Comentários
Rayssa Rayssa Author
Title: [REVIEW] GRIMM - S04E07: THE GRIMM WHO STOLE CHRISTMAS
Author: Rayssa
Rating 5 of 5 Des:
E o panetone de frutas cristalizadas é discriminado até em Grimm. Não me levem a mal, eu odeio com todas as minhas forças o paneton...

E o panetone de frutas cristalizadas é discriminado até em Grimm.

Não me levem a mal, eu odeio com todas as minhas forças o panetone de frutas cristalizadas. Não há nada pior do que tentar comer o panetone depois de ter tirado as frutas cristalizadas e dar aquela mordida em uma fruta escondida. Aliás, até alguns anos atrás eu estava completamente convencida de que não havia uma alma neste mundo que realmente gostasse. Por isso eu vivia me perguntando o porquê deles existirem. Para minha tranquilidade, Grimm veio exatamente explicar isto.

Um fator interessante é que Grimm tem tentando sair um pouco da fórmula wesen, sabe? Passamos três temporadas com todos os bandidos, assassinos e afins sendo wesens, de forma que toda vez que a série quer inovar ela traz algo diferente. Foi assim com a noiva cadáver, com Krampus e agora com os Kallinkantzarois. Claro que a roupagem wesen não pode ser deixada de lado, porque ela meio que justifica a existência dos Grimms, mas é legal perceber a tentativa do roteiro de não cair na mesmice (ideia que devia ser encampada por várias séries por aí).


E o que é mais bizarro foi descobrir que se tratavam de crianças da Indole Gentile, com alterações hormonais decorrentes da puberdade. Tudo bem que a puberdade é um momento terrível do nosso crescimento, mas neste caso foi pior ainda. E ainda mais estranho foi a forma de contê-los: através de panetone. Bom, pelo menos agora eu tenho uma resposta de quem come esse trem terrível (e cá entre nós, aposto que os Kallinkantzarois só gostam de panetone com frutas cristalizadas porque ainda não experimentarem um chocotone, não é?).

Por outro lado, finalmente entendemos a função do retorno de Josh. Ele finalmente aceitou o universo wesen e está tentando aprender tudo o que pode. E por isso a ajuda da Trubel vai vir muito a calhar. Só que eu vou sentir falta da personagem, embora eu entenda que não fazia muito sentido mantê-la por perto depois de Nick ter recuperado seus poderes.

Mas vamos torcer por um retorno, afinal eu adoro os episódios que aparecem mais Grimms.


Juliette finalmente resolveu fazer um teste de gravidez e comprovou seu pior medo. Pela reação dela, o resultado foi positivo. E tudo indica que aconteceu quando ela era Adalind. Logo, o que isto significa? Será que a criança terá o DNA da Hexenbiest? Como se as coisas não pudesse piorar para a azarada da Juliette, não é?

Agora, adorei Rosalee e Monroe neste episódio. Os dois são o casal mais fofo de Grimm não é a toa. Afinal, vai falar que você não adorou ela explicando o trem antigo do marido para Juliette? Foi tão "convivendo demais com Monroe". Ou dela tentando proteger o trem a todo custo? Ou dela jogando os panetones na escada da igreja e soltando a melhor fala do episódio: "Espero que ninguém nos veja. Não quero ter que explicar o que estamos fazendo."


Quanto aos crimes de ódio contra os dois, parece que Trubel já conseguiu identificar os responsáveis. Só que eu quero ver como Nick irá lidar com eles. Não só a Trubel foi embora, como todos os caras são gigantes e fortes. E pelo visto só assustar não surtirá os efeitos necessários. Será que teremos um banho de sangue?

E pelo visto Wu continua sua suspeita e parece ter preferido buscar as respostas por si mesmo do que ficar enchendo Nick e Hank de perguntas. Ainda não sei onde esta trama pretende chegar.

Quando a Renard, eu nunca consigo identificar qual é a verdadeira intenção dele. Ele quer proteger a mãe? Quer alertar Nick? Afinal, o que este homem quer? Porque personagem mais dúbio do que ele não existe nesta série.

Por enquanto é só. E vocês já aprenderam: não aceitem presentes de estranhos, só Deus sabe o que pode estar lá dentro.

Até semana que vem!

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top