Comentários
Ana Beatriz Nobre Ana Beatriz Nobre Author
Title: [REVIEW] CASTLE - S07E14: RESURRECTION
Author: Ana Beatriz Nobre
Rating 5 of 5 Des:
Primeiramente, gostaria de pedir desculpa por essa review está saindo no domingo, mas tenho três bom motivos para isso, número um, tive...

Primeiramente, gostaria de pedir desculpa por essa review está saindo no domingo, mas tenho três bom motivos para isso, número um, tive um milhão de provas e trabalhos essa semana, número dois, eu morava numa cidade de clima quente e delicioso, agora estou numa que esse final de semana ninguém está saindo de casa por causa de uma frente fria, aí claro que eu ficaria doente, faz parte...e o terceiro e mais importante de todos: Fiquei de luto após esse episódio! Isso mesmo, luto pelo pedaço de mim que morreu assistindo essa primeira parte do nosso duplo de todo ano e uma outra parte de mim já ficou de luto em antecipação ao próximo episódio. No final das contas precisa-se de muito emocional para assistir essa série!

Como todo bom episódio que vai vir com uma carga dramática grande, Resurrection começou bem calminho com Alexis ganhando o que não ganhava fazia tempo, uma fala, rsrsrs, mas o mais legal disso foi o resultado dessa aparição, além de terem nos mostrado uma cena bem legal de como ela e a Kate andam se dando bem (se bem que é impossível não amar a Kate), ainda tocaram num assunto que eu, você e a Xuxa estavamos esperando, CASTLE BABIES! Sim meus caros, pela frequência com que esse assunto anda sendo abordado e também pelo ritmo natural das coisas, namora -> noiva -> casa -> filhos, está cada vez mais perto de vermos uma litte Becks ou um little Castle na série.


Mas deixemos as coisas fofas e legais que aconteceram nos primeiros cinco minutos de episódio e vamos ao sofrimento de um episódio duplo. Meus arrepios e sofrimento começaram quando a Lanie olhou pro corpo e lembrou da falecida Pam Hodges, sério, aquelas imagens dos falsos Lanie e Esposito mortos me dão pesadelos até hoje. E foi aí que foi lançado o gancho de como 3XK iria aparecer no episódio, através da maldita da Dr. Kelly Nieman, mas foi ao mesmo tempo o gancho que a Beckett precisava para incluir o Castle, a huge asset by the way, no caso. É claro que ninguém conhece mais o caso do 3XK do que nosso P.I., é íncrivel ver como ele mexe com o Castle, isso ficou muito evidente no episódio.

E não demorou muito para vermos a nova armadilha do Tyson, no mesmo instante que ele foi pego na casa do suposto Michael imaginei que ele iria negar ser o serial killer mais odiado da TV. Na verdade eu estava esperando que a jogada dele fosse fazer com que sua namoradinha fizesse várias cirurgias plásticas e assim teriamos vários Tylers e como saber qual deles seria o verdadeiro quando supostamente ele está morto? Mas todo esse negócio do teste de DNA dele me deixou com uma pulga atrás da orelha, espero que isso seja explicado no próximo episódio.


Antes de falar do Cliffhanger deixado para o próximo episódio, vou abrir aqui um parenteses para falar da genialidade dessa série e desse episódio. Fiquei maravilhada com como os flashbacks foram usados brilhantemente em todas as situações e como isso me leva a crer, posso estar errada, que esse duplo pode nos levar a um desfecho do arco 3XK e Nieman na série. Outra artifício brilhantemente utilizado foram os momentos e falas anteriores que aconteceram entre Castle e Tyson, mais precisamente na primeira aparição dele na série e como isso levou a investigação ao que até então poderia ser uma ótima pista, a mãe do Tyson e o tal dente.

Mas o momento que nos deixou nervosos mesmo foi todo o esquema tramado para sequestrar a Becks. Desde o começo achei aquela Amy muito sonsa, tava realmente cheirando a armadilha. Outra coisa que odeio é quando a Kate sai sem o Castle, sempre prevejo problemas, e não foi diferente, a maldita da música “We’ll meet again” tocou, meu coração parou, o episódio acabou.
O que os escritores estão nos preparando? Não faço a menor ideia, me privei do sofrimento de assistir a promo, mas podem deixar suas suspeitas nos comentários. No mais espero que essa semana tenha recuperado o emocional de vocês e estejam todos preparados para Reckoning.

PS1: Só eu ando adorando a mocinha do T.I., vulgo Tory? Já quero ela aprecendo mais! Aliás ela já está listada no elenco do próximo episódio!

PS2: O que foi aquela cena aos 19 minutos e 42 segundos da Beckett vestida para matar, ou melhor para me matar! Faz isso sem aviso prévio não amiga!
Reações:

Sobre o Autor

 
Top