Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S16E13 - DECAYING MORALITY
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
Em séries policias e afins quando se tem algum ator ou atriz conhecidos das duas uma: ou o personagem é a vitima ou ela é o bandido. D...

Em séries policias e afins quando se tem algum ator ou atriz conhecidos das duas uma: ou o personagem é a vitima ou ela é o bandido. Dificilmente, mas não raro de se acontecer, o ator/atriz será somente um suporte para a trama sem ter algum destaque. Então nesse episódio quando vemos alguns rostos conhecidos como Jamie McShane (Southland) fazendo o papel de Luke Davis, o pai da vitima, ou o mais conhecido entre eles Paul Adelstein (Private Practice, Scandal) fazendo o tio Dr. Alexander já ficamos um pouco atento no que eles fazem, pois terá alguma importância na trama. Por mais que esses clichês acontecem nesses tipos de séries e as vezes as resoluções ficam um pouco previsível, mas não desmerece o mérito do episódio se tudo for desenvolvido de uma forma bastante coerente.

Fui enganado pela promo deste episódio. Igual a trailers de filmes quando vemos cenas de ação e achamos que será assim o filme todo foi o que aconteceu com esse episodio, pelo menos para mim. Assim que eu assisti a promo eu cheguei a pensar que seria um episódio onde Jenna,a vitima, estava mentindo sobre quem era o culpado levando o pai, Luke Davis, a matar o “tal responsável” e Jenna manteria a mentira só para proteger o pai e acobertaria o seu deslize. Inicialmente é o que parece que aconteceria, mas depois tudo acaba se desenvolvendo de uma forma interessante que o episódio sai dessa sombra da primeira impressão.

Além do caso da semana ter sido previsível, porém interessante, duas coisas boas aconteceram. Primeiro tivemos a volta da Rollins, que após uma espécie de retiro em Costa Rica para meditar e ficar longe das coisas que a rondam volta dessa vez para ficar. Se ela superou tudo o que aconteceu com ela e o pelo que ela precisou passar recentemente só o tempo dirá, mas como conhecemos nossa querida personagem sabemos que ela é dura na queda.


A segunda coisa boa foi que FINALMENTE, além de ter todo o elenco em um episódio, Carisi e Amaro trabalharam juntos. Desde a entrada de Carisi na série foram poucos os momentos que vimos os dois detetives juntos, depois foi essa estranha rotação que ficou acontecendo, um aparecia e o outros não, mas parece que isso ficou para trás. Inicialmente todos tiveram um pouco de receio com o novo detetive na unidade desmerecendo o potencial do detetive Carisi, mas aos poucos ele foi conquistando respeito e se impondo quando necessário e já que Amanda está de volta nada mais natural ela ficar com o seu parceiro Fin e acabou restando Amaro e Carisi.

Meu receio entre esses dois personagens é o fato que os dois se parecem um pouco, ambos são explosivos, um mais cauteloso que o outro e ao meu ver inicialmente eles se bateriam de frente por causa disso, e me surpreendi quando isso não aconteceu e eles funcionam bem juntos. Vamos ver se isso se mantém ao longo dos próximos episódios.

O que realmente me surpreendeu foi a conclusão do plot do primeiro acusado Jerome Jones. Antes de termos o verdadeiro culpado dando as caras nos episódios sempre tem alguns tiros no escuro por parte da investigação e nesse episódio não foi diferente o que resultou na morte de um dos suspeitos. O que me fez pensar foi a atitude da mãe de Jerome na cena final. Entendo o pensamento do Barba quando ele estava tentando pedir clemência pelo pai da vitima Luke Davis, pois além de todo o drama da Jenna ao saber que o próprio tio a estuprou e saber que seu pai está na cadeia por causar indiretamente (ou diretamente?) a morte do Jerome abala a estrutura familiar, e Barba estava pensando nos interesses da vitima. Mas por outro lado temos a mãe de Jerome, pois apesar de tudo das acusações que o filho teve antes do atentado a Jenna, ele morreu inocente e saber que o culpado disso sairia livre seria um pouco de mais e o balançar de cabeça dela numa negativa indica que ela prefere que Luke pague para o que fez.


E agora para finalizar só quero dizer que estou feliz pela série ter sido renovada para uma 17ª temporada, e mais alguns anos se tudo colaborar para isso ela ultrapassará a série original que teve 20 temporadas ao ar contando com 456 episódio ao todo. Mas não é só porquê a série foi renovada que ela possa vacilar que estará tudo bem, pois o próximo ano está garantido, ela tem que manter a qualidade que vem fazendo nesse 16º ano de série. Para mim essa temporada está indo muito bem.

PS: Espero que esteja tudo bem com baby Noah.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top