Comentários
Rayssa Rayssa Author
Title: [REVIEW] HOT IN CLEVELAND - S06E02: FEAR AND LOATHING IN LOS ANGELES
Author: Rayssa
Rating 5 of 5 Des:
Um pouco de nostalgia para relembrar por quê amamos Cleveland. Uma hora ou outra sempre somos levados à Los Angeles e no final semp...

Um pouco de nostalgia para relembrar por quê amamos Cleveland.

Uma hora ou outra sempre somos levados à Los Angeles e no final sempre terminamos com a mesma conclusão: não há lugar como Cleveland.

Embora o tema esteja gasto na série, é bom ver que os roteiristas conseguem requentar a história e trazer novas piadas e histórias.

Para variar, quem brilhou neste episódio foi Victoria. Gente, a determinação dela em entrar na sala VIP foi ótima e funcionou muito bem. Até agora, quando lembro dela disfarçada no meio dos hipsters negros eu racho de rir. E olha que a princípio nem percebi que ela estava lá, o que tornou minha surpresa ainda melhor!


Porque, afinal, em Los Angeles ela é só mais uma atriz, com apenas UM Oscar, como bem lembrou o segurança. Mas pelo menos sua jornada foi proveitosa e agora ela será estrela de uma série na HBO. Agora, se ela vai gostar do papel ou não, só Deus sabe. Até porque eu fiquei o episódio inteiro pensando que se ela gastasse sua energia em ler o roteiro do que convencer produtores, ela teria conseguido o papel com muito mais facilidade.

Mas como estamos falando de Victoria Chase, isso não ia acontecer nunca. E como sempre uma jogada esperta com um ataque a garçonete funcionou bem melhor.


Agora o plot da Elka como vereadora e aproveitadora anda cansando um pouco. Quando tínhamos Mamie Sue na história ainda rendia algumas piadas boas, mas sinto que a Elka ficou reduzida a isso desde a eleição. Está mais que na hora do roteiro começar a inserir a personagem em outras tramas e piadas, pois Elka tem um excelente potencial cômico.

Joy deixou um pouco a desejar, não só porque teve seus defeitos acentuados, como também por não conseguir provar que o detetive particular estava errado. Sem falar que ainda caiu na história do cara da despedida de solteiro. Não gosto quando a personagem é retratada como uma perdedora, porque quando as coisas estão indo bem, ela consegue ficar ainda mais maluca, que é o tipo de trama que eu prefiro.


Melanie também ficou um pouco apagada, em especial porque continuava insistindo que Cleveland era melhor do que Los Angeles, embora deixasse claro que desejava exatamente o contrário. Deu dó dela ao ser chamada de tia, uma vez que ela aparenta ser a mais jovem do elenco. E cá entre nós, ela anda de salto todo dia em Cleveland e ainda tem sensibilidade nos pés para sentir alguma dor?

E aí, qual foi sua bebida favorita? Vocês acham que Hot in Cleveland está na sua zona de conforto (Zed fellings)?

Obs: Gente, mais alguém horrorizada com a comida daquele restaurante em Los Angeles? Imagina que horror viver a base de spray de comida e mini mini sobremesas. Isto não é vida não!

Obs: Desculpem o enorme atraso! Tive que viajar esta semana a trabalho e as minhas diversas obrigações foram acumulando em todos os lugares. Mas a partir de agora voltamos a programação normal.

Melhores momentos:

"-Vocês são todas famosas. A Melanie tem um programa de rádio, Elka está na Câmara Municipal e Joy é nossa cliente mais fiel. Honestamente, sem seus pedidos sem fim, este lugar seria uma fábrica de artesanato.
-Fico feliz em ajudar.
-Você deveria nomear uma bebida homenageando a Joy.
-Não é uma má ideia. Como seria?
-Algo sem graça... que desce fácil."

"-Você terá que esquecer tudo o que pensa sobre atuação.
-Isso não deve demorar."

"-Preciso dar um jeito de vê-lo novamente, para fazê-lo mudar de ideia. Talvez eu tenha apenas causado uma primeira impressão ruim.
-Aconteceu quando eu conheci você.
-Sim, mas depois você pôde me conhecer melhor.
-Não siga por este caminho, Victoria."

"-Espere, não, se você for trabalhar para ele, isto significa que teria que voltar para L.A.
-Faça isso, Joy. Siga meus sonhos."

"-Você não é um pouco... como posso dizer? Bem viajada?
-Eu sou da Inglaterra, então sim."

"-Não consegui o papel. E agora não consigo entrar na sala VIP. Como você aguenta ser tão simples, Melanie?
-Não penso que eu sou simples.
-Claro que não. Eu estou falando de como o mundo a enxerga."

"-Você acredita que aquele cara acha que eu sou velha demais para seduzir um homem casado em Los Angeles?
(silêncio)
-Eu sei. Também estou sem palavras."

"-Por acaso você teria uma cinta-liga na bolsa?
-Que tal uma marca de sapato no seu traseiro?"

"-Obrigado por trazer empregos para Cleveland.
-Eu tive que trazer. Gastei tanto dinheiro."

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top