Comentários
Ayla Aguiar Ayla Aguiar Author
Title: [REVIEW] FOREVER: S01E19 - PUNK IS DEAD
Author: Ayla Aguiar
Rating 5 of 5 Des:
Esse episódio foi bem mais emocional, né?! Toque de Cold Case, onde um caso foi reaberto após 35 anos, no qual um corpo de uma mulher, ...

Esse episódio foi bem mais emocional, né?! Toque de Cold Case, onde um caso foi reaberto após 35 anos, no qual um corpo de uma mulher, que estava parecendo uma múmia, foi descoberto num bar antigo de Nova York (o que me lembrou o caso do 3x10 de Castle kkkkk. Sim, eu to lembrando de muita coisa hehehe). E nesse caso, o tal pretenso assassino que foi condenado a prisão pode ser inocente.

No que concerne a história paralela do episódio, eu acabei descobrindo que a esposa do Henry, a Abigail sumiu, dizendo que precisava se ausentar um pouco, sentir que estava fazendo a coisa certa e tudo, porque ela não se sentia bem já tão idosa e o Henry ainda jovem. Só que ela nunca mais voltou e não deu mais noticia. E ele ficou meio louco pra saber o que diabos tinha acontecido. E foi muito interessante de ver o nosso legista levando o caso da vitima mais pro lado pessoal. Querendo dar as respostas pra pessoa que foi condenada como assassina.


E caso vai, caso vem, eles têm dois dias pra descobrir quem foi o assassino, já que o acusado primordialmente pediu uma petição para ser libertado depois de tempo de pena cumprido. Só que o próprio acusado, querendo saber também quem era, deu esse tempo e não assinou a petição. Enquanto isso, também temos a Jo tentando fazer os encontros com o Isaac darem certo sem ser interrompida. Rindo a vinda disso. Coitada. (Mesmo eu ainda querendo essencialmente ela com o Henry, to gostando mesmo de vê-la feliz, ela tá tão fofa *-*).

Só sei que eles descobrem quem foi. E isso porque o Henry insistiu, e o que foi a cena do necrotério, eles descobrindo as pistas e tal, e o caso já estava realmente encerrado, porque o outro ‘assassino’ tinha assinado lá o documento, e o Henry falando pra Jo “A gente não fala, se você não falar”. Que bonitinho. Rolou até filho dos dois, da vitima, que teve o bebê e não queria largar a responsabilidade em cima do cara, porque queria que ele seguisse a carreira.


Enfim, voltando um pouco pro Henry, de fato o que pode ser pior né: saber que a pessoa amada tá sumida de fato foi encontrada morta, ou nunca saber o que aconteceu? Porque a mulher dele nunca foi encontrada. E sempre fica aquela duvida. E again aqui, lembrei de Castle e a duvida da Beckett por mais de 10 anos sem saber quem era o assassino da mãe. E isso na maioria das vezes te leva a ser quem é. Ou às vezes te prende, por ser muito forte. No caso dos dois, levou a ser quem eles são. Achei tão nhaw *-*

Ah sim, outra coisa, quero respostas sobre a falecida do Henry. Sim, eu sei que ela já faleceu, mas quero respostas daquelas pombas, me façam favor!

P.S: Lucas amor, você me representa hahahahaha Te entendo. 
P.S²: Também não foi só eu que notei o olhar do Henry no final pra Jo, né?! Não me deixem sozinha, POR FAVOR!

Reações:

Sobre o Autor

 
Top