isso <3


Esse quarto episódio decidiu mostrar um pouquinho fora do hospital, fomos convidados a assistir ao baile da escola de Kara, como ela não poderia ir sozinha, Brittany foi a responsável por ela e decidiu levar Emma junto, pra ela sair um pouco, já que ela praticamente não tem vida social.

Cara sempre foi uma garota mimada, temida por todos e ao chegar lá percebeu que as pessoas tinham pena dela, queriam abraçar, mostravam que se importavam, mas Kara sendo Kara odiou até o ultimo segundo. Como ela mesmo disse “prefiro ser temida do que amada”. Achei o cumulo aquela cena dela indo ao palco, tá certo que a menina está doente, mas foi forçado aquilo ali né. Leo salvou a pele dela, xingando ela para as pessoas não considerarem ela uma pessoa que merecia misericórdia. E aquele  beijo me deixou em choque.

Emma fez algumas amizades no baile, amizades nada saudáveis por sinal. Meninas que a veneraram por ser magra demais, que a invejavam como ela conseguiu alcançar aquele peso. E isso me preocupa já que Emma tem muitas dificuldades com o distúrbio.

Jordi começou a dura jornada que é a quimioterapia. Vimos seu sofrimento, sua dor e isso é só o começo. Então quando eu pensei que sua mãe estaria ali para apoiar o coitado do menino, a mulher foge. Como assim amigs? Ela ficou com medo ao ponto de abandonar o filho no hospital? Espero veemente que ela não volte, porque aquela ali não merece o titulo de mãe, chegou só pra dar uma falsa esperança ao menino. Se ela voltar super apoio a enfermeira Jackson dar uns tabefes na cara dessa individual. Pelo menos uma coisa boa essazinha fez, emancipou o Jordi, que tem o apoio do Doutor e da enfermeira Jackson.

A série está boa, to apegada aos personagens e ela tem grandes chances de ser cancelada :’(

Ps¹ Shippando Brittany e o Doutor pq sim <3

Ps² Vamos dar as mãos e torcer pra não cancelarem, pelo menos um fim digno gente!

Ps³ Próximo episódio sobre o Coma Boy! YAY
Reações:

Sobre o Autor

 
Top