Comentários
Carolina Carli Carolina Carli Author
Title: [REVIEW] CHICAGO PD - S02E09: CALLED IN DEAD
Author: Carolina Carli
Rating 5 of 5 Des:
Uma série que encontrou sua afinidade.   Como é maravilhoso a sensação de terminar de assistir um episódio e perceber que ele foi mu...

Uma série que encontrou sua afinidade.  

Como é maravilhoso a sensação de terminar de assistir um episódio e perceber que ele foi muito bem elaborado. Além de oferecer espaço para personagens que precisavam de um pouco de foco, como Alvin, Roman e Burguess, Called In Dead veio para dar o ponta pé inicial na mudança que a equipe da Inteligência sofrerá nos próximos episódios. O mais interessante aqui é perceber como a proposta feita a Erin de comandar uma força-tarefa federal vai refletir nos outros personagens e, consequentemente, como será positiva em termos de trama. 

Primeiro, para acalmar os corações de todo mundo, a Lindsay aceitar a oferta não significa que a Sophia vai deixar a série. Acredito que um arco muito bom vai surgir desse outro trabalho da Erin e essa “saída” dela é pontual para duas coisas acontecerem: Linstead e Burguess ser promovida. 

Já ficou claro que Halstead e Lindsay não vão passar por cima das ordens do Voight e não vão entrar em um relacionamento secreto. Como os dois não serão mais parceiros, o caminho para o romance começar está sem obstáculos e certamente logo veremos os dois juntos. Não sei se estava nos planos dos roteiristas o casal acontecer agora (levemos em conta Gabby e Matt de Chicago Fire, que demoraram praticamente duas temporadas inteiras para se concretizar), mas a agitação dos fãs deve ter contribuído e muito para isso. 

Com a saída da Erin, vai sobrar vaga na Inteligência e é aí que a Burguess entra. Apesar de ter sido baleada, acho que nada de mais grave acontecerá com a policial. A cena foi mais para dar aquele gostinho de cliffhanger mesmo e refletir no Roman.  A postura do policial com a ex-namorada foi infantil e quando os outros detetives descobrirem que Sean estava discutindo com a ex ao invés de dar apoio para a Burguess, ele estará em sérios problemas. 

A postura do Alvin nesse episódio foi magnífica. Eu geralmente não gosto quando encontram soluções muito rápidas para os casos, mas a atitude do Olinsky em relação ao sequestro da mulher foi genial. Encaixou-se perfeitamente com o roteiro do episódio e com a identidade do Alvin, além de ter sido muito bem executada.  O detetive teve sangue frio e cabeça para lidar com a situação. A forma como o personagem é construído já deixa indícios de que Alvin é quietão e sabe como pensar rápido e esse episódio comprovou isso de forma maravilhosa. 

PS: A relação do Voight com a Lindsay de pai e filha é sensacional. Foi muito bonito ele entender a oportunidade que surgiu e apoiar, torcer pela evolução da detetive. 

PS: A troca de olhares descarada entre Linstead quando Erin anunciou que aceitaria o convite da força-tarefa. Meu coração não aguenta essas coisas. 

PS: Chicago PD realmente gostou da façanha “tiros atrás da porta”. Pobre Burguess. 

E vocês, o que acharam do episódio?
Reações:

Sobre o Autor

 
Top