Comentários
Rayssa Rayssa Author
Title: [REVIEW] GRIMM - S04E04: DYIN' ON A PRAYER
Author: Rayssa
Rating 5 of 5 Des:
Monstros podem ser derrotados. Seja por um Grimm ou através de uma oração nada convencional. Grimm inovou e trouxe um caso sem wese...

Monstros podem ser derrotados. Seja por um Grimm ou através de uma oração nada convencional.

Grimm inovou e trouxe um caso sem wesens. Ou quase sem wesens, uma vez que eles foram as vítimas e parcialmente responsáveis pelo medo do David, que foi vingado pelo seu anjo da guarda. E enquanto vocês ficavam aí esperando algum cara loiro e cheio de asas, os roteiristas foram mais criativos e fizeram logo um guardião de argila, para fugir de todos os padrões.

O ideia do Golem foi até interessante, mas para mim foi apenas mais um caso semanal típico de Grimm, sem maiores reviravoltas.


Os pontos interessantes de "Dyin' on a Prayer" foram as tramas envolvendo o elenco principal. Primeiro, porque já temos uma ideia mais ou menos de quem eram os mascarados do final do episódio passado. Não fizeram assim muita coisa, mas parece que estamos diante de uma manifestação preconceituosa de wesens que não admitem o casamento entre raças.

Será que isto irá gerar mais problemas para Monroe e Rosalee? Foi apenas o começo de alguma perseguição contra o casal mais fofo de Grimm?

Por outro lado, finalmente Elizabeth mostrou alguma utilidade e já fez a poção para devolver os poderes de Nick. Ou pelo menos parte dele, já que falta mais um ingrediente essencial para tudo funcionar. Não é irônico e ao mesmo tempo poético que o futuro de Nick como um Grimm esteja nas mãos da Juliette, a pessoa mais sacaneada nesta história toda por causa da condição do namorado e a primeira pessoa que gostou da ideia do Nick não-Grimm?

Imagino que haverá um retorno da discussão sobre se Nick quer realmente ou não voltar a ser Grimm e talvez arrastar até alguns episódios o retorno de seus poderes. Afinal, isto vai acontecer de um jeito ou de outro, pois seria estranho assentarem como definitivo um personagem principal sem ser Grimm.

Sean voltou ao trabalho e parece que vai ficar sem utilidade por um tempo. Ou pelo menos, por agora, sua função será conter Wu e sua incessante capacidade de não deixar as coisas para lá. Será que esta trama do Wu vai a algum lugar? Ou ela está apenas sendo usada para preencher tempo de tela? Espero que não, mas vai saber.


Adalind, por outro lado, continua tentando fugir do tal castelo e, cá entre nós, não estou nem um pouco interessada nisto. Quero que ela fuja de uma vez e volte para tocar o terror, ainda mais agora que ela sabe que sua filha não está com a Realeza.

Aliás, cadê Viktor que não está procurando por Adalind? Ou pelo menos vigiando toda sua saga em falar com paredes que choram? Sei lá, acho que no fundo tudo isso tem o dedo dele.

Por enquanto é só. Parece que minhas perguntas só serão respondidas no episódio seguinte. Mas considerando que estamos apenas no quarto episódio da temporada e as coisas já estão acontecendo, não tenho muito a reclamar de Grimm por agora.

Até mais, gente!

Obs: Finalmente Trubel abriu o bocão e contou para Nick o que estava acontecendo. Será que teremos mais Agente Chavez no próximo episódio?

Obs: Gente, me deparei com um twiter ótimo sobre Renard: "Achei que o Capitão só fosse aplaudido quanto tirava a camisa". Adoro! (não consegui encontrar o bendito de novo, por isso está sem autoria esta frase célebre!)

Obs: Desculpem o atraso, viajei a trabalho esta semana e quase nem tive tempo de encostar no computador.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top