Comentários
Ayla Aguiar Ayla Aguiar Author
Title: [REVIEW] BONES – S10E09 – THE MUTILATION OF THE MASTER MANIPULATOR
Author: Ayla Aguiar
Rating 5 of 5 Des:
Primeiro que o caso começou estranho, pois acharam o corpo mutilado, e de inicio só tinha um braço e duas mãos, e faltavam pistas, send...

Primeiro que o caso começou estranho, pois acharam o corpo mutilado, e de inicio só tinha um braço e duas mãos, e faltavam pistas, sendo que permitam-me dizer: a Brennan já resolveu casos com bem menos, né?! Enfim, acaba-se descobrindo que a vítima era um professor de Psicologia que usava estudos extremamente controversos para provar que até a mais gentil das pessoas pode matar e cometer atrocidades (e usava de tortura as vezes). Permitam-me dizer outra coisa: nunca ri tanto com a cena das crianças indo em direção as latas de lixo numa brincadeira (tipo boliche humano) e achando uma parte do corpo, pois este tinha sido desmembrado. (Ecaaa!)

E a história paralela: Booth tem que fazer uma prova de conhecimentos em transito para poder continuar indo a campo, enquanto a Bones vira parceira por uns dias do Aubrey e posso dizer que eu me acabei de rir. Indo ao que interessa, o caso foi denso, muito denso e pelo simples motivo da vítima ser aquele tipo cachorra de pessoa, que pra chegar ao que quer não mede esforço, negando desde créditos merecidos para a parceira de pesquisa ao fato de ser um idiota com os vizinhos. E odeio esse tipo de gente, que se sente superior ao outros por se achar inteligente demais. 

E minha reação a esse tipo de pessoa é a mesma da Brennan: 


No caso dos suspeitos do assassinato: eram muitos, e com motivos, pq minha gente, o cara jogou algumas vidas no lixo sem nem pensar, só pelos resultados. E sim, mais uma vez um plot twist, ele morreu pela causa mais fútil (se comparada ao motivo dos outros suspeitos): o gato do cara matava os passarinhos da pessoa, e agora que me vi pensando, isso se aplica totalmente ao estudo dele, que se uma pessoa for pressionada ao extremo e ser levada a uma tortura, você pode matar! Por favor não me julguem, não que eu ache esse motivo fútil, mas poderíamos dar queixa, levá-lo a policia né, tantas maneiras de se resolver.

Assim: se aplica até certo ponto, a pessoa foi levada ao limite, ela (e) tinha pedido já, expressamente, para o cara colocar uma correntinha com sinos no gatinho, e ele nem ai. Brigas e mais brigas depois, com o último pássaro partindo dessa para melhor (e se não me engano era de uma espécime rara já que a mulher gostava de observar e estudar esses aves), a revolta veio forte, briga rolou, mordidas (sim! what the hell kkkkkkkkkkkkk), e uma empurra da numa escultura lá e o cara foi empalhado e cortado em diversas partes. 


Enfim, não soube muito bem o que sentir nesse episódio além de asco da vitima de assassinato. Agora sobre a história paralela: eu simplesmente amei a interação da Brennan com o Aubrey, ri muito dela sendo ela mesma, ele tentando chamar a atenção dela e o Booth com ciúmes da interação deles no final foi sensacional minha gente, a cara dele foi impagável. E também quero dizer que: vive para ver a Brennan errar uma questão! Nem que tenha sido de trânsito. "I'm never wrong" e a cara do Booth "ERROU! HAHAHA". Bones não curtiu. 

P.S: Essa foto do Booth me define sobre hoje: é o 200 baby! Bicho, eu acompanhei a 10ª temporada desde o começo, fiz uma maratona da serie pra chegar a 10ª normal, me apaixonei, chorei, ri, quis bater no meu shipper, pra chegar a marca da serie de 200 *-* Segunda das minhas séries favoritas que chega a essa marca comigo acompanhando. Orgulho master. *-*

Reações:

Sobre o Autor

 
Top