Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S12E15: CABIN FEVER
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 "Não. Ajude-o. Por favor." - Emily Fornell NCIS parece estar em sua melhor fase, com um episódio excelente atrás do outr...
 "Não. Ajude-o. Por favor." - Emily Fornell

NCIS parece estar em sua melhor fase, com um episódio excelente atrás do outro. E com toda certeza Cabin Fever não ficou para trás. O episódio-conclusão do plot de Sergei Mishnev trouxe mais uma vez especulações da volta de certa ex-agente, além de um Fornell desesperado e louco por vingança.

Apesar de ter amado o episódio, quando acabei de assistir fiquei com um vazio. Achei que Sergei iria perseguir Gibbs pela temporada inteira, mas errei bonito. Claro que eu queria uma conclusão logo, mas não estava preparada para isso acontecer nesse episódio. Afinal, pensei que o episódio seria sobre Gibbs tentando ajudar Fornell e Sergei fugindo outra vez. Ou então que Jake Adorable Malloy iria trabalhar com a equipe. Mas, fui surpreendida ao longo dos 43 minutos em que não conseguia fazer outra coisa a não ser prestar atenção na televisão.


Tudo o que eu mais queria aconteceu: uma quase confirmação de que Sergei era realmente meio-irmão de Ari, por parte de mãe. Porque apesar de detestar o Ari, ele ainda é meu vilão preferido. E toda e qualquer relação que alguém tem o Ari, pode levar à Ziva. Na minha cabeça, se a história não fosse resolvida nesse episódio, eles poderiam arrumar um jeito de trazer ela para ajudá-los. Seria algo muito bom.

É claro que, para chegarem até Sergei, algo tinha que acontecer. Um navio da marinha teve uma explosão que, segundo Vance, era um vazamento de gás. Acontece que era uma granada russa. Com isso Gibbs já ficou alerta e querendo ir atrás de Sergei até onde precisasse, e acabou gritando com seus agentes, o que deixou muita gente querendo citar algumas regras para ele ou simplesmente mandar ele se acalmar um pouco. Ele quis se afastar do caso, para ajudar Fornell. Só que, é mais do que óbvio, ele tinha todo um plano arquitetado, incluindo até Pavlenko, o Conselheiro russo que foi enviado ao navio. Não sei se Vance iria ficar com mais raiva por Gibbs ter escondido a participação de Pavlenko, ou se ele o contasse. Outra coisa que me deixou um pouco chateada foi Ducky e Abby terem ficado apenas com o trabalho do navio. Queria ter visto os dois na squad room, ajudando o restante. Mas as participações de ambos foram boas, como sempre.

O que me deixou mais feliz no episódio todo foi Gibbs deixando Fornell ter sua vingança. Era aquilo que eu queria. Tobias C. Fornell ali, garantindo o pedaço de Sergei que ele queria. Na verdade, toda a parte de Fornell durante esse episódio foi excelente. Principalmente as cenas em que Gibbs estava tentando “consertar” ele. 


Primeiramente: Emily é um amor de filha. E ver ela quase implorando Gibbs para ajudar seu pai foi emocionante. É muito fácil imaginar alguém tentando ficar bem, mas se preocupando mais com o bem-estar de outra que pode estar se machucando ou machucando os outros. Com o fim dessa história do Sergei vai ser difícil ver Fornell novamente (quer dizer, final de temporada, estamos esperando T.C. Fornell de novo), queria que eles aparecessem mais.

Eu sabia que o episódio teria uma forte carga emocional, por conta dos desabafos que Fornell iria fazer, mas logo no início, quando ele disse que tinha prescrição para o whiskey, eu não me segurei e tive que rir. Mas, enfim. Não tinha a menor ideia de que ele se sentia responsável pela morte da Diane. Especialmente por eles terem brigado antes de ela ser morta. Claro, todos os casais passam por coisas assim e, de todas as ex-esposas já vistas no NCIS, a que mais dava segundas chances era justamente a Diane. E ouvir aquela mensagem dela me fez chorar um pouco. Eventualmente Diane vai ser uma ferida cicatrizada, como Kate e Ziva, mas não por enquanto. Ainda é um pouco dolorido tocar nesse assunto. E depois de ver o Joe Spano falando o quanto ele sente falta da Melinda McGraw, deu vontade de chorar ainda mais. E espero que Fornell melhore depois do “Acampamento Gibbs”, em que você bebe até passar mal, dá um soco na cara do coleguinha e depois, quando tenta dar outro, voa longe, em que você pesca e toma café preto e sem nenhum tipo de açúcar ou adoçante. Realmente cura qualquer pessoa. 

“Hey, baby, it's me. Um, look, can we just forget last night? Between Jethro's wife number two in town and I don't know, let's hit rewind or delete or whatever. I don't think we're a mistake at all, Tobias, and I pray you don't, either. I know we can work through the petty stuff. Jethro just texted me to meet him, but call me back as soon as you can, okay? I love you, Tobias. Call me.”



PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top