Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] PRETTY LITTLE LIARS - S05E14: THROUGH A GLASS, DARKLY
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Depois do natal conturbado das liars, finalmente temos um episódio que, sinceramente, nunca tinha visto igual devido à rapidez com q...


Depois do natal conturbado das liars, finalmente temos um episódio que, sinceramente, nunca tinha visto igual devido à rapidez com que Spencer é inocentada e Alison incriminada, como já esperávamos, apesar de não ter certeza do que realmente acontece com esta última, que insiste em dizer que é inocente sem mover um dedo para provar isso. 

Assim, começando pelo princípio, Alison foi incriminada depois que Spencer e Emily encontram câmeras escondidas pela casa de Mona, que se pensa instaladas por ela mesma. Com as novas evidências que uma pessoa de cabelo loiro foi quem matou Mona adicionado do fato de que no dia de ação de graças Jason confessa que Alison saiu de casa e demorou para voltar, a culpa de Alison fica quase inteiramente provada, a menos que esta tenha algo a mostrar e que ainda não vimos. 

Entretanto, a questão que mais intriga é o porque de Alison não estar fazendo nada para provar sua inocência, como se quisesse ficar atrás das grades. Isso nos leva a pensar, ainda mais por conta do que ela diz às liars, isto é, que estas vão ser atacadas por “A” agora que ela não mais estará disponível para protegê-las, que obviamente Alison esconde alguma coisa mais perigosa que a própria prisão, e que, portanto, as mentiras e segredos nunca terão fim. Confesso que essa história não bate, e pessoalmente, assim como muita gente, creio que Alison não seja “A” apesar de todos seus segredos, pois tem muito ainda o que ser explicado, sem contar que nada vem tão fácil assim né? Além disso, não sei porque todo mundo nessa série insiste que “A” trabalha sozinha, se já está mais do que claro, por diversas circunstâncias, que “A” deve ser duas ou mais pessoas, ou então teria que possuir uma espécie de máquina do tempo ou teletransporte para poder ocupar dois lugares ao mesmo tempo e seguir as liars tão de perto como tem feito em muitas aparições durante toda a série. 


Outras cenas do episódio foram protagonizadas por Hanna e Emily. A primeira tenta descobrir se Alison matou Mona e onde está o corpo desta através das visões de Grunwald. Honestamente, what a hell? Além de ser uma péssima ideia, um beco sem saída, essa Grunwald foi mais um preenchimento desnecessário de episódio, a não ser que tenha descoberto algo muito importante, mas tenho lá minhas dúvidas, pois não me lembro de ela ter sido relevante em nenhum momento para a trama da série. 

Já Paige e Emily, muito triste mesmo. Isso porque toda vez que o casal volta a ficar junto algo acontece e elas se separam, o que parece ter sido mais definitivo nesse episódio. Paige simplesmente vai embora de Rosewood, o que qualquer pessoa sensata faria, mas ainda assim, triste e um pouco desconexo com o momento, já que a ameaça maior para todos – Alison – já foi presa. Foi uma partida não muito explicada e motivada, mas nos faz pensar se já não estava na hora de alguém ir mesmo embora, tendo em vista o tanto de mortes que acontecem nessa pequena cidade. 


Mike demora para mostrar que sente falta de Mona, o que leva Aria a ter uma coversa com seu irmão e acertar as coisas, ainda que tarde demais. Achei a cena interessante, ainda mais porque não vemos muito a atuação de Mike na série, principalmente no que toca as relações entre familiares, que ficam meio de lado com toda essa caça a “A” e as situações em que as protagonistas se envolvem. De qualquer modo, foi um ótimo episódio que consegui prender a atenção do início ao final, trazendo várias situações e uma reviravolta que esperávamos demorar muito ainda. 

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top