Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S16E11 - AGENT PROVOCATEUR
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
O episódio dessa semana não chega a ser uma grande novidade na trama em  si, não chegou a inovar como muitos dos episódio dessa tempora...

O episódio dessa semana não chega a ser uma grande novidade na trama em  si, não chegou a inovar como muitos dos episódio dessa temporada. O caso desse episódio foi em cima de uma jovem que é encontrada dentro de uma mala em um beco e os detetives, após investigarem, descobrem  que ela sofreu uma overdose e foi estuprada e todas as evidencias levam direto a um astro de cinema famoso.

Como consequência do episódio passado não teremos a presença da detetive Amanda Rollins por uns bons tempos (espero que seja só nesse episódio), pois ela foi aconselhada a tirar um tempo de folga. O bom disso é que teremos Carisi e Amaro interagindo mais na série. Na verdade não sei se é algum problema de orçamento da série ou alguma coisa parecida, pois é difícil ter todo o elenco reunido em um só episódio da série, ultimamente é raro isso acontecer sempre algum personagem não está presente. Mas fazendo bons episódios até podemos relevar um pouco esse fato.

Mais uma vez o poder da mídia teve um grande destaque para a trama. Esse plot ficou evidente com a LMZ, um canal de fofoca que por algumas razões consegue por as mãos nas fitas que comprovavam que Madison entrou no quarto de Scott. Hoje em dia a mídia ela pode ajudar alguém ou acabar com a pessoa de uma forma que, em certos casos, não tem retorno. A série sempre teve essa sacada em alguns de seus episódios e nesse não foi diferente.

Eu não espero muito dos atores que fazem parte do caso da semana nos episódios. Claro que eu espero uma atuação que pelo menos saibam transmitir a carga dramática necessário do momento, mas nesse episódio a atriz que atuou como a Madison Baker (que coincidentemente se chama Madison Grace) chegou a me irritar em algumas cenas. Mas os outros personagens de destaque como Scott, Lydia a agente de Scott (interpretada pela ótima Patti Lupone), e também do ator que fez Lenny dono da LMZ conseguiram fazer um ótimo trabalho.


O que esse episódio trouxe de novidade e que eu achei que ficou bem coerente e tem uma sensibilidade para a cena foi a trilha sonora nas cenas inicias. A música se chama Let Her Go da banda Passenger, mas no episódio foi usada a versão cover feita pela cantora Jasmine Thompson. Gostei de como foi feita a transição da música com a cena, pois vemos os primeiros momentos da Madison entrando em um taxi se arrumando, depois ela numa cama toda largada, depois alguém a deixando dentro de uma mala, e até o momento que ela acorda no hospital dando de cara com Benson. Achei sensacional. Espero que se repita na série, mas não tão cedo para não ficar batido.

Enfim esse episódio na minha opinião foi mediano, mas não deixa de cair a qualidade dessa temporada que está ótima em todos os sentidos. No final ficou um disse me disse onde Madison ficou mudando toda hora seu testemunho, pois estava iludida com o amor do Scott, mas no final é descoberto que quem drogou e estuprou a menina foi o colega de trabalho de Scott Skye e quem ajudou a encobertar foi a assistente Lydia. O mais engraçado foi na cena final onde Scott está dando entrevista e fala que nunca faria isso com uma menina menor de idade e a cara que ele fez deixou Olivia com uma pulga atrás da orelha, o mesmo que acontece com Carisi no episódio S16E16 Glasgowman's Wrath.

PS: Com um trailer igual ao Falsely Accused, eu não assistiria. rs

PS: Fin de presidiário estilo gangster ficou legal. Combina muito com Ice-T.


PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top