Comentários
W.H. Pimentel W.H. Pimentel Author
Title: [PRIMEIRAS IMPRESSÕES] - EYE CANDY
Author: W.H. Pimentel
Rating 5 of 5 Des:
Pensei em várias frases de entrada, mas a mais próxima para descrever tudo o que eu senti é: MAS VOCÊ AINDA NÃO VIU NADA, MEU AMOR! A...
Pensei em várias frases de entrada, mas a mais próxima para descrever tudo o que eu senti é: MAS VOCÊ AINDA NÃO VIU NADA, MEU AMOR!

A midseason mal começou e já estou levando na cara com grandes estreias como Agent Carter, The Messengers (que só a promo foi suficiente para me largar jogado no chão do quarto), e, como não poderia faltar, Eye Candy. 


A premissa da série é o clichê de todos os clichês: Uma adolescente tentando desvendar um mistério. Pronto, essa é a frase central para descrever Eye Candy sem precisar dar mais informações, só que a série dá uma volta e pisa nas nossas caras de uma maneira tão surpreendente que eu fico até sem graça de dizer que não tive tempo nem de dar nome ao ship. Pois é gente, já chegou ousando, pisando, humilhando e rindo na cara das inimigas, mas claro, tudo isso não foi suficiente para conseguir uma boa audiência e a série já estreia na corda bamba. 

Diferente de séries de TV aberta, séries de TV a cabo tendem a aumentar suas audiências depois que estreiam, uma vez que as emissoras de TV a cabo também levam em conta os números marcados em várias outras plataformas de transmissão e todo o buzz que a série acabe gerando. Bons exemplos disso são The Walking Dead, Pretty Little Liars e The Fosters, então ainda há esperança que Eye Candy suba seus números a um nível suficiente de renovação.


Tá, agora que eu enrolei: O que há de certo e o que há de errado com a série? Bom, para início de conversa, a cena inicial do piloto - o sequestro da irmã da protagonista - teve um grave erro de humanismo. Tem um carro à frente delas com um homem dentro e ele simplesmente ignora o fato de ter uma garota sendo sequestrada, sendo que a história se passa em New York? Gente, assim não dá pra te defender. O errinho seria tolerável se vários dos atores não fossem meramente iniciantes no mundo das séries e tivessem uma atuação ao que consideramos abaixo de regular. Eles são bastante inexpressivos e muito pouco carismáticos, nem a Victoria conseguiu se salvar de uma atuação ruim aqui e ali, mas todo mundo está fazendo o que pode. A minha linda Vic mesmo, acabou de sair de uma série musical para crianças e caiu de boca fazendo cenas de sexo num drama "adulto" e a meu ver, isso foi um grande passo.


Deixando os erros de lado, tivemos um ritmo bastante legal no decorrer do piloto. Várias informações foram jogadas na nossa cara e os personagens nos foram apresentados como destemidos e batalhadores (do modo deles, claro). Na trama central da série, um serial killer resolve sair matando toda e qualquer pessoa que minta para ele sobre seu perfil (como vimos no voiceover do piloto) e, ao cruzar com Lindy, se torna completamente obsessivo com ela e desencadeia uma série de mortes cruéis contra todos os que ousarem interagir com a sua musa. Tanto para Victoria quanto para MTV, eu vi um movimento ousado ao fazer um drama desse patamar. Claro, colocar atores iniciantes para estrelar a série não foi um movimento esperto, mas isso não diminui em momento algum tamanha tensão que todos nós passamos nos últimos minutos do piloto, e se tem algo que vai me manter assistindo a série - sendo cancelada ou não - foi a promo dos episódios seguintes. 

Vamos todos dar as mãos e torcer para que Eye Candy mantenha o seu nível - ou eleve - e não se torne uma afronta à humanidade como certos outros draminhas que começaram bem e hoje não dá nem para funcionar com tempero de miojo. Amém.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top