Comentários
Ayla Aguiar Ayla Aguiar Author
Title: [REVIEW] FOREVER S01E14 - HITLER ON THE HALF SHELL
Author: Ayla Aguiar
Rating 5 of 5 Des:
Posso começar falando que esse episódio foi uma coisa linda, com foco no Abe, e também foi tenso já que o Adam voltou, e voltou samband...

Posso começar falando que esse episódio foi uma coisa linda, com foco no Abe, e também foi tenso já que o Adam voltou, e voltou sambando? Posso né? E dá licença que foi fofo demais. É nesse episódio que descobrimos um ponto importante do passado do Abe, e onde vemos um lado diferente do Adam, o psicopata de 2000 anos de idade. E eu me pergunto: será se ele realmente não tem sentimentos, se isso não sumiu depois de dois milênios? 

O que nos apresenta a ligação dos três na história, Abe, Henry e Adam, é a situação dos pais do nosso amado Abe: ele nunca soube quem são. No caso do Adam: ele viveu experiencias extremas no mesmo campo em que os pais biológicos do Abe (foi o que deixou a entender), e o Henry investiga com a Jo a morte de um caso de um nazista do grupo intimo de Hitler, que tinha bilhões em artes escondidos, vindos da Alemanha, França e etc. 



No decorrer do caso, é mostrado que o cara se redimiu, e nunca gostou realmente de ver todo aquele patrimônio sendo roubado de pessoas lesadas da guerra, e que resolveu devolver as pinturas, esculturas e etc. aos verdadeiros donos. Só que como os registros da época da 2º Guerra não tinham sobrenome, ou eram desconhecidos, não merecendo ao menos um nome, de acordo com os figurões, as vezes era impossível achar pelos livros que a vitima tinha consigo. 

E ainda ficou milhões guardados. Só que como sempre, teve alguém que não gostou né. E olha o plot twist mais uma vez ai. Mesmo que tenha sido obvio quando a pessoa falou o motivo. Ai, no paralelo ao caso, meu coração se comprimiu ao máximo quando o Adam bate na loja do Henry e o Abe tava sozinho, jurei que ele ia fazer alguma coisa, e ele só deixou um desses negócios de prata que apoia louça, da família do Henry, e o Abe não soube de quem era, e nem quem era a pessoa. O que só me deixou mais insana pelo perigo. Mas o recado foi claro né: voltei e quero ter uma conversa contigo. 


E é ai que entra a ligação com o Abe: o Adam chamou o chamou o nosso médico pra conversar porque queria um favor em troca de outro, o primeiro queria uma adaga que tava com a vitima, só que não acharam dentro dos que estavam com o nazista lá. Mas, ainda assim, o Adam deixa um presente, onde o Abe acha o sobrenome dos pais dele. Gente, esse final, com ele achando as coisas dos pais, incluindo uma foto, cara, eu me acabei ali, meu coração derreteu todo de amores ali. 

Foi umas das coisas mais fofas ever. E eu realmente não conhecia esse lado do Adam, mais flexível e humano, e eu acabo me perguntado o que mais que ele sofreu e viu na vida além daquilo na 2º Guerra. 

P.S: Sim Jo, fica chato né, fazer descobertas com o Henry, porque ele acaba sabendo antes e se adianta, eu ri da pobre quando ela falou isso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Reações:

Sobre o Autor

 
Top