Comentários
Carolina Carli Carolina Carli Author
Title: [REVIEW] CHICAGO FIRE - S03E11: LET HIM DIE
Author: Carolina Carli
Rating 5 of 5 Des:
Voltando aos trilhos.  O episódio foi razoável, mas Chicago Fire deu indícios que encontrou de novo o caminho das boas tramas. Com ...

Voltando aos trilhos. 

O episódio foi razoável, mas Chicago Fire deu indícios que encontrou de novo o caminho das boas tramas. Com uma terceira temporada inferior ao nível com o qual estamos acostumados, Let Him Die encerrou arcos que já estavam desgastados e trouxe fôlego novo para essa outra metade da série. 

Depois dos conflitos na vida particular e profissional, Matt e Gabby resolveram dar um tempo. Apesar de achar que esse é um ponto que já deveria ter sido resolvido, a solução encontrada foi ótima. A relação dos dois estava cansativa com as brigas e talvez afastá-los traga um bom resultado para CFire. Jamais quero que a série se paute ou seja sobre o relacionamento entre eles, Chicago Fire é muito mais que isso. Sem a pressão do relacionamento íntimo fazendo sombra no ambiente de trabalho, a dinâmica entre os dois voltará a fluir (mesmo que com estranheza no começo) e depois de alguns episódios espero que eles finalmente saibam conciliar o trabalho com a vida pessoal.  

Apesar de ser composto de cenas difíceis de acreditar, o resgate da Sylvie e do Peter foi bem conduzido. Não sei como apenas o motorista do carro saiu com ferimentos graves, já que o veículo pareceu uma lata de sardinha depois da batida. 

A primeira vez que li o título do episódio, pensei que tivesse relação com o Terrance, mas não. Além do little Boden, o sequestrador também lutava por sua vida e é simplesmente perturbador perceber como situações semelhantes despertam sentimentos tão diferentes em nós. Aposto que todo mundo torceu fervorosamente pro mini Boden sair com vida do hospital, assim como alguns concordaram com a Sylvie quando ela pediu pro Peter deixar o sequestrador morrer. 

Não julgo a paramédica porque cada um reage de uma forma nessa situação. A própria Sylvie já havia reagido de outra forma, quando atendeu aquele cara todo fora da lei no S03E08. São dias e dias. A grande questão aqui é que nós não temos o poder de decidir pela vida do outro. Brett aprendeu isso, não sem antes passar pelos corredores obscuros de sua mente. E como disse o Peter, ela é humana e está sujeita a esses pensamentos. 

Ainda bem que o Terrance sobreviveu, porque eu acho que não tinha estruturas para ver o sofrimento que a perda do little Boden causaria. O mais bonito nessas situações é ver como a brigada 51 é uma grande família e o suporte que eles deram para o Chief foi maravilhoso. 

Agora vem o grande tapa na cara. Eu demorei um pouco para absorver e entender a última cena, mas talvez a morte da Shay não tenha sido um acidente. É doloroso relembrar esse momento, mas é uma ótima oportunidade para fazer com que um bom plot surja da morte da paramédica. A possibilidade de ter um novo incendiário em Chicago é aquele arco central que a série precisava. Principalmente porque se o criminoso tem guardado a matéria do jornal que anuncia a morte da Shay numa explosão, ele é um sádico e vai agir outra vez. Não sei, mas talvez ONE CHICAGO esteja a caminho. 

PS: Quero ver como vão trabalhar o Severide com a morte da Shay em pauta outra vez. É a chance de fazer algo digno. 

E vocês, o que acharam do episódio?
PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO
Reações:

Sobre o Autor

 
Top