Comentários
Rafael Bürger Rafael Bürger Author
Title: [REVIEW] MARCO POLO - S01E02 - O LOBO E O CERVO
Author: Rafael Bürger
Rating 5 of 5 Des:
A visão de mundo dos mongóis tem se mostrado muito interessante. Pensar que as pessoas podem podem ser divididas em lobos e cervos, ca...


A visão de mundo dos mongóis tem se mostrado muito interessante. Pensar que as pessoas podem podem ser divididas em lobos e cervos, caçador e caça, é uma perspectiva no mínimo intrigante. E esse episódio serviu muito bem para demonstrar esse ideal. No final os lobos sobreviveram, os veados não. E Marco, que não sabia o que era, teve de decidir se iria ser caçado ou iria caçar.

Fomos apresentados a um novo personagem que tinha tudo para ser um dos mais interessantes. Sanga, o cobrador de impostos, era tão carismático que até conseguiu deixar o Polo menos apático. Eu ria toda vez que ele o chamava de escravo, ou quando Marco chamou os filhos dele de "fedelhos". Como sempre aprender sobre os costumes mongóis são um dos pontos altos do episódio. As vezes acho que introduzir alguns deles no Brasil não seria má coisas, principalmente em relação a corrupção.


E a temporada de colocar Marco Polo na parede está oficialmente aberta. Com certeza esse é um dos esportes favoritos do Khan atualmente, mas acho que todos concordamos que o garoto é insolente sempre que pode e por isso merece sim. Por exemplo quando ele decidiu sair para cavalgar fora de Cambulac quando ele havia recebido ordens expressas de não sair dos muros da cidade. Porém não acho que ele consiga punir severamente Marco, eles tem uma relação quase paternal. Não posso dizer o mesmo de Jimgim, eu achei que nesse episódio os dois sairiam na briga, mas infelizmente (acho) não aconteceu nada. Até o Cem Olhos entrou na onda e acabou com os planos de fuga, o convencendo de que o melhor caminho não é fugir e sim continuar firme, as regras do jogo no Oriente são bem diferentes da do Ocidente.


Minhas suspeitas sobre Ariq na review passada estavam certíssimas. Ele se aliou ao chanceler Sidao, e por isso não mandou os reforços para a batalha com o sobrinho. Achei que Jimgim foi tolo em acreditar na palavra do tio e não investigar por fora, como Marco fez. No final essa investigação do Marco quase o matou duas vezes, quando ele questionou indiretamente a palavra de Jimgim, e quando ele com o exército do Khan foram contra a Horda Dourada.Duas mulheres roubaram a cena nesse episódio, a Imperatriz Chabi e a Cortesã Mei Lin. Existe um ditado, muito popular atualmente que diz que quem faz um grande homem é uma grande mulher. Chabi é uma grande mulher, com certeza. O discurso dela convencendo o Khan a ir para a guerra contra o irmão foi o ponto alto do episódio. O outro ponto alto foi a luta de Mei Lin contra um grupo de três soldados que pretendiam usa-la. E esses dois personagens prometem agitar a série muito mais.


E o shipp entre Marco Polo e a Princesa Kokachin, parece estar caminhando para se concretizar. Não sei se para o bem do desenvolvimento da série, ou para o mal. Minhas apostas iniciais estão pendendo mais para o mal. Uma coisa que me incomodou no episódio foi que o caso da traição de Ariq se desenvolveu rápido demais. Começou no episódio e já foi resolvido nele mesmo. Fica a sensação de que tinha muita coisa para explorar e desenvolver ainda, assim como no resto dos plots.


No final Marco acabou escolhendo ser lobo, denunciando Sanga e Ariq. Mei Lin se fez de ovelha, quando na realidade é uma verdadeira loba. Jimgim latiu e mostrou os dentes, mas sabemos que "cão que ladra, não morde". Ariq achava que poderia brincar com lobos sem ser ferido, no final descobriu que não sobrevive quem ousa enfrentar o Grande Khan.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top