Comentários
Dessa Piccinini Dessa Piccinini Author
Title: [C.NERD] RESENHA - FANGIRL
Author: Dessa Piccinini
Rating 5 of 5 Des:
Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente bo...



Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme.

Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real.

 Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto.

Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.

Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias? 


Não se deixem enganar, “Fangirl” não é apenas uma história bobinha sobre fandoms ou Cath encontrando o amor da sua vida. Rowell esconde entre as páginas uma maravilhosa história de crescimento, primeiras vezes e mudanças, exatamente onde encontramos com Cath.

Cath é uma garota tímida, muito diferente da irmã gêmea Wren, e encontramos com ela em um momento de grande mudança: a ida para a faculdade.  Ela não quer deixar de ser colega de quarto da irmã, a qual já está tão acostumada, não quer deixar o pai para trás e com toda certeza não quer conhecer gente nova e mudar o que, para ela, estava perfeitamente bom. 

Forçada a participar dessas mudanças, vivemos juntos de Caths suas primeiras vezes. Conhecemos sua colega de quarto, que é tão diferente dela, seus professores e novos amigos e, juntos dela, vemos Cath descobrir que essas mudanças podem sim serem boas e trazerem coisas boas. 

Mas ao mesmo tempo em que somos apresentados a uma Cath tímida, somos apresentados a Cath, escritora de fanfic, onde ela é famosa, onde seus textos são famosos e onde ela se sente em casa. (Mais ou menos eu com DW, HP e Sherlock.-  tirando o ser famosa.) 

O enredo fica nas descobertas, as situações que Cath precisa enfrentar. O fato de que Wren, sua irmã gêmea está a deixando de lado e esquecendo sua conexão e Simon Snow a desesperadamente lembra dos velhos tempos quando elas eram tão unidas, enfrentar a saída de casa, conhecer Levi e Nick e enfrentar o julgamento sobre algo que Cath ama fazer e, ainda sim, superar tudo isso e acreditar que, por mais que sejam muitas mudanças e que algumas machucam, tudo pode dar certo, é o que faz o livro ser tão bom. 


Primeiro eu preciso deixar claro que eu nunca, em um milhão de anos, pegaria um livro desses para ler se não fossem duas coisas: o fato de tratar sobre uma fangirl e o fato dela escrever fanfic. Duas coisas que eu consigo completamente me relacionar com. Fora que a capa é muito linda. Eu admito, eu comprei pela capa também!

"Fangirl" foge totalmente da minha zona de conforto o que é bem irônico se tratando de que o livro é todo sobre ter coragem de experimentar novas coisas. 

Impossível de largar depois que eu comecei, Fangirl é uma leitura bem leve, com diálogos engraçados e com nenhum momento triste, mas muitos momentos meigos e de raiva por algumas atitudes de Cath (mesmo que pensando bem, eu faria a mesma coisa no lugar dela). Logo, o que eu mais temia, todo aquele drama, as lágrimas e tudo mais, não existiram. É um livro divertido e fofo, uma boa leitura para o verão. 

Eu me identifiquei com Cath logo de cara. Era impossível não comparar Simon Snow com Harry Potter e ainda menos impossível ao fato de que é bem provável que eu seja fã de HP tanto quanto Cath é de SS Wren também me lembrou muito de algumas partes de mim que eu não gosto de admitir e eu cheguei a conclusão que se Wren e Cath se unissem e formassem uma pessoa, essa pessoa poderia ser eu. 

Já de cara eu adorei Reagan e Levi, que são os primeiros outsiders que conhecemos. Reagan é diferente, forte, festeira e com um gênio bem difícil, mas, mesmo sendo mais velha, tenta se aproximar da nova colega de quarto e eu me peguei várias vezes torcendo que Cath deixasse que Reagan se aproximasse, por que Reagan era legal e Cath precisava desesperadamente de amigos reais. 

Já Levi eu me apaixonei de primeira. Ele é diferente do que eu esperava e não sei se é porque não leio muitos livros que não envolvam mistérios ou fantasia e que sejam mais reais, ou realmente Rainbow criou um personagem único e divertido. Levi é divertido e pronto para as novas experiências da vida e ele ajuda Cath a enfrentar essa nova etapa que ela está vivendo. Extremamente simpático que chega parecer que é falso, é de longe meu personagem preferido do livro. 

Mas Fangirl não me deixou na mão no que eu mais esperava dele: fanfic. Tema presente em todo o livro, a vida de fangirl, ler/escrever fanfic e as loucuras que fazemos por séries, livros, filmes que amamos estava ali presente. Por isso foi tão fácil me relacionar com o livro, porque eu já passei por essas coisas. Rainbow Rowell ainda nos dá um pouco do mundo de Simon Snow e das fanfics de Cath o que deixa a leitura muito mais prazerosa do que eu imaginava. 

No total, Fangirl me ensinou uma ou duas coisas sobre levantar e fazer acontecer, e ter coragem de mudar as coisas. Também me deixou querendo ter aulas de escrita criativa, uma das minhas várias paixões. Foi um ótimo livro, totalmente fora da minha zona de conforto e que eu adorei ler. 



AUTOR: Rainbow Rowell
NÚMERO DE PÁGINAS: 424
EDITORA: Novo Século
LANÇAMENTO: 2014
ONDE COMPRARClique aqui.   
Reações:

Sobre o Autor

 
Top