Comentários
Rafael Bürger Rafael Bürger Author
Title: [REVIEW] GAME OF THRONES - S05E02: THE HOUSE OF BLACK AND WHITE
Author: Rafael Bürger
Rating 5 of 5 Des:
Por quatro temporadas, Game of Thrones tem nos acostumado com padrões elevados de produção e roteiro. Apesar de alguns deslizes na razo...


Por quatro temporadas, Game of Thrones tem nos acostumado com padrões elevados de produção e roteiro. Apesar de alguns deslizes na razoável Quarta Temporada, não havíamos tido um episódio tão fraquinho quanto este. Claro que algumas cenas deram uma pequena salvada, mas eu nunca havia visto uma sequência de inconsistências tão grande, em uma série desse nível. Podem dizer que são apenas detalhes, mas se eles não tomam cuidado com os detalhes, com a base, eles estragam todo o trabalho de caracterização e desenvolvimento que eles fizeram.


O núcleo da Arya em Braavos (Juntamente com Dorne) era com certeza o que os fãs mais esperavam. Eu acho ótimo esse momento dela, por que quebra com a visão de "A personagem fodastica" que os fãs tem. Arya é uma criança, tão inocente e "burra" quanto Daenerys ou Sansa. Isso é facilmente comprovado quando ela chega na Casa do Branco e Preto. Ela achava que era só chegar lá e dizer "Oi, meu nome é Arya, e eu quero me vingar de um pessoalzinho aí que matou minha família" e eles já iam treinar ela e transformar ela numa Emily Thorne 2.0, quando na verdade não é bem assim. Eu achei a apresentação da cidade de Braavos bem superficial. Espero que nos próximos episódios hajam cenas em que a cidade possa ser melhor explorada. É sabido que qualquer série em que apareça uma pomba já me cativa, mas dessa vez não foi tão simples. Achei essa sequência em que ela "briga" com os espadachins um pouco jogada ali, só para mostrar que o Homem sem face é temível.


Dorne realmente tem uma cenografia incrível. Mas, meu Deus, ninguém merece essa Ellaria. Eu não sei se o problema é a atriz ou o roteiro, mas o personagem simplesmente não funcionou. Parecia que eu estava assistindo um novelão mexicano. Só consegui sentir vergonha alheia. Digo o mesmo que disse para o núcleo da Arya, espero que nos próximos episódios eles sejam melhor explorados.

Cersei pode ter ficado triste com a morte do pai, mas isso serviu muito bem dentro dos planos dela. Ela agora pode conseguir todo o poder e autonomia sobre o reino que desejava, mas que Tywin não permitia. Ela só não esperava que o tio dela, Kevan Lannister, fosse um político a sua altura. Essa cena, em que os dois discutem na reunião do Pequeno Conselho, foi uma das melhores do episódio. Fiquei feliz de ver Lollys aparecendo de novo (Apesar de não lembrar dela tendo fala nas temporadas anteriores). Ela e Bronn serviram de um ótimo alívio cômico, e quanto a eles não tenho nada a reclamar. 


Daenerys ultimamente está só na sofrência. Esse plot do conselheiro matando um dos filhos da harpia teria sido mais interessante se no episódio anterior não tivéssemos tido outras cenas desinteressantes desse núcleo. Os produtores e roteiristas estão dando muito foco nele e está ficando bem claro que ele está em um momento em que essa exposição toda não é necessária. O engraçado que ao mesmo tempo que vemos Dany cometer uma burrada atrás da outra, vemos o Varys construindo uma visão totalmente oposta dela. E está aí outra cena que foi memorável, Varys e Tyrion estão formando uma ótima dupla. Esse foi um dos grandes acertos da temporada, pena que estão tendo pouco tempo de tela.

Irônicamente, o Branco e Preto do nome do nome do episódio está cada vez mais presente em GoT. Eu vejo uma tendência a começar a enquadrar os personagens em esteriótipos quase maniqueístas. Cada vez mais a separação do mau e do bem se torna mais perceptível, juntamente com uma tendência a simplificar e planificar atitudes de certos personagens. Eu fico um pouco preocupado, pois o legal da série é a complexidade. Eu espero que essa tendência não se concretize, mas isso só o tempo dirá.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top