Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS: NEW ORLEANS - S01E04 ATÉ S01E08
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
Antes de qualquer coisa, tenho que pedir desculpas por ter demorado tanto a fazer as reviews e por ter acumulado tantos episódios. Esc...

Antes de qualquer coisa, tenho que pedir desculpas por ter demorado tanto a fazer as reviews e por ter acumulado tantos episódios. Escola e tudo mais me deixam doida ainda. Mas, enfim, vamos aos episódios.

Em The Recruits, finalmente conhecemos a filha de Pride, Laurel. Estudante de música, a garota foi passar o fim de semana em casa e tentar convencer o pai de que, o piano que vem da família há tempos, deveria voltar para New Orleans. Mas, com toda a complicação entre o relacionamento dele e Linda, o objeto acaba ficando na sede do NCIS, protagonizando um dos momentos mais fofos entre pai e filha. Quanto ao caso, um marinho é encontrado morto, na cama de uma garota durante uma festa de faculdade. O problema é: todo mundo estava bêbado e, como sempre as pessoas encontram jeitos de entrar em festas, o assassino fez o mesmo, só que por uma passagem secreta, que dava um pouco longe do prédio. 


Em It Happened Last Night, o fuzileiro William Reed, que trabalhava na Inteligência foi morto e sua esposa sequestrada. Porém, essa mulher é irmã de uma figura importante em New Orleans, o que leva o agente especial do FBI, Tobias C. Fornell até a Big Easy. Nesse episódio também descobrimos um pouco mais sobre Loretta e sua vida amorosa e até sobre histórias traumatizantes contadas por Christopher Lasalle. Juro, já tem quase um mês desde que assisti ao episódio e até hoje não consigo esquecer do que ele contou para Brody. 

"Half bacon, half terminator" <3

No episódio de Halloween, Master of Horror, uma "JAG" foi encontrada morta, em um cemitério, usando um vestido vitoriano e com o que aparentava ser uma mordida de vampiro em seu pescoço. Um episódio que misturou Drácula, Edgar Allan Poe e Dr. Jekyll/Mr. Hyde me pegou de surpresa e acabou por se tornar um dos meus favoritos. Além disso, Linda apareceu para entregar alguns enfeites de Halloween para King e ficou tão ligada ao caso que só foi embora quando tudo estava resolvido. Os dois juntos são tão lindinhos que não dá para aceitar um divórcio. Agora, sobre as fantasias de Halloween, já imaginava algo bem intelectual pelo lado da Brody. Mas, Christopher Lasalle de Baconator ganhou meu coração (mesmo eu não gostando de bacon). 


Já em Watch Over Me, o Comandante Darby Wilson foi encontrado morto e sua ex-mulher estava sendo procurada também. Dentro de seu corpo foi encontrado um biotracker, ou seja, se houvesse algum telefone ou computador por perto, o sinal era roubado. A morte do Comandante foi resultado de um acidente, em que ele recebeu um e-mail sem querer. E todos aqueles que poderiam ter acesso a esse e-mail seriam mortos também. Ao passar um tempo com a ex-mulher de Darby, Pride viu que ela acabou se interessando por ele, afinal, uma divorciada e um homem próximo do divórcio teriam várias coisas em comum. Mas, Pride é fiel e não cede. Ao contrário de Lasalle e Brody, acreditei no mecânico King, que consertou direitinho o carro lindo que ele havia dado para Linda e que agora tinha pegado de volta, antes que virasse um objeto para que a poeira se acumulasse.


Quanto ao episódio Love Hurts, admito que me pegou de surpresa tratar tando da vida do Lasalle. Mas, primeiro, o caso. Do mesmo jeito que aqui temos os barracões das escolas de samba, em New Orleans eles têm um para as coisas ligadas ao Mardi Gras. E foi esse o local escolhido por um petty officer para pedir sua amada em casamento. Porém é assassinado antes disso acontecer. Como no mundo atual é muito comum encontrar perfis fakes nas redes sociais, ele se apaixonou por um hacker. Mas a história se desenrola bem mais. Sebastian finalmente conheceu sua namorada pessoalmente, uma fofa. Agora, Christopher Lasalle. Desde Crescent City fiquei curiosa para saber mais sobre Chris e suas idas ao hospital infantil. Juro que, quando ele recebeu o vídeo do garotinho o agradecendo pelo distintivo, meus olhos se encheram de lágrimas. Sabe aquele personagem que você quer enrolar em um cobertor e proteger de tudo e todos? Ando assim com ele. Ainda mais depois que um problema sobre seu irmão foi falado. Além de procurá-lo no banco de dados, ele foi até o local de trabalho dele, mas uma garçonete que trabalhava lá disse que o homem tinha saído há três meses, sem mesmo se despedir. É por isso que ando amando NCIS: New Orleans cada vez mais: prende minha atenção com grandes histórias ou pequenos problemas.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top