Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [REVIEWS] OUAT S04E12 - DARKNESS ON THE EDGE OF THE TOWN LINE
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Once upon a time está de volta e eu, com uma semana de atraso (culpem a faculdade e mais especificamente o TCC) também estou.  Com ...

Once upon a time está de volta e eu, com uma semana de atraso (culpem a faculdade e mais especificamente o TCC) também estou. 

Com o adeus oficial ao cast the Frozen finalizando uma primeira parte de temporada que dividiu opiniões, Once Upon a Time volta agora com aquela que promete e tem potencial para ser uma das melhores temporadas da série, ou uma metade de temporada para ser mais exata. Ainda na 4A fomos introduzidos às Rainhas da Escuridão e agora, vamos nos aprofundar um pouquinho naquilo que Ursula, Cruella e Malévola tem para fornecer, além é claro, de não se esquecer da presença ainda enigmática do autor do livro e a busca infindável de Regina atrás dele. 

Graças a um Dark One que, mesmo sem poderes, consegue manipular Belle (mesmo que essa não o saiba), Cruella, Ursula e o próprio Rumple conseguem retornar a Storybrooke. Devo confessar que gostei bastante da forma como os quatro personagens estão interligados, nisso incluo Malévola. Buscar o seu final feliz, coisa impossível para os vilões é motivo suficiente para unir essas mentes e pessoas um tanto quanto adversas. Todos querem seu lugar ao sol, só porque eles são vilões não significa que com eles sejam diferente. Todos buscam seus finais felizes ao fim das contas. 

Saibam que já me encontro em estado de paixão com Cruella, logo, Victória estará sempre mencionada nas reviews porque perfeição merece ser comentada. Quando ficamos sabendo que Cruella teria poderes, fiquei intrigada sobre quais poderes seriam estes. Por hora, o poder de persuasão foi usado apenas em animais (saudades dálmatas que forma trocados por rottweilers), porém, me pergunto se esse poder se estende a humanos também e o quanto isso poderia ser interessante de ser abordado na trama.


Como a própria Snow já afirmou para Regina, ela não é todo bem, assim como nossa amada e idolatrada Rainha Má não é de todo mal. Ursula e Cruella seguem ligadas a Snow e Charming por um segredo obscuro que Emma não pode sonhar em descobrir e eu estou mais do que curiosa para saber do que esse segredo trata. Afinal, ele fez Snow afirmar que arrancaria e esmagaria o coração das mais novas vilãs com as próprias mãos caso isso acontecesse. A doce Snow Whte não é tão doce assim, afinal de contas. 

Foi um episódio, como todo inicio de temporada (ou de metade de temporada), introdutório e eu não pude deixar de sentir uma nostalgia pairando minha mente quando eu fui obrigada a relembrar a primeira temporada. Emma pegando o distintivo de xerife, Regina retomando seu posto de Prefeita (EU OUVI UM ALELUIA?), Snow voltando a dar aulas e Henry voltando a se alfabetizar voltando para a escola que havia sumido de cena (afinal, aparentemente a única professora li é a Snow e se ela sair acabou a escola). Preciso dizer que Regina queimando o quadro foi SENSACIONAL e eu aplaudi porque  escritório não precisa mais do toque pessoal da Snow não.


Foi um episódio para firmar amizades e parcerias e um episódio com diálogos fortes para nos fazer entender que a gravidade de tudo que aconteceu na cidade até então. Rumple podia até estar fora de Storybrooke, porém, sua presença ainda era sentida pelos moradores. Principalmente por Belle e Hook, que foram sempre os mais afetados pelo Dark One. Quando vejo Belle chorando por ele, não posso deixar de sentir raiva de Rumple porque ele poderia ter tido tudo com ela, que o amava cegamente... e este foi seu amor erro. Hook, em seu amor também cego pela Emma, acabou fazendo um acordo que quase custou a vida das fadas cidade (o que não seria tão ruim assim, se isso incluísse a Fada Azul). Rumple usa sim o amor como arma, sempre usou e não duvido que vá usar novamente, afinal, ele é uma arma que funciona.

No núcleo “Michelle fica em posição fetal e chora até não ter mais lágrimas” temos Regina recuperando as páginas do livro que havia rasgado lá na winter finale. Todos sabem, sou Outlaw Queen shipper e momentos como esse me deixam desestruturada. Ver Regina sem esperança de revê-lo, sem notícias, quebrando e mostrando como está abalada com tudo em frente a Emma foi forte, afinal, Regina não é de mostrar seu lado abalado com medo de parecer fraca e ela o faz agora. Porém, achei imensamente importante mostrar que Regina não desistiu de si mesma. A busca pelo autor do livro contínua. Acho que ela está finalmente se aceitando e entendendo que ela é o que é, e se for para ser feliz, ela precisa aprender a conviver com isso tudo. Ela tem aprendido a balancear a luz e as trevas que ela tem dentro de si e isso é maravilhoso de observar. 

Falando em Emma e Regina, adoro ver a dinâmica das duas juntas. Adoro ver essas duas juntas em ação, unindo suas magias e pensando juntas em soluções para salvar a cidade que teve suas 6 semanas de paz e agora vai voltar a ser um caos. A escolha audaciosa da Emma em escolher um fusca amarelo e Regina nervosa não querendo pensar em ser almoço de algum tipo de demônio foram de longe umas das cenas mais épicas desse episódio que, de quebra, teve ainda Regina tentando acreditar no lado bom das pessoas e afirmando que se ela mereceu uma segunda chance, outros também merecem. O problema é que nem todos mudam como você fez, Regina. E estou sentindo que você vai se arrepender.


Se no passado Rumple enganou Cruella, Ursula e Malévola e as deixou para o Chernabog, hoje, eles se unem novamente e, num plano de mestre orquestrado pelo Dark One, enganam Regina entrando em Storybrooke. Quero saber como irão reviver a Malévola, se a Ursula irá melhorar ou continuará sendo essa vilã sem graça que vimos até então, e até onde vão os poderes de Cruella. 

Porém, o plot que mais me intrigou foi a bomba jogada ao fim do episódio por Rumple. Chernabog estava atrás da Emma e não da Regina. E quero saber, quero saber demais, como esse lado negro da Emma irá aflorar e como a cidade irá reagir ao descobrir esse lado da Salvadora que recebe todos os obrigados (mesmo sem ter feito merda nenhuma, viu Fada Azul) e se isso tem alguma ligação ao segredo guardado entre os UnCharmings e as Rainhas da Escuridão. Talvez seja hora da mesa virar e Regina e a Salvadora trocarem de posição. Realmente, a salvadora precisa ser salva por esses dias. 
Para quem viu o vídeo promocional da temporada exibido na noite do Oscar, Emma está ao lado de Rumple, Cruella, Malévola e Ursula e a atuação da  JMo em segundos me deixou arrepiada, será interessante ver a atriz interpretar esse outro lado completamente diferente da personagem. 

Achei um retorno movimentado e plots sendo abordados me maneira que os deixaram curiosos para saber o andamento. Estava com saudades dessa série e estava com saudade de Lana na minha tela. Estou ansiosa por essa temporada e espero que ela seja tudo isso que vem prometendo.

PS: Colocaram a Malévola em flashbacks com a roupa nova como se a velha malévola tivesse nem existido. 
PS1: A Fada Azul sabe muito mais do que está falando e isso me deixa muito irritada. Ela não queria agradecer a regina isso me deixa irrita². Ela respira, isso me deixa irritada³. 
PS2: Não é só eu que a odeio:

PS3: O. CABELO. DA. MENINA. PARRILLA. OH. MEU. DEUS.
PS4: Se você é CS ou Snowing, seja feliz porque são os únicos ships que esão verdadeiramente bem nesta série. 

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO



Reações:

Sobre o Autor

 
Top