Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S16E18 - DEVASTATING STORY
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
Com mais um episódio voltado em ataques a universidades é difícil ter algo novo no episódio. Tudo do mesmo que conhecemos até hoje a u...

Com mais um episódio voltado em ataques a universidades é difícil ter algo novo no episódio. Tudo do mesmo que conhecemos até hoje a unidade tendo dificuldades em conseguir cooperação com a universidade, mas claro que tudo depende do desenrolar do episódio de fazer com que tudo seja coerente e que o desenrolar seja um pouco diferente do que estamos acostumados. 

Após a mulher do prefeito da cidade de NY assistir um programa estilo Linha Direta chamado American’s Worst Crimes apresentado por Skip Peterson sobre uma vitima que foi estuprada por vários alunos da Universidade Hudson e esse programa, além de ter sensibilizado várias pessoas incluindo a mulher do prefeito, ela da um jeito de fazer com que algo seja feito sobre a vitima. 

No começo da investigação tanto Skip quanto uma professora da Hudson Jessica Dillon, com quem a vitima contou o ocorrido para ela, ficam relutantes em revelar quem a vitima é, pois ela tem medo de represálias. 

Mais uma vez temos a universidade Hudson como pano de fundo para desenrolar do caso desse episódio. Além da universidade quem da as caras é a reitora Roberts, a mesma lá do comecinho da temporada no quinto episódio. Já como conhecida da unidade Olivia chega com duas pedras nas mãos, pois sabe que será difícil de conseguir alguma informação com a reitora devido a políticas internas da universidade. Após essa breve reunião das duas uma garota chamada Heather Mannign faz um discurso público e revela que ela é a vitima do ataque e junto com sua história e a professora Jessica quer comover o país para a população acordar para esses tipo de ataques que acontecem com as pessoas.

A iniciativa desse tema abordado no episódio é interessante, pois nada melhor do que comover as pessoas usando exemplos reais, mas é ai que tudo se perde. Entendo como parte da história e não um erro do roteiro, pois Heather deixa de se portar como uma vitima e sim como uma peça importante de uma campanha para mudar a visão da população e acaba perdendo o foco. Para os detetives ela cita nomes de quatro jogadores do time de hóquei da Hudson, mas com o passar de suas entrevistas e passeata para as vitimas de estupros o número do seus atacantes acabam aumentando e os detetives junto com o promotor Barba percebe que há algo de errado na versão que ela contou e fazendo com que sua credibilidade como vitima seja abalada e as chances de ganhar o caso ficará difícil. 


O episódio foi bom, mas em alguns pontos deixou a desejar. Ao pesquisar para escrever essa review andei lendo comentários sobre como Olivia Benson vê as coisas mais para um lado emocional e não tão condizente ao seu novo cargo dela e pega alguns casos que é difícil de se comprovar e que Barba anda um pouco “mole” em relação ai isso. Em certas partes concordo, mas vejo essas indagações como uma forma como uma facilidade do roteiro de introduzir os casos no decorrer do episódio, mas claro que tudo depende da criatividade na hora de escrever os episódios e isso não deixa de cair a qualidade da série.

PS: Adivinha quem apareceu e quem sumiu?

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top