Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] FAMILY GUY - S13E14: JOLO
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Pois bem, nesse episódio tivemos um assunto um tanto quanto sério servindo de base para o episódio: acontece, que como já desconfiávamo...

Pois bem, nesse episódio tivemos um assunto um tanto quanto sério servindo de base para o episódio: acontece, que como já desconfiávamos faz muuuuuitooo tempo, Peter confessa quem nunca pensa antes de agir, somente age. Isso acontece, claro, depois de Peter ter salvo, sem querer, uma criança que estava desaparecida. Entretanto, Joe acaba se sentido inválido como policial, por não poder subir até o anúncio, que foi onde Peter encontrou a criança – detalhe, ele estava tentando descobrir se tinha pudim de verdade no anúncio. Pois é...

Assim, Joe decide viver como Peter, somente agir, sem pansar. Nisso, depois de deixar Bonnie e seu emprego, Joe e o grupo viajam para as cataratas do Niágara, somente para que Joe possa se jogar no buraco sem fim que aquilo é. Duas vezes, hilariamente, Joe não consegue se matar nem da primeira, nem da segunda vezes, e acaba pendurado e resgatado pelos bombeiros, assim como são resgatados os objetos perdidos de outros. 


Entre o cômico que gerou o episódio estão desde a crítica de Peter ao modo como todos odeiam que Quagmire se vista até o pensamento de como os chocalhos são feitos com ossos de bebês. Além disso, Quagmire reclamou da escolha de Joe pelas cataratas, ao invés da Disney, já que o plano era somente se matar em um lugar bonito, e Peter fazendo um discurso de quando salvou a criança, citando Gandhi, que segundo aquele, apoiava que se “coma o quanto quiser, faça o que quiser e não se tenha medo de odiar os outros”. 

Também foi muito bom o negócio da musiquinha que as vezes inventamos em um momento de descontração e da qual se perde o ritmo, ainda mais se cantarem outra música com o aquele ritmo contagiante por cima, o que, convenhamos, já aconteceu com cada um de nós.


Enfim, o episódio focou em Joe, revelando mais do seu drama para nós, telespectadores, e seguiu certa uniformidade, isto é, começou e terminou com essa história, sem um segundo plot, que é comum ao padrão da série. Gosto quando a série decide contar um pouco mais sobre outro personagem, para que não caia naquele típico desentendimento Lois-Peter ou viagem maluca de Stewie-Brian, que apesar de ser demais, seria cansativo em todos os episódios. Por fim, rendeu algumas risadas, e soube lidar com um assunto até sério demais, digamos assim. Ah, claro pessoal, Joe acaba salvando Peter, Quagmire e Cleveland de maneira radical e inesperada, voltando a ser o herói de Quahog. Só não consegue voltar com Bonnie, já que para isso precisará de um plano mais sofisticado, ainda mais considerando os sentimentos desta por seu querido marido.
Reações:

Sobre o Autor

 
Top