Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S16E15 - UNDERCOVER MOTHER
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
Este é um episódio que pudemos notar que quando tem todos os personagens da série tudo funciona de uma maneira diferente. Claro que quan...

Este é um episódio que pudemos notar que quando tem todos os personagens da série tudo funciona de uma maneira diferente. Claro que quando há episódios que não temos a presença de um ou outro personagem tudo funciona também, as vezes até melhor, mas é interessante de se ver todos os personagens principais de uma vez mesmo que seja por pouco tempo de tela. Todos tem um pequeno destaque para a trama e é isso que gostamos de ver na série.

O episódio abordou um caso bem complicado falando sobre o de tráfico de garotas para fins de exploração sexual. Tudo começa com a unidade investigando um grupo que encomendava garotas menores para suas festas e vemos Carisi infiltrado como cliente e a unidade do lado de fora monitorando tudo, quando chega a hora da batida policial a unidade descobre que já havia uma pessoa infiltrada investigando o mesmo grupo. Esta pessoa seria Martha, uma mãe que após três anos do desaparecimento de sua filha descobre que ela foi posta na rede de prostituição e depois de muita investigação por conta própria acaba cruzando o caminho da unidade.

Uma certa lição que podemos tirar desse episódio é o quanto o amor e a persistência dos pais podem fazer. Esse fato é contado pela história de Martha que nunca perdeu as esperanças e nunca desistiu de procurar sua filha mesmo tendo se passado anos e se sujeitando a tudo para poder finalmente se reencontrar com sua filha e salvá-la das garras de pessoas cruéis. Martha e sua filha Ariel tiveram um final feliz, mas isso nem sempre é a realidade, já vimos muitas casos, reais e na ficção, de pessoas que são sequestradas ou desaparecidas e que nunca mais se tem noticias. E pelo desespero da Martha podemos ver que pais nessas situações não desistem nunca de seus entes queridos e são capazes de tudo para ter noticias, boas ou ruins.


É bem legal quando vemos os personagens trabalhando infiltrados, pois podemos ver eles agindo de maneira diferente. Podemos ver Benson usando roupas chamativas, Carisi sendo malando (com direito a um lap dance) e Fin com aquele seu jeito meio gangster de ser. Gosto quando episódios tira os personagens da sua zona de conforto.

Achei o episódio bom. Soube fazer seu dever de casa que seria trazer um caso que pelo menos abalasse um pouco o emocional dos telespectadores de uma forma interessante, mas algo me incomodou um pouco. Sei que em dramaturgias tudo tem que ocorrer de uma forma para que seus personagens tenham destaques ou para que uma situação funcione, mas as vezes é até de mais. Nesse episódio, pelo menos para mim, algumas atitudes foram tomadas rapidamente que quando comparamos na vida real sabemos que seria de forma diferente. Algumas pessoas podem ver essa atitudes como erros dos roteiristas, mas como explicado anteriormente tudo é feito para o bem da dramaturgia.

De tempos em tempos a série traz de volta alguns dos personagens que já passaram pela universo da série assim do nada e este episódio fomos agraciados com duas visitas ilustres. O primeiro é um personagem que apareceu recentemente na série e que fez uma grande presença para a série em sí e quando ele foi embora não tínhamos certeza de que o veríamos de novo. Estou falando do Tenente Declan Murphy que apareceu em poucos episódios da temporada passada, mas que deixou sua marca. Dessa a vez unidade o encontra trabalhando infiltrado numa rede de tráfico de meninas e quando isso sempre acontece tudo tem que correr de uma forma cautelosa para que a investigação não corra errado. Por pouco tempo que Declan aparece ele já coloca sua presença nas alturas até mesmo com os detetives da unidade, com certeza foi uma participação que me pegou de surpresa.


Outra personagem que apareceu rapidamente foi a Drª Melinda Warner. É uma personagem recorrente na série, houve temporadas que ela aparecia sempre e agora aparece muito pouco, mas sua presença é para alegrar qualquer fã da série. Ela apareceu nos momentos finais do episódio e trazendo uma noticia que pode abalar toda a trama de certos personagens.
Ao meu ver a trama entre Noah e Benson já está defina para o resto da temporada. O fato de que foi declarado que Johnny D. é o pai biológico de Noah pode mudar muito as coisas daqui para frente. Johnny foi preso e estará esperando pelo julgamento e como vejo que a série não iria soltar uma informação dessa sem ter algum plano para esse plot futuramente podemos ver um certa disputa de guarda entre Benson e Johnny. Claro que tudo isso é uma suposição e nada foi confirmado, mas seguindo uma linha de pensamento este é um caminho interessante para a série seguir. Já tivemos baby Noah doente e a preocupação da Benson  e por qual motivo não teríamos uma disputa pela guarda dele? Agora vamos esperar para ver se essa ideia seja real.

PS: Não entendi esse implicancia do Amaro com o Carisi. Há dois episódio atrás os dois estavam trabalhando harmoniosamente e agora isso.

PS: Carisi além de ter apanhado do Declan está lá "preso" até hoje. rss

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:
Reações:

Sobre o Autor

 
Top